Análise: Pokémon Sword e Shield - The Isle of Armor - Pokémon Blast News

Novidades

Ad superior

26/06/2020

Análise: Pokémon Sword e Shield - The Isle of Armor

Pokémon The Isle of Armor

Após seis meses do lançamento de Pokémon Sword e Shield, somos convidados a explorar novos elementos da região de Galar com a primeira parte do Passe de Expansão de Pokémon Sword e Shield. Neste primeiro momento viajamos para a Ilha da Armadura (The Isle of Armor), enquanto a segunda parte se passará em The Crown Tundra.

A seguir você confere a nossa análise sobre Isle of Armor:

Kubfu

Kubfu

A história se passa em torno do Pokémon Lendário Kubfu, que o jogador recebe do Mestre Mustard do Dojô após completar três desafios bem simples. Mustard é o veterano da ilha e foi o campeão invicto da região de Galar por muitos anos, até mesmo sendo tutor de Leon.

Quando Kubfu se une ao treinador, Mustard sugere que você fortaleça os laços de amizade com o novo Pokémon. Para isso, é necessário interagir com três membros do dojô que estão espalhados em diferentes partes da ilha. O jogador pode consultar estes locais através das dicas do mapa.

Retornando para o Dojô, Mustard diz ao jogador que o desafio final está em uma das duas torres da Ilha da Armadura, uma com especialidade no tipo Água (Tower of Waters) e outra com especialidade no tipo Sombrio (Tower of Darkness). O jogador deve optar por desafiar os treinadores de uma dessas ilhas com apenas Kubfu em seu time.

Para entrar em uma destas torres, Kubfu deve ter alcançado pelo menos o nível 75. Vale lembrar que o jogador recebe o Pokémon Lendário no nível 10. No entanto, o nível pode ser facilmente alcançado com itens do tipo Exp. Candy que o jogador recebe em Raid Battles.

Cada torre possui cinco andares, com um treinador a ser desafiado em cada uma deles. Os Pokémon desafiados aqui são Zorua, Scraggy, Inkay e Krokorok. São batalhas 1x1, bem rápidas e sem qualquer dificuldade. No último nível está Mustard, que desafia o jogador também com um Kubfu. Se você ensinar o movimento Aerial Ace ao Kubfu no nível 12, o tipo Voador será efetivo contra o Kubfu de Mustard, que também vai usar este movimento contra você.

Ao final do desafio, Kubfu poderá evoluir para Urshifu. Ele assumirá a forma Single Strike Style se o jogador estiver na Tower of Darkness ou a forma Rapid Strike Style se o jogador estiver na Tower of Waters.

Retornando ao Dojô, o jogador encontrará Hop que acabou de chegar na ilha para investigar novos mistérios. O jogador e Hop terão que derrotar um Vespiquen Dynamax na Honeycalm Island para conseguir o ingrediente Max Honey. Este ingrediente é usado na Max Soup para permitir que Urshifu assuma sua forma Gigantamax.

Em seguida, Mustard vai desafiar o jogador para uma batalha final e usará como triunfo o Urshifu que possui a forma oposta ao Urshifu do jogador. Este é o maior desafio da Ilha da Armadura, pois os Pokémon de Mustard estarão acima do nível 70! Após derrotar Mustard, a história principal estará concluída.

A fórmula do modo história é bem simples: conseguir Kubfu, fortalecer os laços com o Pokémon, evoluir Kubfu para Urshifu, para então conseguir a forma Gigantamax. É possível completar tudo isso em duas ou três horas de jogo, iludindo qualquer treinador que esperava um pouco mais de história nesta expansão.

Novos Personagens

Klara Avery Pokémon Isle of Armor

O jogador encontrará novos personagens cativantes em Isle of Armor, como Klara (Pokémon Sword) ou Avery (Pokémon Shield). Estes treinadores recepcionam o jogador na ilha, porém fazem de tudo para impedi-lo de chegar ao Dojô. A motivação deles é se tornarem alunos do Dojô, por isso não queriam outro treinador em seus caminhos.

Apesar da história envolvendo Klara e Avery, nota-se que a participação deles é bem pontual. O maior destaque fica para a presença de Slowbro de Galar em seus times, que é uma das novidades deste Passe de Expansão. Particularmente, eu esperava mais presença deles na expansão dado os materiais de divulgação da DLC.

O jogador também conhecerá Honey, a esposa de Mustard. Sua principal participação é realizar melhorias (upgrades) no Dojô à medida que o jogador doa Watts recolhidos nos Dens. O jogador precisará de milhões de Watts para realizar todas as melhorias, literalmente! O jogador precisará doar 1 milhão de Watts para poder batalhar contra Honey uma vez por dia, e 3,28 milhões de Watts para conseguir seu raro League Card. Honey também é conhecida por ter criado a Max Soup, uma sopa que pode ser consumida por determinados Pokémon que torna possível que eles assumam a forma Gigantamax. É através desta sopa que o seu Pokémon inicial poderá assumir a nova forma Gigantamax.

Outro personagem de destaque na ilha é Hyde, o filho de Honey e Mustard. Com muita engenhosidade, ele foi o criador do Cram-o-matic, um robô Cramorant que cria novos itens a partir de quatro itens aleatórios selecionados pelo jogador. Com algumas combinações poderosas, os jogadores podem obter itens competitivos como Ability Capsule e Gold Bottle Cap, além de raras poké balls com a Safari Ball e Sport Ball, que são reintroduzidas pela primeira vez aqui. Hyde também dá um Porygon de presente ao jogador.

Novos Pokémon e Formas Regionais

Pokémon Inicial Gigantamax Galar

Nesta primeira expansão de Pokémon Sword e Shield, dois novos Pokémon lendários são encontrados: Kubfu e Urshifu.

A única forma regional incluída aqui é o Slowpoke de Galar, que evolui para Slowbro de Galar. Há também sete novas formas Gigantamax para os Pokémon: Urshifu Single Strike Style, Urshifu Rapid Strike Style, Cinderace, Rillaboom, Inteleon, Blastoise e Venusaur.

Inclusive, o jogador poderá escolher entre Bulbasaur e Squirtle para ganhar de presente. O inicial de Kanto que não for escolhido poderá ser desafiado na batalha contra Honey.

A estratégia de incluir novas formas e Pokémon através das expansões é um forte apelo para os jogadores mais assíduos da franquia. Sem o passe de expansão, não é possível conseguir as formas Gigantamax exclusivas nem mesmo os lendários, a menos que você troque com um amigo. Na Ilha da Armadura, nota-se um interesse evidente em aumentar o leque de Pokémon Gigantamax como uma característica específica da região de Galar. Quem quer ficar sem as novas formas e Pokémon exclusivos? Isso é sempre um chamariz para os fãs consumirem os produtos da franquia.

Expansão da Pokedex

Isle of Armor Pokedex

Isle of Armor possui uma Pokedex única que conta com a presença de vários Pokémon de outras regiões que não podiam ser encontrados em Galar.

Esta expansão do número de Pokémon disponíveis em Pokémon Sword e Shield foi disponibilizada através de uma atualização a todos os jogadores, tanto para os que compraram o conteúdo adicional quanto para os que não compraram.

Um destaque é a presença de Magearna nesta Pokedex, que pode ser obtida somente através de transferência do Pokémon HOME.

Quando o jogador completar a Pokedex de Isle of Armor, ele receberá o item Mark Charm, que aumenta as chances de um Pokémon capturado ter uma marca distintiva.

É uma adição muito bem-vinda, embora uma grande parte dos jogadores ainda se apoiem sobre o argumento de que todos os Pokémon deveriam estar disponíveis desde o lançamento de Pokémon Sword e Shield.

Pokémon seguindo o treinador

Pokémon Seguindo Treinador

Um dos elementos que mais chamaram a atenção dos jogadores certamente foi o retorno da funcionalidade que permite os Pokémon seguirem o treinador no mapa. Isso se torna possível assim que o jogador recebe Kubfu no Dojô.

Duas características a se mencionar: a escala de altura do Pokémon foi respeitada em relação ao tamanho do treinador e a velocidade do Pokémon. As espécies Shiny podem ser vistas no mapa com sua coloração rara também.

Quanto à velocidade, as espécies mais lentas vão demorar mais para alcançar o treinador enquanto ele estiver correndo. Apesar de ter o Pokémon seguindo o treinador como uma das coisas mais bacanas na ilha, o jogador pode se incomodar com isso em alguns momentos. Na minha experiência, Drednaw sempre ficava muito para trás porque os passos do jogador já são acelerados naturalmente.

Caçando Diglett

Diglett Hunt

Este recurso é apresentado ao jogador assim que ele chega na ilha, no caminho para o Dojô. Um treinador precisa encontrar 150 Diglett de Alola que estão espalhados e escondidos por toda a ilha. O responsável por fazer isso é você!

No ambiente, o jogador consegue identificar apenas os fios amarelados de Diglett sobre o solo. Isso se torna um verdadeiro desafio, pois não é tão fácil encontrá-los sem um olhar cuidadoso. À medida que o jogador vai encontrando mais Diglett de Alola, vários Pokémon de Alola são oferecidos como presente, com exceção de um Slowpoke de Kanto.

O objetivo aqui é engajar os jogadores a explorarem os novos cenários com olhares atentos em todos os cantos, além de estender o tempo de jogo na ilha. Uma boa adição para entreter os jogadores e tornar possível a obtenção de várias Formas de Alola.

Comentários Finais

A história principal de Isle of Armor não é longa, e pode ser completada com bastante rapidez se o jogador utilizar os itens Exp. Candy para subir o nível de Kubfu rapidamente. Particularmente, eu senti falta de mais interações com Klara e Avery. Assim que a história deles começa a ficar interessante, eles já são relegados à segundo plano. Eles tinham mais potencial. No geral, a sensação é que poderia ter algo a mais aqui como história principal.

Esta falta é compensada com os diversos novos elementos que estão presentes na ilha para alongar o tempo dedicado pelos jogadores aqui. O principal recurso que cumpre este papel, sem dúvida, é caça aos Diglett de Alola escondidos pela ilha. O jogador também pode gastar mais tempo completando a nova Pokedex e encontrando centenas de itens escondidos. Há também muitas novas Dens e possibilidades de Max Raid Battles.

Um outro ponto que considero importante mencionar é que temos um modo história acontecendo pela primeira vez em mundo aberto. Enquanto a Wild Area é restrita para as Max Raid Battles e encontros com Pokémon, aqui temos uma Wild Area acontecendo junto à história de Kubfu. Você pode estar jogando em um ambiente com vários outros treinadores ao mesmo tempo que completa a história da ilha.

No entanto, esta experiência é um pouco afetada quando você está jogando no modo portátil. Eu observei alguns leves engasgos enquanto jogava com vários treinadores na tela. Por isso, preferi desativar a conexão com a internet enquanto estava no modo história em alguns momentos.

Isle of Armor é um convite para explorar um pouco mais a região de Galar. Ela está repleta de facilidades e presentes para os jogadores que compraram o Passe de Expansão. É possível observar o esforço da Pokémon Company em facilitar o acesso a itens e Pokémon competitivos, e isso é expandido aqui. Mas a sensação final é de que a história acaba rápido demais, e tudo que sobra são 17 áreas como uma simples expansão da Wild Area.

Acredito que o foco maior no desenvolvimento de uma história acontecerá em The Crown Tundra, enquanto em Isle of Armor o objetivo tenha sido construir mais interações entre Pokémon e treinadores, a exemplo do método de evolução de Kubfu, os encontros com Diglett de Alola no mapa e o Pokémon te seguindo.

Não seria justo dar uma nota aqui, considerando que o Pokémon Sword e Shield Expansion Pass possui duas partes e até o momento tivemos acesso a apenas uma delas. Para uma primeira experiência de conteúdo adicional em um jogo principal da franquia, a experiência foi agradável, mas ressalto a necessidade de investir em um modo história mais robusto nas próximas adições.

Deixamos nossos agradecimentos à Nintendo por ter disponibilizado uma chave de acesso de Pokémon Sword e Shield Expansion Pass para esta análise.

Post Top Ad