Review: Pokémon XY033

 
Fala, galera! 
Hoje trago mais um review de Pokémon XY! Confesso que acabei esquecendo que hoje era dia de postar no site, mas por uma boa razão: estou fazendo a review do próximo episódio, o que quer dizer que mto provavelmente ele já estará aqui no site mto em breve =D 
Lembrando que você ler (ou reler) as outras reviews no Vale Charicífico clicando aqui e a PBN disponibiliza os episódios legendados online aqui.
As respostas aos comentários ficaram nas considerações finais. Deixe sua opinião. Ela é mto importante pra mim =D
Abraços e boa leitura!

XY033/ Episódio 837 – Corações Que Chamam Um ao Outro! Vá Além da Aura!!


Às vezes você não precisa assistir a um episódio inteiro pra saber que há algo de muito errado nele e foi assim que eu me senti com este 33º (como se fala esse numeral?) episódio de XY. O problema aqui, porém, não é ele em si, verdade, mas uma má escolha feita cinco episódios atrás, quando Diantha usou seu “vínculo especial” com Gardevoir para sentir sua presença e localizá-lo através de um sexto sentido inventado lá, quando o Pokémon foi levado pela Equipe Rocket. Eu não havia gostado da ideia na época e menos ainda quando ela foi repetida dois capítulos depois com Korrina e seu Lucario. E então, como que para confirmar o quão sem sentido toda aquela história havia sido, ao final do excelente episódio anterior eu descubro que este teria como premissa uma nova e aparentemente mais longa separação entre a Líder de Ginásio e seu Pokémon. No mesmo momento eu pensei: “E o tal sexto sentido mágico dos vínculos especiais?”. Eu até cheguei a cogitar que eles dariam alguma razão para a omissão, mas aparentemente para você sentir seu Pokémon que pode megaevoluir de longe, ele precisa ser roubado pela Equipe Rocket.
Apesar dessa grande e incômoda inconsistência de roteiro, “Corações Que Chamam Um ao Outro! Vá Além da Aura!!” me surpreendeu positivamente ao ser um episódio bastante prazeroso e revelante para a série. Apesar de o foco ainda estar em Korrina e Lucario, os demais personagens também conseguiram ter seus pequenos momentos. Pikachu, Clemont, Ash e a Equipe Rocket acabam sendo coprotagonistas de forma muito bacana e até Pokémon que estavam juntando poeira em suas Pokébolas, como Bunnelby, Chespin e Fletchling conseguiram uma oportunidade de pegar um ar fresco e eu poder matar a saudade – que eu nem sabia que estava sentindo! Outro aspecto muito positivo é que eu sinceramente esperava que este episódio funcionaria mais como um filler obrigatório para nos lembrar o quão Korrina e Lucario são unidos e blábláblá sem mover a história pra frente de verdade, com nenhum desenvolvimento real para nenhum dos dois, já que isto ficaria reservado para as Montanhas do Dever. Felizmente, não foi o caso.
O roteirista Yukiyoshi Ohashi já começa mostrando o quão em sintonia está com seus colegas ao abrir com uma batalha de treinamento entre Korrina e Ash. Só que desta vez, beeeeeeeem menos violência. O foco aqui não é vencer ou demonstrar força, mas sim trabalhar os aspectos que eles precisam melhorar. Na lista está o fato de Lucario usar golpes para os quais ele não recebeu comando, algo que ambos Treinadora e Pokémon ainda precisam superar e o episódio nos lembra, em dois momentos distintos, que o erro é tanto da menina quanto de seu monstro. Mais do que um simples episódio de separação, “Corações Que Chamam Um ao Outro! Vá Além da Aura!!” mostra Korrina e Lucario enfrentando as consequências dos eventos do capítulo anterior e tentando já acertar os pontos necessários. Há aqui umas decisões com as quais eu não concordo muito – a forma como todos os Treinadores encorajam Korrina a megaevoluir Lucario no clímax do episódio parece um pouco ingênua demais considerando o quão perigosa a situação poderia ficar (afinal de contas o que você acharia mais fácil enfrentar: a Equipe Rocket tunada ou um Mega Lucario encapetado?).
Como esperado de um episódio roteirizado por Ohashi, o trio retorna aqui com um papel maior que no episódio anterior e, desta vez, não são esquecidos no meio do caminho. Eu sei que algumas pessoas acham que a Equipe Rocket não era necessária na segunda metade do episódio passado e eu totalmente concordo com isso, mas é estranho que eles fiquem surpresos quando o Pokémon se descontrola, já que eles estavam assistindo à luta entre Pikachu e Mega Lucario. Eles não viram a luta até o final? Para onde eles foram? O que estavam fazendo? A omissão de Tomioka reverbera aqui de forma confusa – teria sido melhor não tê-los incluído de forma alguma no episódio. De qualquer forma, Ohashi é um dos roteiristas que mais respeitam o trio de vilões – é dele o excelente “Ta-da! Um Ash Falso Aparece!!” afinal – e ele sabe fazer bom uso deles aqui.
Para chegar às Montanhas do Poder, Ash e cia decidem atravessar um conjunto de cavernas que parece funcionar como um atalho. Porém, o local é um verdadeiro labirinto cheio de Noibat. Ao ouvir o nome do Pokémon, talvez porque já tivesse conhecimento dele ou talvez por causa do bat no nome, Jessie tem um plano que ela nem precisa compartilhar em voz alta para que seus parceiros – e os telespectadores – entendam e logo eles usam Inkay para causar uma comoção na caverna! O objetivo dos vilões (como revelado posteriormente) era usar a confusão para pegar o Mega Bracelete de Korrina e a Lucarionite e talvez Pikachu e Lucario, mas eles são pegos na revoada dos Noibat, então o plano não funciona 100%. Porém, eles conseguem dispersar nossos heróis em dois grupos: Ash, Lucario, Serena e Bonnie de um lado e Korrina, Clemont e Pikachu de outro.
Se a separação não faz o menor sentido pela cronologia da série, ela ao menos serve para nos dar alguns momentos fofinhos. Primeiro porque eu adoro quando Pokémon faz episódios com cenas à noite. Segundo porque é muito bonito ver nossos protagonistas cuidando dos amigos separados. Em especial, o trabalho de Clemont merece ser ressaltado, afinal enquanto Ash, Serena e Bonnie tinham uns aos outros, ele ficou sozinho com Korrina e Pikachu e ainda assim consegue consolar e cuidar de ambos. É também legal ver Bonnie também dizendo que apesar de ele não ser bom em aproveitar oportunidades, ele sabe sair de situações difíceis. Nós já vimos esse lado heroico e forte do personagem outras vezes e já vimos sua irmã caçula demonstrar esse apoio a ele, mas é algo que eu sempre aprecio. Eu também gosto de como Serena também se empenha para se aproximar de Lucario e compreender seus sentimentos, fugindo da zona de apatia onde os roteiristas tendem a colocá-la. E é ótimo ver que Ash não está tão desesperado em relação a Pikachu, confiando de que ele está a salvo com o irmão limão, reforçando o quanto eles já são amigos e confiam um no outro.
Há também alguns momentos mais íntimos muito interessantes neste episódio. Eu gosto de como Ohashi dá uma oportunidade para que Korrina e Clemont tenham uma interação bacana, com ela lhe confidenciando que não conseguiu entender o que seu avô lhe disse sobre os motivos de ela não conseguir comandar o Mega Lucario e o menino dando seu próprio parecer sobre a situação. Eu também gosto de como ela confessa que nunca dormiu sem Lucario, por isso não consegue pegar no sono. É também legal ver, logo no começo do episódio, a curiosidade de Ash em saber como Korrina treinou com seu Pokémon. É claro que o garoto de Pallet a considera sortuda por ter tido todo esse treinamento desde criancinha e ter sido apresentada a diferentes Treinadores por seu avô, uma realidade que contrasta com a sua e da maioria das crianças que precisam esperar até seu décimo aniversário, sem nenhum mentor para guiá-las. A cena de Lucario treinando sozinho à luz da lua e lembrando do momento em que, fora do controle, desferiu um golpe em direção a Ash e Pikachu, enchendo-se de culpa em seguida, também é muito bonita.
Também acho importante notar a confirmação que o episódio nos dá de que Korrina só trouxe Lucario consigo. Está certo que Clemont deixou o Ginásio de Lumiose somente com Bunnelby, mas foi sob circunstâncias especiais – afinal os Pokémon estavam sob custódia do Cledroide –, mas o fato de a Líder de Shalour ter partido em jornada só com Lucario pode indicar que ela só tenha treinado um único Pokémon sua vida toda. Tal fato seria totalmente broxante pra mim, mas não sem precedentes. Nos jogos, quando ela luta contra o protagonista usando Mega Lucario, ela não usa nenhum outro Pokémon e seu time do Ginásio não inclui tal Pokémon. Se for mesmo o caso de ela só ter seu parceiro de longa data, isso também seria condizente com seu excesso de confiança em relação ao seu Pokémon e às suas próprias habilidades e também com a certa arrogância que ela carrega. Honestamente, eu não fico muito feliz com isso, mas acho coerente com a construção da personagem feita até aqui.
Também levo em conta que com o nível de força que o Pokémon capaz da Mega Evolução demonstrou até aqui, seria ainda mais difícil para o Treinador de Pallet enfrentar outros três Pokémon da Líder, além de Mega Lucario. Ainda assim, será decepcionante se tivermos uma outra luta Pikachu VS Mega Lucario porque, bom, Pikachu finalizou as duas primeiras batalhas de Ginásio da região e tem ofuscado bastante os outros membros do time. Eu realmente queria ver Froakie e Fletchling ganhando mais destaque. Uma coisa que reforça toda essa teoria de que teremos uma batalha 1X1 é este vídeo que mostra algo que pode ser a luta no Ginásio de Shalour e só contém cenas de uma luta entre Pikachu e Mega Lucario. Se for mesmo o caso, eu honestamente espero que deixem o rato elétrico de fora das próximas batalhas de Ginásio e deem uma chance dos outros de aparecerem.
Enfim, depois de um dia de preparos, a Equipe Rocket ataca nossos heróis equipando seus Pokémon com máquinas que aumentam sua força, agilidade e resistência, fazendo-os mecha mecha evoluírem com seus Dispositivos de Amplificação de Poder Pokémon – uma versão melhorada de uma ideia que eles já haviam usado antes com Carnivine e Seviper em Diamond & Pearl em “Um Disfarce de Elite!”, também de Ohashi. Talvez pelo medo de ter que enfrentar os vilões sozinho, Clemont solta a hipócrita frase “Usar dispositivos para fortalecer seus Pokémon é errado!” – sério, cara, você lutou com essas pessoas usando uma máquina não faz muito tempo, tá reclamando do quê? Dá dó ver Bunnelby ser facilmente derrotado por Inkay e Pumpkaboo (sério, a abóbora merecia muito mais atenção só pelo fato de emitir o sonzinho mais fofo de XY) tunados. Pikachu, sob o comando de Korrina, e Chespin também tentam seus golpes, mas Meowth e Wobbuffet se juntam à batalha de forma poderosa. É lindo ver Wobbuffet se lançando à frente dos golpes!
 
Felizmente, Lucario chega no momento certo para defender Korrina de um ataque e ao ver a nova força dos vilões, Korrina é convencida de que a Mega Evolução, embora arriscada, é necessária. E eu confesso que eu mais uma vez fiquei assustado quando deu o toque sinistro e o Mega Lucario pirou! Falando em toques, eu devo dizer que a seleção de BGMs para todo esse confronto com a Equipe Rocket foi simplesmente excelente, com direito ao tema de batalha da Equipe Flare tocando! É divertidíssimo ver a reação da Equipe Rocket superfeliz ao ver que o Mega Pokémon fez dos heróis seu alvo, mas felizmente Lucario consegue recuperar parcialmente o controle ao ver no brilho da Pedra-Chave de Korrina o mesmo brilho da lua que ele via no céu ao lembrar do perigo que causara a Ash e Pikachu, abrindo brecha para a voz de Korrina lhe alcançar. O controle é retomado, o Pokémon consegue fazer os vilões decolarem, mas os heróis têm pouco tempo de alegria quando Lucario novamente se descontrola e, após mais um susto, cai no chão enfraquecido. Encontrar a anciã é uma urgência!

Considerações finais: 
Já tem umas semanas que eu venho querendo comentar, mas sempre esqueço, que eu adorei esse novo encerramento. É tão fofinho ver os Pokémon fazendo a dancinha; :3
Então o Quiz Pokémon do dia foi Ampharos, um Pokémon que só foi mencionado no episódio. E os Noibat, coitados? Bom, eles podem ficar sem quiz, mas não saem de boca vazia =P
"Um Disfarce de Elite!" é o episódio em que Bertha da Elite dos 4 de Sinnoh apareceu no anime; 
Eu tenho esquecido de falar da audiência aqui, então vamos por as coisas em ordem: 
O episódio que abriu este arco, "Korrina e Lucario! Os Segredos da Mega Evolução!!", que fora exibido junto de "Ta-da! Um Ash Falso Aparece!!" não entrou no TOP 10 de audiência semanal. Pois é;
Felizmente, com "Lucario VS Blaziken! A Caverna das Provações!!", o anime voltou ao ranking, ficando em 10º lugar com 5,3% da audiência; 
O episódio seguinte, "Mega Lucario VS Mega Lucario! Uma Tormenta de Aura!!" ficou 5,0%, menos que o anterior, mas subiu uma posição, ficando em nono lugar; 
Já este aqui "Corações Que Chamam Um ao Outro! Vá Além da Aura!!" manteve a posição, mas registrou 4,7% de audiência. Agora nos resta saber como isso tudo vai terminar;
Respondendo aos comentários:
Galera, eu concordo que a Equipe Rocket não era relevante, mas eles sumirem do NADA foi mto bizarro. Eles estavam lá, assistindo à batalha num momento, e no seguinte não estavam mais ._. Ficou mal explicado.

Red Charizard, eu tbm fico preocupado com essa batalha, mas eu ODIARIA ver Ash usando todo o time dele só pra derrubar Lucario. Eu não gosto dessas batalhas 5X3, 3X2 que o anime vem fazendo. Pra mim, o Treinador é verdadeiramente testado qdo ele tem que usar o mesmo número de Pokémon que o Líder do Ginásio. Engraçado vc ter visto o Froakie como um novo Treecko, pq eu o vi como um novo Chimchar hehe Mas eu ainda acho que tem esperança pra ele sim, se os roteiristas deixarem o Pika Pika de lado e apostarem nos outros tbm.

X, eu não vou pegar leve com a Serena pq ela é novata. Já foram 35 episódios! Quanto tempo mais vamos ter que esperar pra ela COMEÇAR a agir como uma Treinadora??? Eu acho ela linda e carismática, mas tem mto a melhorar ainda.

No meu blog tem uma enquete autoexplicativa no topo: em outubro fazemos dois anos de Sir's e eu quero fazer algo especial para celebrar. Com os Guias de Batalhas chegando ao fim (lá, não aqui na PBN ^^), eu quero uma nova linha de publicações e eu tenho mil ideias, mas vou dar a oportunidade dos meus leitores escolherem: qual matéria especial de aniversário vocês querem?
- Charithoughts do mangá Pokémon Special;
- Dissecando Batalhas Pokémon ~Ginásios;
- DP, eu adoro você!;
- Lendas e mitos segundo os jogos;
Sugiro que vocês votem porque o que sai lá, também vem pra cá um dia =D
Abraços ;D

14 comentários:

  1. como sempre uma otima visao sobre o episodio , queria ver em um video isso um dia tem ate um cara que faz mas ele é totalmente tosco, tem uma visao ruim sobre o anime de ser bobo ingenuo e repetivo e toda review dele começa sempre dissertando sempre desse ponto mas enfim... toda vez q vejo cena do anime aqui eu fico impressionado como animaçao esta LINDA.... quero logo saber a estrategia do ash contra o lucario nos ultimos ginasio foi um movimento q fez ele pensa como derrotar o lider e agora q é um pokemon q mostra superioridade o q fazer.... quero ver o pikachu ganha de um lucario #ligadeunova

    ResponderExcluir
  2. "A cena de Lucario treinando sozinho à luz da luz..." Não seria "à luz da Lua"?
    Sobre o Froakie, também acho ele mais parecido com o Treecko do que com o Chimchar. Ambos são orgulhosos, coisa que o Chimchar não era.
    Também acho que o time do Ash pro Gym deveria de ser: Froakie (pela sua agilidade, ele seria ótimo oponente contra Mienfoo), Fletchling/Fletchinder (Tipo Flying, super efetivo e ágil, ótimo contra Machoke) e o recém capturado (SPOILER) Hawlucha (Durão, tipos Flying/Fighting, dois tipos que têem vantagem contra o Lucario, caso ela não use o Lucario, seria legal ver uma batalha Hawlucha VS Hawlucha). Pikachu não tem lógica de ser usado aqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OPA VERDADE! Já corrigi =D
      Valeu pelo toque. Sim, isso é vdd. Hoje eu tbm relaciono mais o Froakie com o Treecko. O lance é que no primeiro episódio teve aquela parada de que ele era abandonado e etc.

      Excluir
  3. Cara, podem ter passado 35 episódios, mas Serena só desenvolveu um papel principal em uns 5 no máximo (eu só me lembro de 3, mas vamos colocar 5)! Ela não tem culpa de não saber quase nada sobre os pokémons! Confesso que quando comecei a assistir XY, eu achava que ela nem gostava de pokémons! Achei que ela só saiu em uma jornada para devolver o lenço pro Ash e pronto.
    Eu gosto bastante da Serena, mas ela está sendo sufocada pela animação de Ash e Clemont. Veremos ela se tornar mais poderosa naqueles típicos episódios em que o grupo se separa totalmente! Ai sim! Serena junto com o Ash não tem atitude e isso não é culpa dela! É a mesma coisa de um cara tímido com um cara totalmente extrovertido! Mesmo que o tímido queira se manifestar, a presença do extrovertido intimida ele e ele não faz nada (falo isso porque sou assim).
    Veremos o quanto a Serena melhorou (não sei muito no que também, porque ela nem treina a Fennekin) na batalha contra Shauna! E é melhor ela não perder para um Bulbasaur já que tem a desvantagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é justamente o ponto, X: Serena não é desenvolvida pelos roteiristas. E sinceramente sempre que fazem um episódio focado nela, ele é flop. Ela é uma personagem deslocada e eu espero que eles façam algo URGENTEMENTE!

      Excluir
  4. - Se fala trigésimo terceiro;

    - Além deKorrina que poderia "sentir" o Lucario, o Deddene poderia achar o Pikachu com aquela parada lá da eletricidade;

    - Me chamou a atenção a calma dos personagens na hora que se separaram, será que eles já estão acostumados a se perderem desse jeito?;

    - Queria ver reviews do mangá Pokemon Adventures, mas na "Edição Especial de Aniversário" poderia ser "Lendas e mitos segundo os jogos";

    - Se esse comentário sair mais de uma vez é perdi a conexão com a internet duas vezes e não sei se o comentário foi publicado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Dedenne podia por causa da eletricidade que ele e o Pikachu haviam trocado no episódio de estreia do hamsterzinho. Esse é um dado que tbm está na Pokédex. A forma como Lucario e Korrina sentem um ao outro é aquela coisa tosca iniciada com Diantha e Gardevoir que eu já expliquei em outra review e não vou repetir aqui, que eu acho suuper idiota, mas enfim.

      Pra mim, a calma deles é compreensível. Quer dizer, Serena e Bonnie estavam com Ash, que ainda tinha outros Pokés para ajudar a defendê-las E Lucario. O Ash está sim acostumado a se perder.

      Eu ouvi dizer que está bem difícil decidir o tema da matéria de aniversário hehehe

      Excluir
  5. Apesar do Pikachu poder roubar a cena mais uma vez, eu ainda acho que é mais lógico do que 3 pokemon em níveis baixos que foram capturados a pouco tempo pelo Ash derrotarem um Mega Lucario, se bem que com todos os problemas que a Korrina tem, ela e o Lucario juntos não são nenhum tipo de time imbatível, se um outro pokemon do Ash bater o Lucario tudo bem, mas eu acho mais lógico que seja o Pikachu, ele é o pokemon mais forte do Ash, ai lá no 4º ginásio que é tipo grama ai sim o Hawlucha ou o Fletchinder seja o herói da batalha.

    É uma pena que esse já é um dos últimos episódios que a Korrina não tem controle do Mega Lucario porque logo quando eles tiverem controle da Mega Evolução não vai ter mais a musiquinha assustadora.
    E olha só, surgiu um novo Shipping, Clemont e Korrina, quando os dois ficaram a sós deu pra sentir pintando um clima no ar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu concordo contigo que Pikachu é o mais lógico para derrotar Mega Lucario, mas eu queria ver Froakie ou Fletchling conseguindo alguma vitória no Ginásio, não contra o Mega, mas algum outro mais fraco.

      Shippers gonna ship hehehe

      Excluir
    2. No 3º gym eu não ligo muito, mas nos próximos ginásios eu tb tenho a mesma opinião, quero ver outro pokemon do Ash sendo destaque na batalha, se só o Pikachu brilhar nas 8 batalhas de ginásio fica bem enjoativo, eu só acho que ele ainda deve ser o que vai bater o gym do Clemont, já que eles são amigos, deve ter aquele sentimentalismo uma batalha entre o melhor amigo pokemon do Ash (Pikachu) vs melhor amigo pokemon do Clemont (Heliolisk talvez), pra fazer uma batalha épica entre amigos.
      Não sou vidente obviamente, eu apenas acho que vai ser assim, mas pode não ser, quem sabe.

      Na enquete no final eu voto em "Lendas e mitos segundo os jogos".

      Excluir
  6. Sir Charizard, vc deve me lembrar de mim pela polêmica da crítica à suas opiniões preconceituosas de BW e tals, mas queria deixar claro que sobre algumas coisas que você vem construindo nas suas reviews é a falsa ideia de que Serena não é desenvolvida pelos roteiristas. De forma alguma eles deixariam de desenvolver um personagem, todos eles são muito bem desenvolvidos, cada um em seu ritmo, o que você tenta absurdamente fazer é comparar o desenvolvimento da personalidade da garota ao desenvolvimento de outras personagens.

    Não tente fazer isso. Jamais. É a mesma coisa que estar querendo que ela se destaque da mesma forma que outros personagens se destacaram ou se destacam (concordo que Clemont e Bonnie são personagens bastante carismáticos, porém não podem ser usados para comparar com o carisma de Serena, visto que são pessoas diferentes e, portanto, possuem personalidades e ritmos diferentes, o mesmo vale para a forma com que seus aspectos são trabalhados).

    Por mim ela vem cumprindo um ótimo papel no anime, se mostrando útil em alguns poucos momentos - mesmo que bastante corriqueiros e sem muita importância - mas que possuem seu toque e mágica especial (adoro como ela se aproxima de Ash de forma tímida e demonstra afeto pelo mesmo, acabando por ser fofa sempre que conveniente - afinal, seria muito estranho ver a garota dando em cima de Ash toda hora, pois, novamente, ela é bastante tímida perto dele e isso é totalmente compreensível, principalmente para garotas dessa idade).

    No fim das contas, trata-se de uma questão de perspectiva e, assim que você tomar mais atenção para esses momentos rápidos, simples e extremamente bonitinhos, você vai se tocar de que ela não é uma personagem tão sem importância.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito que a questão debatida pelo Sir não é a falta de carisma da personagem ou o desenvolvimento da personagem pelos roteiristas, e sim a falta de objetivo de Serena na série uma vez que ela é uma treinadora novata e ainda não tem nada a seguir ou outros Pokémon para treinar. Já deveríamos saber o que ela gostaria de fazer em jornada além de apenas acompanhar Ash e cia.

      Excluir
    2. Concordo com você, anônimo. Ninguém reclama da May e ela saiu na jornada com o Ash com o simples objetivo de ''viajar'' no mundo cheio de Pokémon, mas odiando-os ! Ela passou muito tempo pra se desenvolver e até hoje acho ela uma personagem muito ruim. Já a Serena me cativa de uma forma que nenhuma personagem fez! A Misty é pura nostalgia, a Dawn realmente era uma ótima personagem, a Irís conseguiu prejudicar o Ash mas do que ajudar chamando-o de ''Criancinha''...Então...

      Excluir
  7. Cara, tb odeio esse tipo de batalhas 5x2 etc!
    Acho q tem q ser certo 2x2, 3x3, 4x4 etc.
    Tanto que quando eu jogo, eu mesmo faço assim, uso nos ginasios o mesmo numero de pokes do lider.
    Mas como isso já aconteceu antes, pode ser que aconteça de novo, fato é que não consigo de forma alguma imaginar o Ash ganhando da Korrina se ela usar MegaLucario.
    Quanto ao Froakie eu o vi mesmo como um novo Treecko haha, acredito muito nele, é o meu inicial favorito de Kalos e to torcendo muito pra ele ter o destaque que o Treecko teve. Haha.

    Red Charizard

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após a aprovação.
Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

A PBN agradece a sua participação!