Pokémon Legends: Arceus - Como Hisui transformou-se em Sinnoh? (Parte 1) - Pokémon Blast News

Novidades

Ad superior

12/05/2022

Pokémon Legends: Arceus - Como Hisui transformou-se em Sinnoh? (Parte 1)


Em Pokémon Legends: Arceus, Hisui é caracterizada como uma região vasta e inexplorada, com pontuais assentamentos humanos, sendo esses, principalmente, compostos por membros dos clãs Diamond e Pearl. Com a imigração de indivíduos de outras regiões, sejam fugindo de conflitos e da destruição causada por Pokémon ou com objetivos de investigação científica, formou-se um novo e  importante assentamento para o desenvolvimento da futura região de Sinnoh, a Jubilife Village.

É justamente essa vila que dá origem a Jubilife City, e é a partir daqui que iniciaremos nossos esforços em compreender como, geograficamente, Hisui tornou-se Sinnoh. 

Antes de começar, entretanto, acho importante declarar quais serão as ferramentas de análise usadas nessa matéria. Em nosso mundo, a formação e o deslocamento de grandes massas de terra são resultado da movimentação do magma, seja abaixo da crosta terrestre ou em erupções. A configuração atual dos continentes, ou seja, sua localização, é fruto de tal movimentação do magma ao decorrer de milhares de anos. 

No mundo Pokémon, por sua vez, a informação que se tem sobre a criação das regiões é nos dada por meio dos mitos de Sinnoh e de Hoenn. Três são os Pokémon envolvidos no processo: Groudon, Kyogre e Regigigas

Groudon é dito como o ser responsável por criar e expandir a massa terrestre do planeta:

Ruby Groudon tem sido descrito na mitologia como o Pokémon que ergueu a terra e expandiu os continentes. Esse Pokémon adormeceu após uma batalha cataclísmica contra Kyogre.
Emerald Groudon é citado na mitologia como o criador da terra. Ele dorme no magma subterrâneo e acredita-se que vulcões entram em erupção com seu acordar.

Kyogre, por sua vez, criou e expandiu os oceanos:

Sapphire Kyogre é descrito na mitologia como o Pokémon que expandiu o oceano ao cobrir a terra com chuvas torrenciais e ondas gigantescas. Ele adormeceu após uma batalha cataclísmica contra Groudon.
Emerald Kyogre aparace na mitologia como o criador do oceano. Após longos anos de conflito com Groudon, ele adormeceu no fundo do oceano.

Regigigas é citado nos mitos de Sinnoh como o responsável por separar os continentes:

Diamond Existe uma lenda antiga que afirma que este Pokémon puxou os continentes com cordas.
Pearl

Logo, diferente do nosso planeta, a construção do mundo Pokémon parece ter sido resultado de intervenções mais diretas e específicas do que o simples passar de tempo geológico. Isso sozinho já justificaria possíveis incongruências entre os mapas de Sinnoh e Hisui com um simples "foi o Regigigas e mais ninguém". Contudo, essa justificativa estraga toda a diversão de especular como o mapa de Hisui virá a tornar-se o mapa de Sinnoh. 

Assim, tudo isso vale para afirmar que, no final, desconsideraremos a existência dos Pokémon citados e faremos uma análise que levará em consideração somente a criação e movimentação de assentamentos humanos dentro do mapa de Hisui e que a região não sofreu grandes alterações em seu espaço geográfico quando comparada a sua versão atual (salvo exceções que serão explicadas nas próximas partes dessa matéria).

Sem mais digressões, podemos começar a analisar a primeira grande área de Hisui, a Obsidian Fieldlands.

Obsidian Fieldlands 

Em qualquer análise comparativa de mapas o primeiro passo é, como o próprio nome diz, comparar ambos os mapas e buscar por aspectos geográficos - como clima, hidrografia, vegetação - que coincidem. Tanto em Hisui quanto em Sinnoh, por exemplo, notamos a presença dos lagos, sendo em Obsidian Fieldlands, o Lake Verity

Em Hisui, a área em torno do Lake Verity chama-se Sandgem Flats. Na mesma área, na Sinnoh atual, encontra-se a Twinleaf Town, a Route 201 e mais a frente a Sandgem Town, provavelmente nomeada em homenagem ao nome que o espaço tinha passado.


Considerando a posição de Sandgem Town, a porção de água ao lado de Sandgem Flats, próxima à pequena ilha antes de Ramanas Island, seria a futura Route 219; a trilha de água que circunda Ramanas Island, a Route 220. A porção de terra de The Heartwood mais a oeste, a partir do Alpha Lopunny, seria a futura Route 221, com a área central de The Heartwood, em conjunto com a Grandtree Arena, servindo de espaço para o Pal Park/Ramanas Park - nomeado em homenagem a ilha próxima.

Ao norte do Lake Verity, Aspiration Hills e Floaro Gardens são as próximas subáreas de Obsidian Fieldlands. Tomando como base que Obsidian é a primeira grande área a ser explorada, assume-se que ela é a mais próxima a Jubilife Village. Assim sendo, a estrada próxima ao Fieldlands Camps é diretamente ligada a Jubilife.

Considerando que, no mapa de Sinnoh, Jubilife City é mais próxima a Sandgem Town - sendo separadas apenas pela Route 202 - é provável que Jubilife tenha se expandido pela estrada entre a vila e o Fieldlands Camps, ocupando até parte de Aspiration Hills. 

Apesar de Floaro Gardens possuir nome - e a relação com um Shaymin - semelhante ao de Floarama Town, sua localização não condiz com a posição atual de Floarama - ao norte de Jubilife. Assim, uma possível explicação é que aldeões que frequentavam Floaro Gardens migraram para uma área ao norte de Jubilife Village, levaram mudas de flores e tentaram cultivar um novo jardim, contudo, inicialmente sem sucesso. É então que o mito de Shaymin e da Gracidea Flower tem sua origem. O nome de Floarama Town, nesse sentido, continuaria a ser uma homenagem a Floaro Gardens, sem necessariamente significar que a cidade atual se localiza no mesmo lugar que o jardim de Hisui.


Oreburrow Tunnel, o túnel que liga Grueling Grove e The Heartwood, é a única caverna que possui minério. Com base nisso, pode-se considerar que Oreburrow Tunnel tornou-se a Oreburgh Mine. Ao norte da mina, encontra-se a Oreburgh City. Nesse sentido, a cidade do Gym Leader Roark só poderia ter sido construída em Grueling Grove. 

A Route 203, por sua vez, que liga Jubilife City e Oreburgh City, seria composta por partes da Horseshoe Plains e da Worn Bridge. Isso se deve a necessidade de um caminho alternativo e mais rápido que conecte duas cidades importantes para a economia de Sinnoh. 

Provavelmente, o rio que separava Horseshoe Plains e Worn Bridge foi represado, o que criou um desnível entre as áreas de planície e montanha, desnível esse que está presente na Route 203. Já a Oreburgh Gate, então, seria um túnel escavado na rocha da Worn Bridge. Nosso mapa completo da Obsidian Fieldlands, então, ficaria assim:


Com essa configuração, conseguimos ocupar grande parte do mapa de Obsidian Fieldlands. Na região central - Deertrack Path, Deertrack Heights, Windswept Run, Nature's Pantry Tidewater Dan -, entretanto, não foi possível encontrar áreas correspondentes na Sinnoh atual.  Você, leitor, consegue encaixar alguma localidade nesse espaço?

E é com essa questão que finalizamos a primeira parte de nossa analise da geografia de Hisui e Sinnoh. Na parte 2, exploraremos Crimson Mirelands

Post Top Ad