O impacto social e cultural do lançamento de Pokémon GO - Pokémon Blast News

Novidades

Ad superior

25/08/2018

O impacto social e cultural do lançamento de Pokémon GO


Ao longo da nossa infância, provavelmente todos nós já sonhamos em sair pelas ruas da nossa cidade à caça de alguns Pokémon. Embora essa vontade fosse grande, sempre ficamos apenas dentro de nossas casas assistindo ou jogando, imaginando como seria divertido juntar amigos e sair caçando nossos Pokémon preferidos. Felizmente, em 2016, em uma parceria entre Niantic Inc., Nintendo e The Pokémon Company, foi lançado Pokémon GO, um jogo eletrônico de realidade aumentada desenvolvido para SmartPhones em que o objetivo consistia, basicamente, em realizar o nosso grande sonho de infância. Hoje, lembraremos do grande impacto social e cultural que o jogo causou em todo o mundo.

As primeiras semanas

Logo que foi lançado, as pessoas já notaram que Pokémon GO seria um sucesso. Em pouquíssimos dias, o App se tornou o mais baixado na Apple Store americana, conseguindo bater o recorde de aplicativo que mais rapidamente chegou ao topo da loja virtual. Esse recorde era anteriormente de um jogo também muito popular, o famoso Clash Royale. Além disso, em apenas dois dias o jogo foi baixado em mais de 5% de todos os dispositivos Android nos Estados Unidos, e, considerando que o Android é o sistema operacional mais popular e usado do mundo, esse número é bastante expressivo. Quando o jogo completou uma semana, Pokémon GO já estava em impressionantes 20% de todos os celulares Android no país norte-americano.

Só para ter noção do sucesso de Pokémon GO, noticiários alegavam que o jogo foi baixado mais de 10 milhões de vezes só na semana de lançamento, o que o fez o aplicativo (no gênero de jogos) de maior sucesso da história, inclusive ultrapassando fenômenos como Candy Crush. Países em que o jogo ainda nem havia sido lançado, como os Países Baixos, já apresentavam um índice de 1,3 milhões de pessoas jogando diariamente, uma vez que seus habitantes buscavam utilizar o aplicativo através da internet. O sucesso absoluto foi decretado quando a utilização diária do jogo chegou a ultrapassar aplicativos conceituados como Snapchat, Twitter, Instagram e Facebook.


Em questões financeiras, o jogo também foi um sucesso. Apenas pelas microtransações do aplicativo, foram gerados mais de US$35 milhões em receitas em duas semanas. A média diária de receita era de US$1,6 milhões.

Na sociedade

Quando lançado, o jogo foi considerado um fenômeno social, pois foi capaz de reunir pessoas de todas as faixas etárias para saírem de suas casas. Com isso, Pokémon GO conseguiu apresentar uma série de efeitos sociais incomuns e inesperados. Como exemplos, é possível citar diversos comércios que se beneficiaram financeiramente pela presença próxima à Poképaradas, que faziam com que muitas pessoas passassem por perto e, consequentemente, consumissem nas lojas próximas; pessoas passaram a tentar subir de nível rapidamente para revender suas contas e faturarem indiretamente com o jogo; operadoras de celular dos Estados Unidos passaram a ofertar um ano de dados livres para o uso do jogo; e muitos parques e praças passaram a ter um fluxo anormal de pessoas.

Em situações mais incomuns, também é possível citar que Pokémon GO ajudou nas denúncias de crimes e buscas por criminosos, uma vez que a maior quantidade de pessoas na rua fazia com que, naturalmente, todas se sentissem mais seguras. Além disso, instituições de abrigos de animais ofereciam cães para pessoas que caminhassem com os animais enquanto tentavam chocar seus ovos no jogo. Como se tudo isso já não bastasse, Pokémon GO foi responsável por aumentar consideravelmente a venda de baterias externas, já que o alto uso de bateria por parte do aplicativo forçava as pessoas a terem o dispositivo em suas bolsas.

No mundo

Pokémon GO também  foi responsável por dar popularidade à uma tecnologia que há muito tempo era tida como uma promessa: a realidade aumentada. A ideia era de que os Pokémon, vistos na tela dos aparelhos celulares, fossem visto como se existissem no mundo real, ou seja, como se as pessoas realmente estivessem interagindo com eles. Esse tipo de tecnologia foi muito citada por empresas como Google e Apple nos últimos anos, visto que representa um recurso que dá maior imersão ao jogo, dando a possibilidade do usuário interagir mais com o mundo à sua volta - nesse caso, o Pokémon à sua volta. O jogo foi considerado o grande marco da popularidade dessa tecnologia por apresentar ao mundo algo que, anteriormente, era conhecido por apenas uma pequena parcela da população.

Outro dado bastante curioso foi o aumento das pesquisas relacionadas às mídias Pokémon, ou seja, músicas, filmes, séries e jogos. A música tema do Anime, segundo a plataforma de Streaming do Spotify, teve um aumento de procura de 630% no mês de lançamento do jogo. Além disso, a plataforma de Streaming Hulu viu as pesquisas relacionada à franquia crescerem bastante, o que fez com que a conhecida Netflix se mexesse para lançar as temporadas mais recentes da série.

Ressalvas ao uso do aplicativo

Embora Pokémon GO tenha sido lançado e rapidamente já tenha se tornado um sucesso, é preciso fazer também algumas ressalvas. Pelo fato dos jogadores precisarem estar sempre atentos à tela do celular, muitos deixavam de prestar atenção à sua volta e acabavam se machucando ou entrando em áreas perigosas. Outros, ainda, jogavam no trânsito das cidades pois insistiam em usar o aplicativo enquanto dirigiam, correndo o risco de sofrer acidentes. Algumas estradas, inclusive, colocaram pedidos de atenção ao trânsito por conta do jogo. Como se já não bastasse, muitas pessoas praticavam invasão de propriedade, entrando em locais privados, como casas ou condomínios.

Um exemplo que ficou bastante conhecido foi o aeroporto de Foz do Iguaçu, que colocou o seguinte aviso aos seus clientes:


Uma curiosidade interessante em relação ao jogo é que alguns países como Egito, Kuwait, Israel, Arábia Saudita e até mesmo a Rússia proibiram ou interviram sobre o lançamento do aplicativo em seus territórios. Alguns desses países alegavam que Pokémon GO consistia em uma forma de agências estrangeiras espionarem e coletarem informações, o que lhes causou preocupações relacionadas à segurança. Outros, ainda, relacionaram o jogo à questões religiosas, dizendo que representava algo "demoníaco".

Conclusão

Pokémon GO foi um dos aplicativos mais famosos desde a popularização dos SmartPhones, e tudo isso por conta da paixão dos fãs pela franquia. O sonho de infância de todos aqueles que cresceram jogando e assistindo Pokémon em suas casas finalmente pôde ser realizado, e isso, obviamente, contribuiu para o sucesso do aplicativo. Atualmente, embora seja menos popular, Pokémon GO ainda possui uma grande comunidade e muitos jogadores ao redor do mundo, que diariamente saem de suas casas em busca da captura de seus Pokémon favorito. Esperamos que essa comunidade só cresça (e que venha a quarta geração).


Fontes: 
 - http://www.ign.com/articles/2015/09/10/pokemon-go-coming-to-smartphones
 - https://www.businessinsider.com/pokemon-go-niantic-john-hanke-interview-2016-7
 - https://latam.ign.com/pokemon-go/29289/news/pokemon-go-ya-esta-disponible-en-latinoamerica
 - https://jogos.uol.com.br/ultimas-noticias/2016/08/03/finalmente-pokemon-go-e-lancado-no-brasil-para-ios-e-android.htm
 - https://www.theguardian.com/business/2016/jul/11/nintendo-value-surges-6n-on-new-pokemon-app
 - https://www.theguardian.com/technology/2016/jul/19/nintendo-market-value-doubles-on-pokemon-go-mania
 - https://www.ibtimes.com/pokemon-go-tips-how-buying-pokecoins-makes-nintendo-richer-2389963
 - https://www.usatoday.com/story/tech/gaming/2016/07/20/pokemon-go-fastest-mobile-game-10m-downloads/87338366/
 - http://www.ign.com/articles/2016/07/07/pokemon-go-is-the-top-grossing-app-on-the-us-app-store
 - https://www.xgn.nl/nieuws/80902/pokemon-go-nederland-heeft-al-1-3-miljoen-pokemon-trainers
 - https://finance.yahoo.com/news/pokemon-game-adds-7-5-095739989.html
 - https://www.shacknews.com/article/95931/pokemon-go-achieves-30m-downloads-milestone-earns-over-35m-in-revenue
 - https://www.forbes.com/sites/erikkain/2016/07/11/pokemon-go-is-more-than-just-a-game-its-a-phenomenon-thats-bringing-people-together/#5f4df9864743
 - https://www.pcworld.com/article/3095951/mobile/t-mobile-offers-free-pok-mon-go-data-for-a-year-but-not-everyone-is-happy-about-it.html
 - https://auburnpub.com/news/local/auburn-police-driver-crashes-into-tree-while-playing-pokemon-go/article_0a8ab3aa-94b2-5cc6-93cd-a273311818ca.html
 - https://mashable.com/2016/07/22/pokemon-go-japan-first-injury/
 - http://www.diariodepernambuco.com.br/app/46,2/2016/07/25/interna_tecnologia,656792/seria-pokemon-go-uma-arma-da-cia-para-entrar-dentro-da-sua-casa.shtml
 - https://epoca.globo.com/vida/experiencias-digitais/noticia/2016/07/pokemon-go-pikachu-e-o-novo-espiao-da-cia.html
 - https://super.abril.com.br/blog/bruno-garattoni/a-curiosa-relacao-entre-pokemon-go-o-google-e-a-cia/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após a aprovação.
Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

A PBN agradece a sua participação!

Post Top Ad