O que é um Deck Antimeta? Análise e Exemplo - Pokémon Blast News

Novidades

Ad superior

06/08/2021

O que é um Deck Antimeta? Análise e Exemplo


Por: João Alcim Neves (Instagram / DragoNews Podcast)

Aqui na Pokémon Blast News, eu já comentei sobre os diversos arquétipos de baralho e sobre o que seriam os decks rogues. Dessa vez, trataremos sobre um tipo de deck um pouco mais complexo e que demanda muito mais habilidade do seu jogador, além de uma grande análise do metagame em que será jogado o torneio: o deck antimeta.

Como já tratamos no texto sobre baralhos rogue, o metagame ou meta é definido pela representatividade dos decks dentro de um torneio. Aqueles baralhos que mais se mostrarem representados dentro do universo de jogadores inscritos no torneio analisado, serão os responsáveis por definir aquele meta.

Cabe destacar também que, por conta de sua maior representatividade dentro do torneio, existe maior chance de um dado jogador enfrentar repetidas vezes determinado baralho. Isso porque esses baralhos em específico tendem a possuir maior consistência frente aos demais, sendo preferido pelos jogadores.

Então, o que faz um bom deck antimeta?

Bom, respondendo à pergunta: a análise do meta e sua boa compreensão por parte do jogador e, convenhamos, um pouco de fator sorte no pareamento. O deck antimeta seria, portanto, aquele que possui respostas praticamente instantâneas para os baralhos mais comuns no meta em que ele se encontra inserido.

Analisar o metagame e conseguir prever com certa exatidão quais serão os decks com maior representatividade no torneio vindouro é o ponto principal para compreender como montar o seu baralho e o caminho a ser seguido contra esses decks.

O fator sorte entra em questão especialmente porque os baralhos antimeta possuem certa propensão a não desempenhar tão bem seu jogo contra os baralhos fora do espectro definido de decks dominantes do formato. Assim, o melhor para esses decks é que sempre enfrentem os baralhos mais comuns do metagame em vez de outros mais incomuns ou até mesmo alguns decks rogues.

Como parar os decks principais do metagame?

Os baralhos antimeta funcionam principalmente focados em habilidades ou cartas que atrapalham ou impedem que os decks meta consigam atingir sua plenitude de funcionamento. Podemos citar como exemplo o Decidueye (lançado nas coleções Escuridão Incandescente e Destinos Brilhantes) e a Altaria (lançada em Caminho do Campeão). Vejamos:


Perceba como a habilidade Camuflagem Florestal de Decidueye e a habilidade Pingente Milagroso de Altaria possuem efeitos semelhantes: ambos os Pokémon se tornam imunes a ataque de Pokémon V e Pokémon GX, lembrando que os Pokémon VMAX também são Pokémon V! Dessa forma, apesar dos danos teoricamente baixos que essa duplinha causa com seus ataques, o fato de permanecerem em campo por seguidos turnos faz com que consigam atacar quase que indefinidamente, minando os esforços do adversário pela vitória.

Assim, uma estratégia que pode muitas vezes garantir a vitória para os decks antimeta é a de colocar em campo um desses Pokémon o mais rápido possível. Se o seu adversário não encontrar um meio de contornar a habilidade, a vitória será apenas uma questão de turnos.

Essa estratégia se mostra especialmente eficaz porque, no presente momento (julho/2021), o metagame tem se centrado em baralhos com muitos Pokémon VMAX, não contando com tantas respostas para habilidades como essa. Caso o meta se altere, a estratégia do baralho antimeta com certeza terá de ser alterada também.

Exemplo de Deck Antimeta Potencial: Decidueye com Inteleon!

Vamos construir as bases de um baralho antimeta pensando nos baralhos mais comuns no metagame atual: centrado em Pokémon VMAX e seus poderosos ataques. Para isso, vamos utilizar o Decidueye supracitado, porque, apesar de ser um Pokémon Estágio 2, ele causa um bom dano e ainda nos permite atacar o banco do oponente.

4-0-4 Decidueye


Isso mesmo: 4 Rowlets, 4 Decidueye e nenhum Dartrix. A estratégia do deck se mostra especialmente eficiente sendo montado dessa forma para “quebrarmos” a regra de evolução, colocando Decidueye rapidamente em campo com o auxílio do Doce Raro!

Com o auxílio do Doce Raro para fazer com que o Rowlet evolua diretamente para Decidueye, o baralho ganha muito em velocidade e eficácia. Naturalmente, no entanto, encontrará algum tipo de problema ao enfrentar baralhos que, de alguma forma, consigam um item lock (impedir o uso de itens) logo nos primeiros turnos de jogo (felizmente, eles andam um pouco raros ultimamente).

4-3-1-2 Inteleon


A linha de Inteleon é um pouco mais complexa porque podemos considerá-lo o motor do deck. É essencial que tenhamos 4 Sobble no baralho para aumentar as chances de ele estar em nossa mão inicial. O Drizzile é a grande roda motriz do baralho: com sua habilidade Negociações Secretas, ativada ao evoluir, podemos buscar por qualquer carta de Treinador no deck e adicioná-la à nossa mão.

Drizzile encontra par com sua evolução: o Inteleon da coleção Espada e Escudo, que também possui a habilidade Negociações Secretas, mas agora para buscar por duas cartas de Treinador ao invés de apenas uma, quando jogado da mão para evoluir um Pokémon em campo.

Esses dois parceirinhos permitem que “joguemos com o deck na mão”. Isso porque qualquer carta de Treinador que nos seja necessária em determinado ponto do jogo poderá facilmente ser buscada ao simplesmente evoluir um dos nossos Pokémon.

Por fim, 2 cópias do Inteleon lançado na recente coleção Reinado Arrepiante. Sua presença é essencial no baralho por conta de sua habilidade Gatilho Rápido, que nos permite, todo turno, colocar 2 contadores de dano em um dos Pokémon do oponente. Essa habilidade auxilia muito o ataque Flechas Divididas do Decidueye, chegando ao ponto de nos permitir alcançar múltiplos nocautes dentro de um mesmo turno e, assim, aproximando-nos da vitória.

A linha de Inteleon do nosso baralho antimeta merece mais um adendo: as quantidades de Drizzile ou dos dois diferentes Inteleon que utilizamos podem ser modificadas de acordo com o estilo de jogo do jogador ou até mesmo do meta que ele pretende enfrentar, mas não se esqueça que apenas 4 cópias do Inteleon podem ir no seu deck, mesmo que elas sejam diferentes.

1 Snorlax e 1 Mew


Esses dois Pokémon podem representar a diferença entre a derrota e a vitória em uma partida, especialmente por conta de suas habilidades. O Snorlax da coleção Voltagem Vívida auxilia principalmente nos primeiros turnos. Isso porque, ao usarmos a maior parte das cartas em nossa mão inicial, podemos encerrar o turno com a habilidade Gulodice, de Snorlax, comprando até ter 7 cartas em nossa mão, para garantir um bom segundo turno.

Já o Mew, lançado na já distante coleção Elos Inquebráveis, possui a fundamental habilidade Barreira de Banco, impedindo que ataques causem dano aos Pokémon em nosso banco. Mew é um poderoso aliado para proteger os Pokémon vulneráveis a ataques vindos de, por exemplo, Urshifu Golpe Fluido VMAX, Inteleon VMAX ou até mesmo outro Decidueye.

Cartas de Treinador: Apoiador


Todo baralho deve olhar com carinho para os Apoiadores que irá utilizar, especialmente aqueles centrados na compra de cartas. No caso de nosso deck antimeta, usaremos uma contagem não tão usual de apoiadores por conta das características do próprio baralho.

Começamos com 3 Marines, carta essencial em qualquer baralho hoje em dia porque, além de nos permitir adquirir recursos (5 cartas do topo do deck), ainda garante a eventual redução da mão de nosso oponente, forçando-o a ficar com apenas quatro cartas em sua mão.

Utilizar apenas 2 cópias da carta Pesquisa de Professores pode soar estranho, especialmente se considerarmos que a maior parte dos baralhos atuais abusa dessa carta, quase sempre com 4 cópias. No entanto, o deck antimeta possui recursos valiosos e, quase na totalidade das vezes, descartá-los para comprar cartas não será uma boa escolha. Por isso, reduzimos a quantidade dessa carta para que ela seja utilizada apenas quando estritamente necessária e sem grandes prejuízos.

Uma grande ajuda a recuperar o poder de compra pela redução da quantidade de cópias de Pesquisa de Professores é a adição de uma cópia de Cíntia e Caitlin. O poder combinado desse Apoiador do tipo Aliados auxilia demais na consistência do deck, seja recuperando outra carta Apoiador do descarte seja garantindo a compra de 3 cartas ao se descartar apenas uma.


A carta Hospitalidade da Érica, desde o seu lançamento, viu pouco jogo, mas ela consegue encontrar seu espaço aqui nesse baralho. Isso porque pode garantir a compra de até 6 cartas dentro do turno sem descartar qualquer carta (desde que você tenha 4 ou menos cartas na mão quando utilizá-la e o seu oponente tenha o banco cheio).

Por fim, temos a carta Rose. Essa carta do tipo Apoiador não garante a compra de cartas específicas, mas a busca de um Pokémon, uma carta de Treinador e de uma energia básica no deck, desde que você tenha tido um Pokémon nocauteado no último turno do seu oponente. Com o auxílio dela, é possível rapidamente montar outro Decidueye em campo quando seu oponente conseguir nocautear algum de seus Pokémon, mantendo-o com vantagem na corrida pela vitória!


Essas duas cartas também se mostram essenciais para o correto funcionamento do deck antimeta. Duas cartas de Ordem da Chefia permitirá que se dê alvo nos Pokémon certos do oponente, seja atrasando-o, seja para garantir os nocautes que mais nos aproximam da vitória.

Lulú e Vitória, além de permitir a mobilidade do Pokémon ativo para o banco quando necessário, permitirá a cura do Decidueye quando ele estiver próximo de ser nocauteado, mantendo-o ainda mais tempo em campo. Vale relembrar que, por conta de sua habilidade Camuflagem Florestal, Decidueye fica imune a ataques de Pokémon V e GX, forçando o adversário a atacar com outros Pokémon, muitas vezes com danos menores e que raramente causarão um nocaute com apenas um ataque.

Lulú e Vitória e Ordem da Chefia podem ainda ser fundamentais em momentos mais para o fim da partida (late game), especialmente quando recuperadas por meio da utilização de Cíntia e Caitlin para garantir um grande sucesso no fim do jogo.

Cartas de Treinador: Item


Pokémon TCG é um jogo notabilizado pela grande quantidade de buscas que um jogador pode fazer. No caso de nosso deck antimeta, com a possibilidade de sempre buscarmos as cartas de Treinador necessárias com as habilidades de Drizzile e Inteleon, é importante termos diferentes tipos de buscas para garantirmos que tenhamos sempre o Pokémon correto em nossa mão.

Para isso, utilizamos as 4 cópias da Bola de Nível como busca principal, especialmente para termos Sobble, Drizzile, Rowlet e, se necessário, Mew, do modo mais rápido possível em jogo. As 3 cópias do Incenso de Evolução nos permitem buscar Drizzile, qualquer um dos dois Inteleon e Decidueye, garantindo a fluidez de nosso jogo.

Comunicação Pokémon (2) e Bola Rápida (1) podem ser utilizadas em conjunto ou separadamente para também buscar os Pokémon necessários. Lembre-se: a Bola Rápida sempre permitirá a busca por um Pokémon básico, enquanto a Comunicação Pokémon garante a troca de um Pokémon de nossa mão por qualquer outro em nosso deck.


O formato Padrão hoje (Julho/2021) conta com mais de 60 cartas de Item diferentes e que podem auxiliar o nosso baralho antimeta. Escolher quais são as mais importantes e que não podem faltar talvez seja o trabalho mais difícil nesse ponto.

As 4 cópias de Doce Raro são imprescindíveis, afinal, sem ele não é possível montar Decidueye, o grande astro do deck, ao quebrarmos a regra de evolução, partindo de um Pokémon Básico diretamente a um Estágio 2. A Rede de Recolhida, apesar de contar com apenas 2 cópias, permite grande mobilidade no deck, “salvando” um Decidueye próximo do nocaute, retirando um Snorlax do campo de Pokémon Ativo ou até mesmo fazendo retornar para a mão um Drizzile ou Inteleon de habilidade Negociações Secretas, para poder procurar mais cartas de Treinador nos turnos seguintes.

Por sua vez, o Inquieteco de Energias garante ao menos uma energia quando necessário (ou até 3, se for nosso primeiro turno sendo o segundo a jogar), enquanto a Vara de Pescar Comum permite recuperar até 2 Pokémon e 2 energias da pilha de descartes, embaralhando-os no deck. Essas cartas auxiliam muito no funcionamento do deck especialmente porque são facilmente buscáveis com as habilidades Negociações Secretas de Drizzile e Inteleon.


A Grande Sombrinha (2) é uma ótima ferramenta quando tratamos de baralhos antimeta, já que ela impedirá efeitos de ataques dos Pokémon do seu oponente em todos os seus Pokémon, desde que ela esteja ligada ao seu Pokémon ativo. Ela auxilia ainda ao impedir, por exemplo, que Dragapult VMAX cause estrago nos seus Pokémon do banco ao bloquear o efeito de colocar os contadores de dano que o ataque desse forte Pokémon psíquico possui.

Já o Bloqueador de Ferramentas deve ser usado com sabedoria, desativando a Ferramenta ligada ao Pokémon ativo do seu oponente quando ela lhe atrapalhar no caminho mais rápido para a vitória.

Cartas de Energia


A contagem de energia também é simples: 4 energias básicas (que podem ser buscadas com o Inquieteco de Energias); 3 cópias da Energia de Captura, ajudando a montar o setup no começo do jogo; e 1 cópia da Energia Aromática, para evitar condições especiais que podem ser usadas para conseguir o nocaute no Decidueye.

Com isso, temos o deck montado e pronto para treinar e competir, se o metagame for favorável a ele:


Possíveis Modificações no deck

Sempre é possível modificar uma lista para adaptá-la ao nosso estilo de jogo ou deixá-la melhor apta para enfrentar algum metagame específico. Aqui vão algumas sugestões de cartas que podem ser adicionadas de acordo com o gosto do jogador.

Ornitólogo


Nem só de mover seu Pokémon Ativo para o banco ou te permitir comprar 3 cartas vive o Ornitólogo. Acredito ser um acréscimo interessante para possibilitar a utilização da habilidade Circo Aéreo de Rowlet. Tendo usado esse Apoiador durante o seu turno, você poderá ignorar o custo de energia do Rowlet e atacar com Caco de Vento, causando 60 pontos de dano a um dos Pokémon no Banco do seu Oponente sem ligar qualquer energia! Um ataque sem dúvidas muito interessante para ser usado.

Maré Caótica


Talvez uma das grandes fraquezas dessa lista seja a ausência de um Estádio. Isso faz com que alguns estádios atrapalhem demais o baralho, a exemplo do Labirinto Encantado Estrela Prisma (que aumenta o custo de ataque de todos os Pokémon que não sejam do tipo Fada). Adicionar ao menos uma cópia de Maré Caótica pode ajudar a resolver esse problema.

Visão Telescópica


A Visão Telescópica é uma ferramenta sempre muito bem-vinda em decks que conseguem causar danos aos Pokémon no banco do oponente. Utilizá-la pode ser muito interessante, especialmente porque permite ao ataque Flechas Divididas de Decidueye causar 50 pontos de dano a 2 Pokémon no banco do seu oponente (desde que eles sejam V ou GX), o que encurta e muito o caminho do baralho para a vitória.

Conhecendo agora um deck antimeta e seu potencial no formato Padrão, espero que você se divirta treinando e jogando com ele, especialmente na plataforma online e com todos os torneios que temos visto acontecer.

Para ficar por dentro das novidades do Pokémon TCG Competitivo, acompanhe o DragoNews Podcast! Se você quiser ver outros artigos sobre o TCG competitivo, acesse o nosso menu.

Post Top Ad