Estratégia Fora do Meta: Deck Rogue é uma Opção Viável? - Pokémon Blast News

Novidades

Ad superior

28/05/2021

Estratégia Fora do Meta: Deck Rogue é uma Opção Viável?

Deck Rogue Pokémon TCG

Por: Jhow Marquez (Insta: @jhowmarquez; Twitter: @jhowmarquez; Twitch: twitch.tv/jhowmarquez; Youtube: youtube.com/jhowmarquez)

Olá, treinadores! Meu nome é Jhow, e hoje eu estou aqui para compartilhar um caminho e estratégia do Pokémon TCG que gera muita frustração, mas também pode garantir boas risadas e momentos únicos: é o caminho dos decks rogues.

Para entender melhor essa estratégia, é importante explicar sobre o que é o metagame: todo jogo competitivo possui um, e Pokémon TCG não é diferente. Ele nada mais é do que um grupo de decks e estratégias que demonstram maior efetividade e comandam os campeonatos. Alguns exemplos são: ADP, Pikarom, Urshiful Golpe Fluido, Lucmetal, Mew3, Victini VMAX, Eternatus VMAX, entre outros.


Com o metagame claro em mente, explicar os decks rogues se torna um pouco (um pouco mesmo) mais fácil. Eles são conhecidos por terem uma abordagem anti-metagame e, em sua maioria, são desenvolvidos para combater dois ou três decks mais fortes do formato, aceitando que podem ser inúteis para os demais. Esse tipo de estratégia de jogo precisa ser bem estudada e desenvolvida, pois não é um caminho simples de se seguir - mas quando seu propósito de criação é alcançado e vitórias acontecem, não há sentimento melhor para o jogador.

Com o fácil acesso a informações sobre campeonatos e listas, atualmente se torna mais difícil achar um deck que permaneça na categoria Rogue por muito tempo, pois basta uma lista diferente alcançar grandes colocações que ela acaba sendo rapidamente replicada e jogada por diversos jogadores. Temos vários exemplos que foram criados como rogue e conseguiram seu lugar no meta: Spiritomb e Jynx, Decidueye e Obstagoon e Festa Maluca são os mais conhecidos.

Deck Rogue Comuns Pokémon TCG

Conversando com outros colegas, chegamos à conclusão que o próprio time de desenvolvimento da Pokémon nas últimas coleções já não têm elaborado cartas de maneira avulsa para o jogo, mas verdadeiros combos, que podem dar início a decks para que cartas simples e baratas ganhem mais espaço no cenário. Afinal, para quem já pesquisou ou está montando um deck atualmente forte do metagame, sabe que o custo é alto, e a maioria dos decks rogues já criados surgiram de cartas pouco valorizadas estratégica e monetariamente - por isso costumam ter valor baixo.

Como exemplo de deck rogue forte e que veio na nova coleção Estilos de Batalha, quero falar sobre a dupla Salazzle e Weepinbell que, quando foram anunciadas no exterior, já tinham chamado minha atenção. Vamos falar sobre sua mecânica principal.

Decklist Salazzle / Weepinbell

A lista abaixo é um esboço da ideia que eu tive:


Salazzle


A Salazzle é a única atacante nessa lista. Nessa estratégia, o único ataque utilizado é o Calcinação Sarcástica: ele causa 90 pontos de dano por cada Condição Especial que o Pokémon ativo do oponente estiver sofrendo. “Mas Jhow, ele por si só não faz nada”. É verdade, por isso eu disse que o Salazzle foi lançado para fazer combo com a nossa próxima carta.

Weepinbell


Weepinbell é quem arma o ataque do Salazzle, com a sua habilidade Mucosa Perigosa. Ela diz que, quando você joga o Weepinbell da sua mão para evoluir um Bellsprout durante o seu turno, você poderá deixar o Pokémon ativo do seu oponente Envenenado e Queimado.

Aqui já começa a mágica da matemática e do deck. Apenas com o uso dessa habilidade, Salazzle já consegue causar 180 de dano e, apenas com esse dano, cartas como Dedenne-GX e Crobat V - que são cartas comuns em quase todo baralho do metagame - são nocauteados e garantem dois prêmios.

Contudo, não podemos esquecer do dano causado pelas Condições Especiais: o Envenenado causa 10 pontos de dano por turno que o Pokémon ativo do oponente continuar envenenado; e a condição Queimado causa 20 pontos de dano ao Pokémon ativo do oponente. Vale lembrar que, ao ser queimado, no final do turno o Pokémon vai tomar os 20 de dano (no fim do turno, o oponente joga uma moeda, se der cara a condição queimado é curada, se der coroa, o coitado do ativo continua pegando fogo). Vamos lá:

O ataque da Salazzle causa 90 pontos de dano por cada condição X habilidade do Weepinbel causam duas condições especiais = 180 de dano + 10 de dano por envenenado + 20 de dano por queimado = 210 pontos de dano no total.

Não pararemos por aqui. Ainda é possível aumentar esse dano dentro da estratégia da decklist: temos duas cartas treinador que auxiliam.

Corneta da Equipe Yell


Como já apresentado na descrição da carta, ela deixa ambos os Pokémon Ativos confusos. A ideia é que essa carta seja usada quando você for evoluir o Salandit para Salazzle, pois quando evoluir um Pokémon, o efeito que estava sobre a pré evolução é cancelado. Pode ser usado também em um dos Pokémon que não seja o atacante para que você consiga recuar usando a prancha de retorno.

Armadilha do Koga


É uma carta apoiador que causa dois tipos de Condições Especiais também, já que deixa o Pokémon ativo do oponente Confuso e Envenenado. Eu sei que o Weepinbell já gera o Envenenado, então nesse caso Koga serve tanto para gerar a terceira condição quanto para ajudar a atrasar o jogo do oponente com o Confuso. Então vamos lá novamente:

90 de dano por cada condição X 3 condições principais do deck ativa no Pokémon ativo do oponente (Queimado, Envenenado e Confuso) = 270 pontos de dano + 10 (envenenado) + 20 (queimado) = 300 pontos de dano no total!

Com esse total de dano, cartas GX, TAG TEAM e V são completamente nocauteados sem sombra de dúvida. Agora, em relação aos VMAX do metagame, por pouco não alcançamos (por apenas 10 de dano - Victini VMAX se salva; por 20 pontos - Centiskorch VMAX, Corviknight VMAX; por 30 e 40 pontos - os Urshiful VMAX (golpe fluido e decisivo) e, por fim, Eternatus VMAX).

Para esses casos, há algumas cartas que podem funcionar melhor na lista, isto é, outras cartas que podem ter uma utilidade. Mas como eu comentei no começo, a estratégia de se criar um deck rogue tem que ser estudada e muito trabalhada. Segue alguns exemplos:

Leon


Leon é um apoiador que vai ajudar Salazzle a nocautear os VMAX na casa dos 330HP para buscar aqueles tão merecidos 3 prêmios, pois dada a dificuldade de se fazer toda a estratégia do combo rodar, mais o item e o apoiador, você merece demais os três prêmios...

Toxicroak


É o Pokémon que pode ajudar em combinação com o Weepinbell, pois a habilidade Veneno a Mais diz que você deve colocar dois contadores de dano a mais nos Pokémon envenenados do seu oponente durante o Check Up. Dessa maneira, causará 30 de dano ao invés de apenas 10 do Envenenado.

E sim, na elaboração do deck temos que levar em consideração o espaço para mais um Pokémon, a quantidade de cópias e a sua efetividade. A mesma ideia serve para o próximo Pokémon.

Parasect


Parasect, diferente de Toxicroak, vai combar com as cartas de treinador e ainda por cima gerará dano no Pokémon ativo do oponente com uma condição especial, que a princípio não causa dano por si só, sem que o oponente ataque (em que o Pokémon confuso, se for atacar, deve-se jogar uma moeda - se der cara, ele efetua o ataque mas continua confuso; se der coroa, ele toma 30 de dano). Me refiro à condição Confuso, já que a habilidade de Parasect diz que você deve colocar dois contadores (20) de dano no Pokémon Confuso do oponente entre as vezes de jogar.

Conclusão

Eu, particularmente, vejo potencial nesse deck. Ele é bastante explosivo quando completa toda a sua estratégia e, como um bom rogue, tem as suas dificuldade. Fazer o combo funcionar toda vez é, atualmente, uma das dificuldades a ser trabalhada. Como comentado no começo, ele já é um deck nascido para focar os grandes Pokémon, sendo assim, tem uma falha em relação ao tempo de jogo contra decks de um prêmio. Controlar o banco também é um ponto a ser treinado, mas rogue bom é aquele que, mesmo em meio às suas limitações, atinge o objetivo para o qual foi criado exclusivamente (dar risada e ser budget).

Mas agora é sua vez: o que acha da ideia desse deck? E sobre decks rogues? Já jogou alguma vez com algum? Tem boas ou não tão boas lembranças até mesmo contra algum? Deixa aí nos comentários!

Agradeço demais a oportunidade e espaço dado pela Pokémon Blast News, espero que tenham curtido o papo, me sigam nas redes sociais, apareçam na live e até a próxima!

Post Top Ad