As sete teorias mais bizarras sobre Pokémon (REPOST) - Pokémon Blast News

Novidades

Ad superior

18/02/2016

As sete teorias mais bizarras sobre Pokémon (REPOST)

O universo Pokémon está cheio de coisas bizarras
Veja algumas delas nesse post


            Olá, humanos, como estão? Sentiram minha falta? Alguns eu sei que não. Hoje trago uma matéria que se trata de um repost, ou seja, já a escrevi antes, inclusive em outros sites. Estou repostando porque ainda existem pessoas aqui que não conhecem essas teorias, então sejam bonzinhos e sem mimimi hoje, beleza? Prometo que na próxima trago algo inédito. Amo vocês, sim, até você que me odeia, vemk <3 

7. Jynx é um súcubo mitológico

            Wikipedia define um súcubo como “um demônio feminino ou entidade sobrenatural que toma a forma de uma mulher humana, a fim de seduzir os homens.” Ele também observa que, embora súcubos são imaginadas como feiticeiras nos tempos modernos, nos velhos tempos, elas foram “geralmente descritas como assustadoras e demoníacas.” Junte as duas descrições acima e você terá uma Jynx, um involuntariamente horrível e “sexy” Pokemon .


            Tomando a aparência de uma senhora sedutora ou uma entidade supernatural com uma aproximação obvia de atratividade humana – Jynx tem todas as armadilhas de uma sedutora: Suas entradas na Pokedex descrevem ela como “bouncingly sedutor” (seja lá o que isso signifique) e observa como ela “sedutoramente mexe seus quadris conforme ela anda”, as pessoas ficam encantadas e dançam com ela. Muitos de seus ataques também são atraentes / romântico na natureza, como o Lovely Kiss, Captivate, Fake Tears e Heart Stamp – ataques que Jynx usa para atrair seu inimigos em uma falsa sensação de felicidade antes de brutaliza-los, o que parece justamente o que um súcubo faz de melhor.

6. Pokemon são seres de energia

            É preciso um verdadeiro baque na cabeça para exigir a ciência de um mundo que contém ratos elétricos, criaturas vindas da lua, e balões malévolos. Geralmente é mais fácil simplesmente dizer que foi magia/bruxaria que criou os Pokémon e seguir em frente, mas um usuário do Reddit chamado de “nameless88” aparentemente não gosta de respostas fáceis e seguiu com uma teoria bem interessante. No início de 2013, nameless88 notou que o interior de uma Pokebola parece estar coberto de espelhos e, a hipótese de que “o pokemon é convertido em luz, em seguida, fica sendo refletido dentro da pokebola na velocidade da luz… Pokémon possuem a capacidade de converter matéria em energia, e a pokebola apenas explora isso”.

Pokémon capturado com sucesso
            Essa teoria levou a uma avalanche de outras ideias, cada um fazendo mais sentido do que a outra. Pokémon convertem energia em matéria, permitindo-lhes manifestar fogo, estrelas, mãos gigantes e tal para seus ataques. Os seres humanos e Pokemon inconscientes não pode ser capturados com uma pokebola, porque eles não podem executar a conversão de matéria física em luz. Pokémon armazenam energia à medida que ganham experiência, e quando eles evoluem, a enorme quantidade que eles liberam é convertido em seus novos corpos.

5. Cubone é um bebê mutante Kangaskhan

            Às vezes, uma teoria torna-se tão proeminente e amplamente aceita que os fãs começam a acreditar que era intenção dos desenvolvedores o tempo todo, e nós estamos apenas à espera de algum conceito de arte ou que um comentário do criador vaze para confirmar a teoria. Uma teoria generalizada sobre a natureza das origens do Cubone se encaixa nesse projeto: ela afirma que quando um Kangaskhan morre, seu bebê pega o crânio dela e usa ele como um capacete para se proteger, tornando-se um Cubone, e inicia um caminho de evolução diferente. Mórbido, certo?

Não chora, Cubone :'(
            Esta teoria é suportada pelo facto de que um bebe Kangashan tem um modelo quase idêntico ao de um Cubone, com apenas uma ligeira diferenciação de cor. Além disso, ambos Pokemon compartilham uma única conexão forte entre mãe e filho, e ninguém sabe realmente o que acontece com um bebê Kangaskhan na medida que envelhece. A ideia se tornou tão popular que alguns afirmam que ela seja verdade.

4. Slowpoke é onisciente

            Slowpoke, perdendo apenas para a Magikarp e o Bidoof em termos de zombaria, é regularmente ridicularizado por sua lentidão – suas entradas na Pokedex descrevem ele como “incrivelmente lento e tonto”, e dize que “acordado ou dormindo, há pouca diferença (para o Slowpoke).”. O Slowpoke se assemelha a estas observações, ostentando um olhar perpétuo e vagamente respondendo aos ataques. No entanto, as coisas ficam complicadas quando se percebe que ele é um tipo psíquico, que são hiper-inteligentes, e que evolui para um dos mais inteligentes Pokémon no mundo. Até que alguém perguntou o que realmente está acontecendo nesse cérebro de vento do Slowpoke.

            O pessoal da TVTropes veio com uma teoria de uma resposta: tudo. Slowpoke é Pokey porque é onisciente, e o constante bombardeio de informações deixa ele isolado e sem resposta para o mundo em torno dele. De acordo com esta teoria, a mordida de um Shellder (que é suposto a “inspirar” um Slowbro) realmente dificulta a onisciência de Slowpoke aterrando-lo no aqui e agora. De repente, faz sentido que o Slowpoke evolui para o Slowking super-inteligente porque ele só precisa de um pouco de uma mordida altamente venenosa para concentrar seus pensamentos.

3. Dittos são Mew’s corrompidos

            Criatura lendária favorita de Geração I, o Mew poderia ser considerado como o Pokemon final, uma vez que é tecnicamente todos eles de uma só vez: seu código genético contém o DNA de cada Pokémon existente, e pode transformar-se em qualquer um. Há apenas um outro Pokémon capaz de executar esse truque: Ditto, o meleca imitadora, e isso não é a única semelhança que eles compartilham. Na verdade, eles têm o suficiente em comum que alguns têm teorizado que os Ditto’s são Mew’s. Eles simplesmente foram corrompidos.


            A evidência para esta é simples, mas convincente. Ditto e Mew são os dois únicos Pokémon que pode usar o golpe Transform. Eles têm a mesma coloração, tanto em suas formas normais e brilhantes (Shiny). Eles tem o mesmo peso, de 8,8 quilos. Em conjunto, esses pequenos pontos em comum criam uma aparência que é realmente muito convincente. O que corrompeu os Ditto-Mews é uma incógnita – talvez eles foram clones que falharam (há uma tradição estabelecida em Pokemon que os cientistas tentaram clonar o Mew, é por isso que o Mewtwo existe), ou ele se transformou tanto que ele esqueceu o que costumava ser. Mas em qualquer caso, a semelhança é estranha.

2. Arceus usou o Unown para criar o universo

            Quando uma criatura recebe um apelido como “O escolhido / O original” há uma boa chance de que vai ser um deus, e Arceus não é excepção: nascido no início da existência, a sua entrada na Pokedex afirma que “ele formou o universo, com seus 1.000 braços”, que parece bastante semelhante a Deus. No entanto, dado que é um Pokemon equídeo, com apenas pernas, se quer saber exatamente o que os “braços” eram – e em algum ponto, apontam os Unown como ferramentas de criação de Arceus .


            Unown, fraco enquanto sozinho, mas pode alterar a realidade quando em grupo: por exemplo, um grupo deles são capazes de criar um Entei e um palácio de cristal do nada. Esta teoria sugere que Arceus usa o Unown para trabalhar a sua vontade, como nas ruínas Sinnoh, onde nuvens de Unown aparecem quando Arceus manifesta o ovo de um dos trio criação Pokemon. Para o ainda cético, considere o seguinte: o som feito por uma infinidade de Unown é ouvido como uma flauta Azure – o próprio item que permite um encontro com Arceus em estado selvagem. Coincidência?

1. Pokemon não dizem seus nomes – A linguagem foi criada em torno de seus gritos de guerra

            A linguagem é estranha. Assim como muitas vezes como palavras são criadas para descrever algo, as características de uma coisa se ​​tornam influente na formação dessas palavras. Uma onomatopeia, por exemplo, é uma palavra que imita o som que ele descreve, como boom ou screech. É efetivamente a fonte de seu próprio nome, e as alterações de linguagem em conformidade com isso. Não, este não é o seu 10º ano aula de Português, esta ideia só se aplica perfeitamente à teoria de que os Pokémon não estão dizendo os seus nomes em tudo – em vez disso, os sons que eles fazem influência a língua.


            Pense nisso: qual é a probabilidade de que uma salamandra de fogo que não reconhece uma palavra como seu nome, mas têm a capacidade vocal para imitar isso? Não é mais crível que os primeiros humanos tenham ouvido “Charmander” e começaram a associar isso a coisas como “carbonização” ? Dizem que os seres humanos provavelmente integraram os gritos de Pokemon em linguagem orgânica, mostrando o quão importante são os Pokémon para o desenvolvimento da sociedade humana. E você acabou de aprender algo a partir de monstros luta energia mágica…

Post Top Ad