A História das Poké Bolas no Anime Pokémon - Pokémon Blast News

Novidades

Ad superior

19/04/2021

A História das Poké Bolas no Anime Pokémon


Ao longo dos anos, as Poké Bolas passaram por vários estágios importantes até a sua forma conhecida nos dias atuais. Esses estágios são evidenciados pelas variantes antigas presentes na história contada em alguns momentos do anime, como passos históricos ou acontecimentos significativos até as Poké Bolas modernas. Abaixo, estão alguns pontos importantes da história desses itens tão importantes na jornada de um treinador.

História Antiga das Poké Bolas

Pokémópolis


Pokémópolis foi uma civilização muito antiga que se localizava pelas redondezas da cidade de Pallet. Essa civilização apareceu no episódio “O Enigma Antigo de Pokémópolis” (The Ancient Puzzle of Pokémopolis) e conta a história de uma importante pesquisadora, a Dra. Eve, que descobriu diversos artefatos antigos. Dentre essas relíquias encontradas por ela, continham alguns Pokémon gigantes que podem ser interpretados como precursores da Poké Bola atual. 

Essas relíquias foram nomeadas por uma placa de pedra que inscreveu a conhecida lenda de Pokémópolis. Na “Urna Sobrenatural” e a colher que a acompanhava continha um gigante Alakazam, que, para ser “ativado” ou “liberto”, bastava inserir a colher na Urna. Segundo a lenda, ele fazia essa inserção graças aos seus poderes psíquicos para sair. No “Dispositivo Escuro” tinha um Gengar gigante e poderoso, mas não se sabe muito a respeito de como ele fazia para ser lançado. E no “Pincel – Sino Gigante” encontrado pela Dra. Eve continha um Jigglypuff que curiosamente foi ativado pela música cantada por um Jigglypuff de tamanho normal.

Pokélantis


Pokélantis foi um império perdido localizado próximo à cidade de Pewter. Ele foi mencionado no episódio “Batalhando Contra o Inimigo Interior” (Battling the Enemy Within), que mostra a história de um rei ambicioso e ganancioso que tinha um objetivo de conquistar o mundo usando o poder de Ho-Oh. Quando o Pokémon destruiu o reino, o rei de Pokélantis escapou e se vingou aprisionando Ho-Oh em um orbe de pedra que possuía o formato de Poké Bola. Então, ficou indicado que esse orbe levava a função alternativa que uma Poké Bola possui nos tempos modernos.

História Recente das Poké Bolas

O Cetro de Sir. Aaron


Sir. Aaron foi um cavaleiro do Palácio Cameran, em Kanto. Aaron era considerado um guardião capaz de manipular um tipo de energia conhecida como “Aura”, por isso ele é considerado de “O Verdadeiro Guardião da Aura”. Sir. Aaron foi apresentado no filme “Lucario e o Mistério de Mew” (Lucario And The Mystery of Mew), em que foi mostrado um item chamado de Cetro ou Cajado que foi usado para conter Lucario e seu poder. Isso pode ser visto também como uma das funções das Poké Bolas atuais.

Poké Bola Gigante de Pedra


No episódio “O Grande Claydol” (Claydol Big and Tall) foi mostrado uma gigante Poké Bola de pedra criada nos tempos antigos com o intuito de conter o poder de um grande e furioso Claydol - que havia escapado de outra Poké Bola idêntica. Nesse mesmo episódio foi contado um acontecimento da criação de um primeiro Claydol.

The Odd Keystone


Um dos mais famosos casos do anime foi apresentando no episódio “O Lacre Quebrado!” (The Keystone Pops!), em que foi mostrado um Odd keystone. Este trata-se de um item que foi utilizado para aprisionar um poderoso Pokémon que estava causando problemas ao vilarejo da época, um Spiritomb. No episódio, uma senhora conta que um “Guardião da Aura” foi responsável por aprisionar Spiritomb, que, apesar de causar problemas a todos, não foi possível descobrir o real motivo para seu aprisionamento. Mesmo assim, pode-se interpretar que esse Odd Keystone foi precursor do funcionamento de uma Poké Bola.

As Poké Bolas do Capitão


No episódio “Fantasmas Camaradas!” (A Shipful of Shivers!), foi revelado que o capitão de um navio manteve um Haunter e um Gengar dentro de Poké Bolas consideradas parecidas com as Poké Bolas modernas. Essas Poké Bolas com mais de 300 anos se assemelham muito às que são utilizadas atualmente, além de essas serem consideradas como as primeiras que ofereceram aos treinadores controle de captura. Pode-se citar também que o antigo troféu de campeão da Liga Laranja (Orange League), que possui mais de 300 anos, se assemelha com as Poké Bolas modernas.

Poké Bolas de Lokoko


No episódio “Esperando um Amigo” (Just Waiting on a Friend) foi mostrado Lokoko, que era um tipo de alter ego de um Ninetales idoso cuja Poké Bola era formatada como contemporânea de um diário com pelo menos 200 anos. Essa Poké Bola se difere um pouco da sua forma atual: o botão, ao invés de se localizar ao lado, fica na parte de cima da Poké Bola, e os seus espelhos internos são feitos de vidro - o que as tornam mais frágeis do que as atuais.

Poké Bola de Sam


Em “Celebi: A Voz da Floresta” (Celebi: The voice of the Forest) foi mostrada uma Poké Bola com o método de captura mais simples que as demais em posse de Sam. Sam é um jovem treinador que foi transportado por Celebi 40 anos no passado. Essas Poké Bolas possuem características semelhantes às usadas por Lokoko. As utilizadas por Sam apresentam um mecanismo que, para soltar um Pokémon, basta girar uma espécie de válvula e “apertar” a dobradiça na palma da mão. 

Essa Poké Bola também se encaixa com a descrição de Kurt sobre como transformar Apricorns em Poké Bolas: basta simplesmente esvaziá-las e colocar um mecanismo de captura. À julgar pelo seu aspecto se comparada às mais velhas, é pouco provável que as Poké Bolas de 40 anos atrás não sejam assim. Talvez esta Poké Bola seja feita em casa. Kurt é um ferreiro de Poké Bola que mora na cidade de Azalea. Ele faz suas próprias Poké Bolas personalizadas com Apricorns e estuda as suas mecânicas.

Itens de Controle

Dentro do acervo de função de utilização das Poké Bolas modernas, pode-se destacar duas delas: captura e controle. A maioria dos itens históricos citados acima oferece a função de capturar os Pokémon de forma simples, mas geralmente, em sua maioria, não fornece o controle sobre os Pokémon quando são liberados da Poké Bola. Para essa função de controle, existem alguns itens que serão citados abaixo.

A Máscara e o Cetro da Rainha


No episódio “Control Freak” (Fanáticos pelo Controle), uma antiga tabuleta descoberta por Tierra dizia que há milhares de anos atrás, uma rainha tinha o poder de controlar os Pokémon dentro dos limites de seu reino apenas utilizando ondas de alta frequência. Tierra é uma arqueóloga que passa seu tempo tentando encontrar uma câmara secreta na qual existe uma máscara mágica e um cetro capaz de controlar os Pokémon com um poder notável. 

Esse poder de controle fazia com que o Pokémon em questão obedecesse tudo que a rainha ordenasse em um nível muito mais elevado do que apenas a captura, em casos normais da utilização da Poké Bola. Esse poder podia somente ser utilizado dentro do limite próximo à rainha. Então, a partir do momento que o Pokémon saísse dos limites de sua aldeia, por exemplo, as ondas sonoras não teriam mais efeito sobre eles, fazendo, assim, com que o usuário da máscara e do cetro perdesse totalmente o controle sobre o Pokémon.

Armadura de Marcus


Em “Arceus e a Joia da Vida” (Arceus and the Jewel of Life), foi apresentado um item como uma armadura que era capaz de controlar os Pokémon. Marcus, o vilão antagonista do filme, possuía um conjunto de armaduras especiais poderosas que eram capazes de controlar Bronzong e até um Heatran. Assim como a máscara e o cetro da rainha, os Pokémon se voltariam contra o seu “mestre” caso o efeito da armadura estivesse fora do alcance de Marcus.

Orbs Vermelho, Azuis e de Jade


Os episódios “Ganhando Groudon” (Graining Groudon) e “A Luta das Lendas” (The Scuffe of Legends) mostram os Orbs Vermelho, que é capaz de controlar o Lendário Kyogre, e o Orbe Azul, que controla Groudon. De acordo com Lance, Membro da Elite 4, “O Red Orb foi criado há muito tempo por pessoas más para controlar Pokémon antigos e usá-los como armas...”.

O Orb de Jade nunca teve uma aparição concreta no anime, mas as descrições presentes na 3ª Geração dizem que “... este orb tem um grande poder desde tempos antigos...”. Acredita-se que esse Orb tenha um poder fora do comum em Rayquaza. No episódio, é mostrado que esses Orbs, exalando um forte poder nos Pokémon Lendários e uma reação muito forte no Pikachu de Ash, como um tipo de possessão, fazem com que o Pokémon não reconheça seu treinador. Esses Orbs são itens que exercem poder de controle de uma pessoa sobre os Lendários.

Corrente Vermelha


A corrente vermelha é um item poderoso usado por Cyrus, notório vilão da 4ª Geração, para controlar os Lendários Dialga e Palkia. Esse item de controle foi criado a partir de fragmentos meteóricos da cidade de Veilstone pelo Dr. Charon. Quando essa corrente entra em contato com os Pokémon, os cristais que a compõem se impregnam ao corpo de Dialga e Palkia, formando uma sessão vermelha nos anéis, parecidos com os que compõem o corpo de Arceus, presentes no corpo dos Lendários. No anime, foi necessário o poder do trio de guardiões dos lagos de Sinnoh (Uxie, Mesprit e Azelf). Essa sequência pode ser vista no episódio “Final da Batalha da Lenda” (The Battle Finale of Legend).

Curiosidades

Pokémon Legends: Arceus

Pokémon Legends: Arceus é um futuro jogo que será lançado em 2022. Durante o trailer de anúncio, foi apresentada uma história aparentemente de povos antigos - e juntamente disso foram apresentadas as Poké Bolas antigas. Como visto durante toda a descrição acima da história das Poké Bolas, esses itens foram melhorando ao longo do tempo, e cada uma, em seu formato, estabelece uma função de captura de Pokémon. 


As Poké Bolas apresentadas em Pokémon Legends: Arceus foram construídas de uma forma um pouco diferente das conhecidas até então. Elas foram ornamentadas a partir de madeira, levando à certeza de que foram feitas de diferentes tipos de materiais. Além disso, o vapor presente nestas Poké Bolas saía de seus topos quando os Pokémon eram capturados, mostrando assim que, assim como as outras, elas evoluíram ao longo dos anos para dar origem às famosas Poké Bolas - tão importantes para os treinadores.

Matéria atualizada por: Leandro Lemos

Post Top Ad