Pokémon Sun & Moon - Entrevista com Dubladora de Ash sobre a Vitória na Liga e mais - Pokémon Blast News

Novidades

/

Ad superior

16/09/2019

Pokémon Sun & Moon - Entrevista com Dubladora de Ash sobre a Vitória na Liga e mais



Após a exibição do último episódio japonês de Pokémon Sun & Moon, que culminou na vitória de Ash sobre Gladion e a conquista do troféu da Liga Pokémon de Alola, a CoroCoro publicou uma série de entrevistas com o elenco do anime.

Dentre as conversas, destaca-se a entrevista com Rica Matsumoto, dubladora japonesa de Ash desde o primeiro episódio.


Com um conteúdo super interessante, deixamos para vocês a versão completa traduzida da entrevista:

Entrevista com Rica Matsumoto, por CoroCoro Online



É uma celebração da série de TV "Pokémon Sun & Moon". Nós estamos comemorando o fato de Ash ter se tornado o vencedor da Liga Pokémon de Alola! E nós temos uma entrevista especial com a dubladora de Ash, Rica Matsumoto!

No episódio de hoje, Ash alcançou o tão desejado sonho de vencer uma Liga Pokémon e receber a glória de ser o primeiro campeão da Liga Pokémon de Alola! Desde a estreia do anime em 1997, já se passaram 22 anos que a dubladora tem emprestado a voz para Ash. É certo afirmar que Rica Matsumoto também estava almejando este sonho junto de Ash todo esse tempo. Mas para nós aqui na CoroCoro online, Rica Matsumoto e Ash são basicamente a mesma pessoa, então entrevistar ela é como se nós estivéssemos entrevistando Ash também logo após a sua vitória!

Então nós perguntamos para ele como ele está se sentindo agora que se tornou o Campeão.

Parabéns pela sua vitória! Você poderia ser honesto e contar pra gente como você está se sentindo agora?

Matsumoto: Muito obrigado. Mas eu não penso que eu poderia ter feito isso por mim mesmo. Meus amigos estavam lá, meus outros colegas estavam lá torcendo por mim, muitas pessoas estavam me ajudando, e todos os meus Pokémon estavam dando tudo que eles podiam nas batalhas, então é por isso que eu acredito ter alcançado a vitória. Então obrigado a todos que me ajudaram a vencer! é o que eu estou sentindo neste momento.

Todo mundo realmente se esforçou ao gravar as cenas de batalhas. Todos estavam indo intensamente como "ohhhhhh!" e bombardeando a sala de energia. Definitivamente eu acho que parte dessa energia me contagiou, com certeza.

Então todos estavam juntos quando vocês gravaram as batalhas?

Matsumoto: Sim, nós estávamos todos juntos. E por isso, todos nós queríamos a intensidade extra que sentíamos brilhar em nossas performances e, por isso, todos acabamos gritando com o máximo de nossos pulmões. Realmente acho que os eventos que se desenrolavam na tela mexeram com a gente e acenderam um fogo dentro de todos nós. Porque sabíamos que era isso, esse era o verdadeiro negócio. E mais do que algumas vezes nos tornamos tão barulhentos que nos pediam para "por favor, recuem do microfone" (risos). E então, é claro, nos dias seguintes às gravações, todos perderíamos nossas vozes.

Quando você descobriu que Ash iria ganhar desta vez?

Matsumoto: Quando nós começamos a trabalhar na Liga Pokémon de Alola, o diretor veio até mim e disse "Desta vez nós definitivamente queremos deixar Ash vencer" e eu estava como "Que? Ele vai vencer!?". E foi assim que eu descobri. Por um momento eu fiquei desacreditada, dizendo "Vocês estão brincando comigo?" e "Isso significa que vocês vão fazer isso de verdade?" (risos).

Para você, pessoalmente, quais batalhas de Liga Pokémon foram as melhores? Você pode incluir aquelas das séries passadas.

Matsumoto: Hum... Existem muitas para escolher, mas se nós estamos falando sobre essa Liga, eu diria que é a batalha de hoje contra Gladion. Ah, mas também há a batalha contra Hau em que Rowlet se saiu muito bem. Eu não posso escolher só uma: para as séries antigas, eu tenho que ficar com a batalha de Paul na Liga de Sinnoh! Infernape vs Electivire!


Durante 22 anos você tem interpretado Ash. Por favor, conte pra gente a memória mais marcante que você tem, seja do seu tempo na cabine de gravação ou fora dela.

Matsumoto: Havia um programa que atendia a crianças doentes nas enfermarias de pediatria dos hospitais e eu deveria conhecer um garotinho que realmente amava Pokémon. Mas, à medida que nos aproximamos do dia, sua saúde piorou e nos disseram que não poderíamos mais visitá-lo, pois ele havia sido transferido para a UTI. Mas eu queria fazer algo por ele de qualquer maneira, então gravei uma mensagem de voz para ele.

Gravei uma mensagem com cerca de um minuto e até consegui convencer Pikachu a aparecer. E então mandamos a gravação para o garoto. Aparentemente, ele havia perdido a consciência a essa altura, mas sua mãe teve a gentileza de tocá-lo de qualquer maneira e então ouvimos dizer que depois de um tempo ele acordou de novo!

Naquela época, eu me senti muito agradecida por poder ter um emprego em que conseguia fazer coisas assim e, ao mesmo tempo, senti que tinha essa responsabilidade incrível. E, de várias maneiras, mudei a abordagem adotada com Ash e comecei a ter mais consciência do trabalho que eu estava fazendo ali.

Que história maravilhosa! Quando isso aconteceu?

Matsumoto: Foi talvez cerca de 10 anos após o início da série de TV ...? Pensei em como meu trabalho era maravilhoso e como coisas com dublagem e animação afetam diretamente as crianças que assistem e, portanto, essa experiência me mostrou que não estou apenas "fazendo um trabalho" e que tenho que ter em mente os fãs assistindo em casa.

Eu realmente acho que estou onde estou hoje por causa de todos os fãs que já foram crianças. Eu sei que isso realmente não os recompensa por tudo o que fizeram por mim, mas para as crianças por aí eu digo que se você encontrar algo em que seja bom, o desejo que você terá em querer continuar fazendo será enorme.

Eu acho que isso é tão importante, sabe? Se há pessoas que encontram algo que podem fazer, acho que não há problema em seguir em frente e fazer alguma coisa. Se você estiver cercado por pessoas dizendo que você não pode fazer isso ou aquilo, você não será capaz de fazê-lo, mas se alguém disser "Venha!", você vai querer dizer "Claro, estou indo! ”.

Você tem certeza que quer dizer tudo isso? Uma vez que o artigo for publicado, você poderá receber várias ofertas...

Matsumoto: (risos) Isso seria interessante. Se você receber algo assim, repasse eles!!

Então para finalizar, por favor, deixe uma mensagem para os leitores da CoroCoro.

Matsumoto: Daqui em diante, acho que coisas como a sinceridade de Ash e as suas partes que não mudarão continuarão assim para sempre. Mas, mesmo assim, ele conhecerá muitas pessoas e experimentará muitas coisas, e amadurecerá um pouco e talvez possa passar para o próximo nível. Então, por favor, continue mostrando a ele seu apoio.

Pokemon é o que é por causa do apoio de todos, por isso, se você não torcer por ele, ele não poderá vencer! (risos)



Obrigado pelo seu tempo hoje!

Matsumoto: Muito obrigado! Ash sempre viajou de um lugar para outro, mas em Pokémon Sun & Moon dá a sensação de que ele tem estado no mesmo lugar (as Ilhas de Alola) o tempo todo, então isso é um pouco triste. Mas eu não quero deixar Alola!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após a aprovação.
Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

A PBN agradece a sua participação!

Post Top Ad