Reporte: Anime Friends 2017 e os shows da minha vida!






Salve, salve, meus queridos e minhas queridas!
Quem vos fala, mais uma vez, é Kinho e hoje venho contar mais sobre a nossa experiência na Anime Friends 2017 que rolou aqui em São Paulo nos dias 7, 8 e 9 de Julho, no Transamerica Expo Center!


Os leitores GiuliaAndré Jooy fazendo cosplay de Moon, Alolan Ash e Lillie, respectivamente


Primeiramente, gostaria de elogiar a organização do evento uma vez que esse foi, de longe, o melhor espaço que já sediou este que é o maior evento de anime e cultura japonesa da América Latina. Sou frequentador desde 2007 - é, tô velho D: - e, até então, nunca havia visto um espaço melhor que o atual.
Como mencionei antes, levei meu filho Yuri de quatro anos de idade e ele, simplesmente, adorou. Não tivemos problemas com "muvucas" nem filas quilométricas ou sequer pessoas atropelando as outras. Fui capaz de deixar ele um pouquinho mais solto pelo espaço sem problema algum. Não foi necessário ficar segurando sua mão o tempo todo pois as pessoas estavam bastante espaçadas, reduzindo bastante o risco de alguém derrubá-lo ou coisa parecida.


Nessa hora, ele ficou bravo comigo porque não o deixei sair correndo por aí :(


Lá havia uma espécie de castelo inflável gigante com o logo das Meninas Superpoderosas que contava com um escorregador, hahaha! Esse local, inclusive, foi onde meu filho e muitas outras crianças passaram grande parte do evento. Por mais que fosse limitado a 4 minutos de brincadeiras, os babys sempre voltavam pra fila correndo pra ir de novo. Devo salientar que, neste brinquedo, também iam crianças "maiores", mas a orientadora sempre fazia com que os maiores fosse com os maiores e os pequenos com os pequenos.
Gostei bastante desse cuidado.

Na praça de alimentação, havia bastante variedade de fornecedores: Domino's Pizza, Bob's e um estande muito grande vendendo o elixir da vida dos otakus: o Mupy. A Taverna Medieval - restaurante temático situado na região da Vila Mariana aqui em São Paulo, SP - foi pra lá com seus hambúrgueres sensacionais e três tipos de poções mágicas inspiradas nos MMRPGs: Poção de Mana, de Vida e de Estamina. Cada uma delas era feita de Mupy com alguns ingredientes especiais, porém nada alcoólico.

Este mesmo aqui que vos fala levou pra casa o recipiente de poção de uma dessas bebidas, hehehe.


Encontrei essa D.va, personagem de Overwatch, andando próxima do estande da Domino's <3

Dentre as diversas apresentações, tivemos Takumi Tsutsui, o Jiraiya; Guilherme Briggs, o dublador de Buzz Lightyear; alguns YouTubers e o grupo idol sul-coreano, BLANC7. Neste último, eu escutei mais os gritos das k-popeiras histéricas do que a música dos caras. Falo sério, hahaha!

Mas essas não foram as únicas atrações. Sendo sincero, a principal atração era o visitante!

Cosplays muito bons encantaram à todos. Crianças e nós, adultos. Era possível ver tudo quanto é tipo de cosplay. De Ranger Azul a uma família fofa DEMAIS onde o pai estava vestido de Chapeleiro Maluco, a mãe de Rainha de Copas e a filhinha pequena de Mini Alice! <3
Cara, falando em cosplay bom, tava rolando uma espécie de Hospital do Capiroto onde você entrava e saía correndo de um monte de gente desfigurada e que contava até com uma menina que parecia a Samara - isso se não fosse mesmo -  te convidando, da porta, pra entrar.
EU HEIN!


Melhor cosplay familiar que você respeita *-*


Nos estandes, as Actions Figures dominaram. Me atrevo a dizer que nesta 15ª edição foi a que eu mais vi esse tipo de souvenir à mostra. Além delas, chaveiros, mangás, revistas, HQs, camisetas, mochilas, almofadas, toalhas e pôsteres também puderam ser encontrados aos montes.
A Panini colou lá e levou seus melhores nomes junto. Era possível - se você tivesse paciência e chegasse cedo -  encontrar volumes antigões de Dragon Ball e Naruto.

Ainda nessa parada de estandes, o da Saga foi, na minha opinião, o mais frequentado. Lá, você podia jogar Just Dance (temos vídeos do Math, nosso CDC, arrasando em uma coreografia *-*) além de poder se aventurar em games com realidade virtual. Era possível, inclusive, jogar Dragon Ball FighterZ e Ni no Kuni II: Revenant Kingdom, destaques da E3 de 2017.

No Palco de Animeke, muitas pessoas arrebentaram cantando temas de Pokémon, Tokusatsus, Cavaleiros do Zodíaco. Pra quem curte mais mexer o esqueletão, teve uma galera que mandou bem demais nos covers de coreografias de K-POP. Eu, particularmente, não gosto. Mas tenho de admitir que esse pessoal era bão mesmo!

Eu, como bom fã de música, considero como pontos mais altos os shows de Asian Kung-fu Generation - intérpretes de anime songs como "Haruka Kanata" e "Blood Circulator", ambas de Naruto; "After Dark" de Bleach e "Rewrite" de Fullmetal Alchemist - e de T.M. Revolution, intérprete de "Invoke", música tema de Mobile Suit Gundam SEED e da minha música preferida de todos os tempos do meu anime preferido Rurouni Kenshin - Samurai X, aqui no Brasil - , "Heart of Sword". Fiquei tão emocionado na hora que até chorei e esqueci de filmar, rs.


Esse foi um momento no qual esses dois estavam tentando falar português KKKK


E esta é, nada mais nada menos, que Asian Kung-fu Generation <3 <3


Como frequentador mais antigo, confesso que senti bastante falta das salas temáticas que podíamos encontrar aos montes quando o evento era sediado por universidades. Fiz muitos amigos nessas salas e acho que essa parte deixou a desejar um pouco.
Não diria que o evento perdeu a identidade, claro que não. Entendo que o intuito é sempre atingir mais e mais pessoas, aumentar o seu público e sempre crescer. Só que, na minha opinião, isso não significa que deva perder totalmente as raízes.
Há uns 10 anos, víamos muitas plaquinhas dando abraços grátis, "cospobres" e outras coisas que rendiam muitas risadas. Atualmente não. Hoje o cosplay se tornou algo profissional demais, ao meu ver e isso, consequentemente, reduziu consideravelmente a quantidade de pessoas brincando de ser seu personagem favorito.


Agradeço profundamente à Yamato e à toda a equipe por terem concedido à Pokémon Blast News, mais uma vez, a honra de ter uma credencial de imprensa. Agradeço à vocês, leitores, por continuarem conosco e nos ajudarem, dia após dia, a sermos melhores e maiores.

Um beijo na alma de todxs vocês e peço desculpas pelas fotos nada profissionais, rs.


VALEU, YAMATO!



0 Comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após a aprovação.
Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

A PBN agradece a sua participação!