Pokémon TCG - O PTCGO no Foco do Competitivo - Pokémon Blast News

Novidades

Ad superior

27/07/2020

Pokémon TCG - O PTCGO no Foco do Competitivo


Em 31 de março, em meio às preocupações intensas a respeito do coronavírus, a The Pokémon Company International (TPCi) cancelou totalmente a temporada de Pokémon TCG de 2020, incluindo de Ligas em lojas ao World Championship, que estava programado para 14 a 16 de agosto.

Nesse momento, surgiu uma incógnita para toda a comunidade. Os lançamentos das coleções não foram afetados, o que significava que os colecionadores não seriam tão afetados, mas como o lado competitivo do card game poderia sobreviver sem eventos, encontros e campeonatos, que sempre foram o que lhe deram vida?

A resposta estava em algo há muito tempo deixado um pouco de lado pela Pokémon Company e até mesmo por boa parte dos jogadores: o Pokémon TCG Online (PTCGO), a plataforma digital oficial do Pokémon TCG.


Apesar da sua importância para os criadores de conteúdo (streamers e youtubers), o PTCGO, em geral, nunca apresentou grande relevância competitiva, assumindo muito mais um papel de ferramenta complementar ao jogo físico ou apenas um jogo para diversão. No entanto, naquele momento, era evidente que esse era o melhor recurso disponível para manter o Pokémon TCG vivo, de modo que o foco se voltou para ele. Faltava apenas o primeiro passo.

Limitless Series e seu impacto

Tal passo foi dado pela equipe europeia de PTCG competitivo e produção de conteúdo Limitless. Entre o meio de abril e o fim de maio, a Limitless organizou quatro torneios beneficentes totalmente onlines, gratuitos e abertos para pessoas de todo o mundo. Cada um deles teve cerca de 1000 participantes (sendo que último chegou a incríveis 1303), somando mais de 4000 participações.

Ocorreu ainda mais uma competição, em junho, com os 12 melhores classificados no ranking das quatro anteriores e influencers convidados. Desse modo, encerrou-se o denominado Limitless Series.


O Limitless Series tornou-se um marco enorme não só pela quantidade de inscritos, mas também por seu impacto, a comoção criada, a busca pelas melhores listas, a interação entre jogadores de todo local e idade e até a intensificação da venda de códigos e produtos onlines, aliada à valorização do Pokémon TCG Online.

Além disso, os torneios da Limitless foram e são até hoje a melhor referência do meta que temos desde o lançamento do bloco Sword & Shield (Espada e Escudo), carregando de forma pouco discutível o título de mais marcante evento de Pokémon TCG do primeiro semestre. 


Players Cup e críticas

Já observando o sucesso das duas primeiras fases do Limitless Series, no dia 14 de maio a Pokémon Company anunciou o primeiro torneio oficial da história a utilizar o PTCGO como plataforma. A Players Cup, que também teria vertentes no Pokkén Tournament DX e no Pokémon VGC, foi assimilada como substituta do World Championship deste ano, equivalente ao mundial.


No entanto, apesar de inicialmente parecer uma boa iniciativa, muito descontentamento surgiu, principalmente a respeito dos critérios de classificação. O sistema foi o seguinte: tornaram-se elegíveis os melhores rankeados durante o mês de junho com base no modo de jogo “EVENTOS” (que consiste em mini torneios de 8 jogadores que ocorrem continuamente dentro do PTCGO).

Essa escolha acarretou uma série de críticas, pois:

  • O anúncio foi feito menos de 3 semanas antes do ranking ser iniciado, e os tickets utilizados como entrada em EVENTOS são ganhos de forma lenta e limitada dentro do jogo, de forma que as pessoas que não jogavam muito o PTCGO anteriormente tiveram pouca chance de classificação, incluindo boa parte dos jogadores competitivos do físico;
  • Por outro lado, o anúncio também veio logo após o lançamento da coleção Rebel Clash (Rixa Rebelde), de modo que muitos dos jogadores mais frequentes gastaram ou viriam a gastar seus tickets para adquirir as novas cartas (vale ressaltar que o modo EVENTOS é a única forma de adquirir boosters e cartas trocáveis dentro do próprio PTCGO, isto é, desconsiderando o resgate de códigos de produtos físicos);
  • Outra questão levantada foi a de que o PTCGO não é tão limpo de bugs nem tem servidores tão estáveis quanto se espera de uma plataforma que vai receber uma competição oficial de grande escala.


De toda forma, a Pokémon Company manteve sua decisão e no dia 11 de julho teve início a fase classificatória regional da Players Cup, com 256 competidores de cada continente (128 para Oceania) disputando entre si, dos quais os 4 melhores (3 para a Oceania) garantiriam vaga no fase final do torneio, que vai dar ao vencedor uma viagem completa para o próximo World Championship [No momento em que este artigo foi publicado, a competição ainda estava em andamento].

Com o lançamento de Darkness Ablaze (Escuridão Incandescente), no dia 14 de agosto, e a chegada da rotação, em 28 de agosto, a Players Cup será o último grande torneio no formato UPR – RCL, assim como o único oficial.

Liga em Casa

À medida que as medidas preventivas ao COVID-19 se intensificaram e a temporada foi cancelada, a maioria das lojas dedicadas a Pokémon TCG e card games em geral precisaram, inevitavelmente, ter seu funcionamento limitado. O prejuízo, com eventos e vendas reduzidos, era iminente, mas isso não fez lojistas nem consumidores ficarem parados, tampouco a Pokémon Company. Assim nasceu o projeto League at Home, ou Liga em Casa.

Ligas são formadas, basicamente, por jogadores e colecionadores que se reúnem em lojas para jogar, treinar, discutir, fazer trocas, etc. Quando oficiais, ou seja, organizadas em acordo com a TPCi, as ligas dão ainda prêmios especiais aos seus membros, como cartas e itens promocionais, também conhecidas como “promos de liga”.


Com o projeto Liga em Casa, lojas foram não só autorizadas, como encorajadas a manter “Ligas online”, que permitem inscrições de qualquer um com uma conta do PTCG Online regularizada na Play! Pokémon (divisão da Pokémon Company dedicada às práticas competitivas), dando a todos a chance de ganhar códigos de cartas e itens para a plataforma digital sem precisar sair de casa, enquanto os lojistas receberam a oportunidade de promover seus negócios.


Atualmente, mesmo sem participar de uma Liga, é possível encontrar sem dificuldade diversos eventos online no Brasil e no mundo, o que evidencia o esforço da comunidade para se manter ativa durante estes meses difíceis.

O futuro

Apesar do observável sucesso da temporada considerando as dificuldades impostas pela situação atual, ainda é utópico pensar que o Pokémon TCG Online continuará recebendo tanto foco após a retomada das atividades no físico.

Como citado na introdução, o PTCGO há muito tempo deixou de receber a devida atenção pela TPCi e, consequentemente, pelos jogadores. Ainda que eficiente como complemento ao PTCG físico, a plataforma falha em ser independente, devido à falta de diversidade de modos e recursos que instiguem as pessoas a continuarem utilizando-o. Tal falta de atenção fica ainda mais evidente quando notamos a ausência total de microtransações, principal forma de um jogo gratuito render lucros. 


No entanto, pelo menos pelo resto do ano, a temporada online não deve parar. Já foi anunciado, por exemplo, o Pokémon TCG Online Global Championship 2020, ou POG 2020, torneio não-oficial de grande porte patrocinado pela loja Atlas Collectables e marcado para os dias 22 e 23 de agosto. As inscrições, inclusive, já estão abertas. 


Pessoalmente, como amante do Pokémon TCG e do Pokémon TCG Online, torço para que tudo que foi comentado neste texto influencie os responsáveis a deixarem de olhar apenas as cartas de papel e lembrarem das cartinhas de pixels, cartinhas estas que permitiram que pessoas de toda parte do mundo participassem de grandes torneios sem precisar investir grandes quantias em decks ou viagens.

Não seria exagero dizer, talvez, que esta é a temporada de Pokémon TCG mais democrática que já existiu.


Matéria escrita por: Matheus Fearinn

Post Top Ad