Entrevista com o Streamer SHSuperSonic - Pokémon Blast News

Novidades

Ad superior

24/02/2022

Entrevista com o Streamer SHSuperSonic

SHSuperSonic

Hoje a Pokémon Blast News tem o prazer de apresentar uma entrevista com o produtor de conteúdo e jogador de Pokémon TCG Wesley Dantas, mais conhecido como SHSuperSonic!

Wesley tem 26 anos e é natural de Santo André-SP. Além de realizar streams na Twitch, é membro e um dos fundadores do Carteado, equipe brasileira que organiza torneios de Pokémon TCG Online. No evento Melhores do Ano Copag 2021, ele foi indicado nas categorias Melhor Streamer, Melhor Creator e Melhor Twitter, saindo como vencedor desta última. 

A conversa a seguir ocorreu através de mensagens de texto trocadas nos dias 14 e 15 de fevereiro de 2022.

Entrevista

Matheus (PBN): Para começar, como você se apresentaria aos leitores?

Wesley (SHSuperSonic): Meu nome é Wesley, mas sou conhecido na comunidade como SHSuperSonic.

Matheus (PBN): Quem é o "Wesley" fora do mundo de Pokémon?

Wesley (SHSuperSonic): Uma pessoa comum como qualquer outra, sempre atento ao meu redor e tentando descobrir coisas novas para aprender e ensinar. Sou bem casual e prefiro ficar com os amigos numa boa a viver na agitação.

Matheus (PBN): E como surgiu o apelido "SHSuperSonic"?

Wesley (SHSuperSonic): Desde pequeno, o apelido sempre foi Sonic, devido a eu sempre gostar do personagem e as pessoas saberem disso. Um tempo depois, em jogos online/fóruns/na própria comunidade de Sonic, incorporei o "Super". O SH veio depois, devido a ser a sigla de uma guilda que usávamos em jogos.

Matheus (PBN): Você coleciona ou joga o Pokémon TCG há muitos anos?

Wesley (SHSuperSonic): Jogo há vários anos, acredito que peguei o começo de Black & White pra aprender a jogar, mas já conhecia o jogo bem antes por alguns primos. Não sou muito de colecionar, mas tenho minha pastinha com algumas coisinhas mais recentes.

Matheus (PBN): Quando e como você decidiu começar a produzir conteúdo de Pokémon TCG?

Wesley (SHSuperSonic): Logo mais vai completar 2 anos que estou produzindo na Twitch/Twitter.  Comecei a streamar como um hobby e também pra conversar com a galera sobre dúvidas do jogo em si. Desde o começo, sempre foquei em diversos modos de jogo para apresentar novas ideias para os jogadores, que ao longo dos anos se tornaram grandes amigos.

Matheus (PBN): Você é um dos poucos streamers do Brasil e do mundo que produz conteúdo não só com o formato Padrão, mas também com o Expandido. O que nesse formato te faz gostar dele?

Wesley (SHSuperSonic): "Diversidade" é a palavra. O Expandido é um formato que eu realmente adoro, pois existem interações muito bacanas de se descobrir e testar. Eu diria que é um formato onde você tem uma liberdade criativa um pouco maior devido ao maior número de cartas a que você tem acesso. Sempre gosto de conversar sobre esse formato em específico e testar novas ideias que surgem todos os dias.

Ícone - Formato Expandido

Matheus (PBN): Em comparação com o Padrão, o Expandido ainda tem uma baixa adesão. O que você vê como o motivo?

Wesley (SHSuperSonic): O pouco incentivo oficial aqui no Ocidente pode ser um dos motivos. Talvez alguns eventos menores como mais side events dariam um fôlego bacana, mas já estamos mudando isso aos poucos. Com mais pessoas conhecendo e desenvolvendo também. Ainda sonhamos com um "Toolkit Expandido", mas tudo ao seu tempo.

Matheus (PBN): Seria exagero dizer que você e sua comunidade têm um papel importante na introdução de mais jogadores brasileiros ao formato?

Wesley (SHSuperSonic): Não acho que seria exagero. Todos temos um papel fundamental tanto em introduzir  novos jogadores quanto em manter os antigos. Assim como em também divulgar mais ainda! Acredito que todos temos uma paixão em comum, que é o card game, porém cada um consegue aproveitar de uma maneira diferente, basta só saber aproveitar e conhecer novas experiências.

Matheus (PBN): Quanto ao Pokémon TCG em geral, o card game ainda parece alguns passos atrás de outros jogos e até de outros cards games no quesito de público em streams. Como isso pode mudar?

Wesley (SHSuperSonic): Acredito que isso depende do modo que é analisado. A maiorias das streams  relacionadas ao card game de Pokémon são de abertura de produtos/colecionáveis, as quais tiveram um aumento gigante nos últimos tempos. Em questão de jogar o card game, é algo que sempre estamos buscando informações para tentar mudar. Acredito que não teremos uma mudança a curto prazo de mais streaming de Pokémon TCG, porém pode ser que, com o passar do tempo, mais pessoas vão se interessando não só pelo jogo, mas também pelas pessoas que impulsionam o jogo.

Matheus (PBN): Você usa a Twitch como plataforma de transmissão, a qual realizou mudanças em suas políticas de pagamento recentemente, gerando descontentamento entre boa parte dos criadores. Você também sentiu um impacto negativo?

Wesley (SHSuperSonic): Pensando no modo financeiro, sim, pois utilizo boa parte desses recursos ganhos para eventos dentro da comunidade. Mas, em relação a streamar e continuar com as lives, não.  Acredito que o retorno que recebo é de forma diferente, com a interação com o público, que sempre foi o meu foco principal. Aprender e conversar com a galera sempre foi e continua sendo meu objetivo.

Matheus (PBN): Aproveitando o gancho dos eventos dentro da comunidade, você é um dos membros do Carteado Sônico, que completou um ano de existência há poucas semanas. Como essa equipe surgiu?

Wesley (SHSuperSonic): Parece meio bobagem, mas a lembrança que eu tenho é de ter ouvido um "bora fazer?". E eu disse: "bora". Kk 

Há 1 ano começamos esse projeto com a mais pura vontade de realmente fazer acontecer e promover o TCG dentro da comunidade brasileira. No começo dos torneios online, a barreira linguística fazia com que muitos jogadores brasileiros tivessem problemas em torneios do exterior e isso fazia com que muitos players nem tentassem jogar.

Mas o Carteado Sônico conseguiu quebrar esse problema, já que nossa equipe é 100% brasileira! Muitos nomes da comunidade começaram ali conosco e depois se sentiram mais livres para jogar diversos torneios mundo a fora! Eu acredito que esse projeto é o que eu fico mais feliz de ter dado certo! Não só por mim, mas também por gerar oportunidades para muitas outras pessoas também! Seja jogando torneios ou até mesmo realizando para outras pessoas. Eu diria que o Carteado deixou sua marca na comunidade.

Matheus (PBN): Há um lado difícil em organizar torneios online?

Wesley (SHSuperSonic): Acredito que a organização não seja um problema se você tem uma boa equipe. Eu diria que a coisa que as vezes dá um pouco de trabalho é o fuso horário e a galera receber premiação (sim, parece estranho, mas acredito que é onde mais temos uma leve demora para concluir). Fora isso, acredito que é bem tranquilo.

Matheus (PBN): Numa matéria anterior da PBN, evidenciamos como os torneios online e a plataforma da Limitless se tornaram pilares da comunidade durante a pandemia. Qual é sua expectativa e a do resto da equipe após o retorno dos eventos presenciais?

Wesley (SHSuperSonic): Eu acredito que a busca por eventos online deve aumentar. Querendo ou não, os eventos físicos são pagos e tem um nível bem alto. E para isso eu espero que muitos players venham testar suas ideias em eventos online, que são em sua maioria gratuitos para participação.

Matheus (PBN): Falando nisso, há algum plano do Carteado de atuar em eventos físicos em algum momento?

Wesley (SHSuperSonic): Não posso falar muito sobre isso no momento, mas vamos deixar no ar :)

Matheus (PBN): Nas redes sociais da equipe, seu nome foi alterado para Carteado Challenges e sua logo também foi atualizada. São mudanças apenas casuais ou indicativos de novos planos para 2022?

Wesley (SHSuperSonic): São mudanças para um novo começo dessa nova jornada. Esperamos que o Carteado Challenges continue o legado do Carteado Sônico.

Carteado Challenges - Banner

Matheus (PBN): Qual pode ser a participação do Pokémon TCG Live na democratização dos torneios e do Pokémon TCG como um todo?

Wesley (SHSuperSonic): Não tenho uma opinião formada com o Live no momento, são pouquíssimas informações e as que temos são bem vagas.*

Matheus (PBN): Você vê a comunicação da TPCi a respeito do novo client como falha?

Wesley (SHSuperSonic): Eu acredito que o anúncio foi cedo demais. Acredito que até meio do ano teremos mais informações, a TPCi não costuma soltar teasers em pequenas escalas, então vamos ter que aguardar com paciência.

Matheus (PBN): Partindo para perguntas um pouco mais "pessoais", você tem alguma personalidade como inspiração dentro da comunidade?

Wesley (SHSuperSonic): Da comunidade geral, tenho algumas referências tanto aqui dentro do país quanto fora. Gosto sempre de acompanhar o máximo de pessoas possível e adaptar as necessidades e também coisas bacanas à minha realidade e ver o que posso fazer. De resumo, acho que a própria comunidade é minha inspiração.

Matheus (PBN): Você venceu a categoria Melhor Twitter no Melhores do Ano Copag e foi indicado a outras duas. Anteriormente, também foi o mais votado pelo público para narrar/comentar a final da Copag Cup Master II. Como se sente sobre esse reconhecimento?

Wesley (SHSuperSonic): Foi incrível! Eu realmente não esperava, nós sempre trabalhamos pra melhorar e fico feliz que a comunidade me deu esse presente em ambas as ocasiões! A galera é insana e isso me motiva cada vez mais a trazer mais coisas sempre!

Matheus (PBN): Muitos jogadores mostraram-se descontentes com a dinâmica do formato Padrão nos últimos dois anos, principalmente. Você compartilha desse descontentamento?

Wesley (SHSuperSonic): Um pouco, acredito que esses últimos anos foram meio complicados para todos no card game de Pokémon devido ao jogo estar se encaminhando a um formato com danos e vidas muito altos. Mas parece que isso está sendo corrigido com a chegada de Astros Cintilantes e futuramente dos Pokémon "Brilhantes".

Matheus (PBN): Sobre Astros Cintilantes, para quais cartas você está mais no aguardo?

Wesley (SHSuperSonic): Acho que a carta que eu estou mais animado é a Energia Turbo Dupla. É algo que talvez mude o metagame completamente! Junto com Cheren, que promete dar uma ajuda à tipagem Incolor! Essas serão as 2 primeiras cartas que irei atrás pra fechar o set.

Double Turbo Energy - BRS (151)Cheren's Care - BRS (134)

Matheus (PBN): Suponho, então, que você já tem um deck desse tipo em mente para o novo formato. Qual seria?

Wesley (SHSuperSonic): Quero muito ver alguns updates no próprio Togekiss VMAX, que é um baralho que pode ter seu potencial aumentado. Mas, sem dúvidas, o grande nome da coleção é Arceus V-ASTRO, possivelmente irei atrás de testar a versão com Calyrex VMAX Cavaleiro Glacial.

Matheus (PBN): O bloco Black & White foi lançado no Ocidente em 2011, então você joga o Pokémon TCG há cerca de 10 anos, pelo menos. Em todo esse tempo, você provavelmente viu muitos formatos e épocas. Qual mais te marcou?

Wesley (SHSuperSonic): Tem 2 formatos que eu adorei jogar em específico: XY-on e SM-on. Muito se deve a ter vários de meus baralhos preferidos de todos os tempos (Volcanion-EX, Vespiqueen, Zoroark-GX, Blacephalon "baby"). Foi sem dúvida o momento em que mais me dediquei ao jogo, por estarmos em um formato até que "gostosin" de jogar, por termos uma boa variedades de baralhos e o jogo permitir ser um pouco mais "livre", e não ser muitas vezes decidido no turno 1/2 do jogo.

Matheus (PBN): Você falou sobre o tipo Incolor em Astros Cintilantes. Esse é seu tipo preferido dentro do TCG?

Wesley (SHSuperSonic): Não sei se tenho um tipo preferido dentro do card game, costumo olhar mais a ideia dos baralhos em si, mas acredito que o tipo Fogo e tipo Noturno sejam o que eu mais joguei nos últimos tempos.

Matheus (PBN): Dentro da sua comunidade, existe um meme em torno de seu suposto ódio contra o tipo Fada. Como o meme nasceu? O ódio é real?

Wesley (SHSuperSonic): Acho que toda comunidade tem um meme ou uma história específica. A história é meio longa, mas, de resumo, eu nunca joguei com essa tipagem no TCG direito, a mecânica das cartas envolvidas nunca me apeteceu muito. Então, tecnicamente falando, é a tipagem com que eu menos joguei. 

O meme nasceu disso, surgiu o famoso "ódio" contra a tipagem de eu praticamente não jogar. Aí só adotei e passei pra frente.

Wigglytuff-GX - HIF (42)
.
Matheus (PBN): Questão polêmica: Sonic ou Pokémon?

Wesley (SHSuperSonic): Sonic. Querendo ou não, é a franquia que me fez me apaixonar por jogos e a indústria do entretenimento como um todo. Foi a franquia que me abriu as portas para esse mundo.

Matheus (PBN): Como jogador, você pretende investir mais no Pokémon TCG físico com o retorno dos torneios oficiais?

Wesley (SHSuperSonic): É uma boa pergunta, costumo normalmente usar de 2 a 3 decks durante a temporada toda por questões financeiras. Querendo ou não, o jogo deu uma encarecida, continuarei investindo o necessário.

Matheus (PBN): Além do Pokémon, você tem contato com outros card games?

Wesley (SHSuperSonic): Atualmente só Pokémon. Já conheci outros card games como Yu-Gi-Oh e Magic, mas atualmente somente Pokémon.

Matheus (PBN): 
Para finalizar: qual outra personalidade do Pokémon TCG você recomendaria para ser entrevistada pela PBN no futuro?

Wesley (SHSuperSonic): 
Cara, tem tantas pessoas que é difícil escolher só uma, hein, mas acho que recomendaria o Interfectoris, é um camarada que gosto muito na comunidade!

Matheus (PBN): 
Em nome da equipe da Pokémon Blast News, agradeço sua participação! Se quiser deixar uma mensagem final pros leitores, fique à vontade.

Wesley (SHSuperSonic): 
Obrigado pelo bate papo! É sempre bacana bater um papo com a galera!  Queria só deixar o convite para jogar o nosso Carteado nas terças-feiras! Vai ser um ótimo aquecimento para os eventos físicos!!

* No dia seguinte à finalização da entrevista, a The Pokémon Company International liberou mais informações sobre o Pokémon TCG Live, incluindo o anúncio de uma versão beta disponível exclusivamente no Canadá a partir do dia 22 de fevereiro. Saiba mais clicando aqui

Conclusão

Para conhecer o conteúdo do SHSuperSonic ou entrar em contato com ele, você pode acessar qualquer uma de suas várias redes sociais e plataformas:


Para mais artigos e matérias relacionadas a Pokémon, fique atento à Pokémon Blast News, especialmente em nosso menu dedicado ao TCG!

Post Top Ad