Review: Pokémon XY089, 090 & 091

Olá, galera!
Que tal um pouco de brilho e charme nesta segunda-feira?
Trago hoje uma review tripla de Pokémon XY! Um especial focado nos episódios que vão da introdução de Eevee à terceira Exibição Pokémon de Serena.
Tenham uma boa leitura o//

Episódio 893/ XY089 - Eevee é Tímida com Estranhos!? A Apanhadora no Campo de Flores!!
Episódio 894/ XY090 - Uma Batalha de Duplas é uma Batalha de Amizade! Eevee Luta Pela Primeira Vez!!
Episódio 895/ XY091 - A Dança Feliz Vem Depois de um Quiz!? O Torneio de Exibição de Anistar!!

A nova estrela do show
Se tem um Pokémon que entra geração, sai geração e nunca sai de moda no anime, este é Eevee! Serena é a segunda protagonista a pegar um e diversos rivais ou coadjuvantes já apareceram em posse de um ou de suas diversas possíveis evoluções: Gary, Sakura, Ursula e Virgil só pra mencionar os mais prominentes. Mesmo na série passada, em que nenhuma nova Eeveelução nova havia sido revelada ainda, os roteiristas fizeram questão de inserir no anime um personagem com todas as formas de Eevee existentes na época e pouco tempo depois ainda lançaram um especial estrelando a mais nova forma: Sylveon, que também foi o primeiro grande representante do novíssimo tipo Fada. Portanto, a última coisa que pode ser dita sobre a captura de Eevee por Serena é que se trata de algo realmente novo para esta produção.
Ainda assim, foram mais de 20 episódios de expectativa desde que o Pokémon Evolução fora revelado no encerramento Gaogao Orusuta. Em enquete realizada aqui no blog no começo do ano havia mais gente interessada na captura do Eevee do que na de Noibat, 28 votos contra 16). E a tão aguarda estreia não poderia ter sido em maior estilo! A roteirista Akemi Omode é novamente confiada com a missão de dar à Serena um desenvolvimento, mas desta vez em uma trilogia de episódios que foca na relação da Performer Pokémon com sua mais nova aquisição e ainda sua terceira Exibição Pokémon. Mas é possível fazer algo de realmente novo com um Pokémon tão explorado? Para Omode, a resposta é sim.
O diferencial da Eevee de Serena está em sua personalidade. Seu recuo em relação a estranhos não é apenas uma timidez como o título de seu episódio de estreia sugere, mas se assemelha mais a uma fobia, que se estende a humanos e Pokémon. Este traço de personalidade não é particularmente novo na série - mas com quase 20 anos de anime nas costas, o que é realmente novo aqui? - e bebe da mesma fonte de Larvitar (da qual o próprio Goomy já bebera nesta saga). Porém, Omode trata o caso de Eevee com uma seriedade muito grande, que acaba tirando seus ataques de fobia do campo do humor e jogando-os mesmo na área do drama - exceto quando Chespin entra no jogo, é claro.
Outro ponto interessante da personalidade de Eevee é em como ela encontrou um porto seguro em Bunnelby (seu papel não para de crescer, não é mesmo coelhinho?) de forma simples e bem sutil. Depois que Serena assiste à pequenina fazer sua sessão de dança secretamente num local isolado, ela decide se aproximar dela para que ela lhe ensine seus passos de dança fluidos e delicados, mas ela foge correndo, claro. Os Treinadores então começam uma caçada por Eevee, lançando todos os seus Pokémon fora da Pokébola e preparando pequenas iscas para atraí-la - ou seja: eles basicamente só aumentam o número de motivos que ela tinha para temê-los. Em dado momento, ela consegue pegar um Poké Puff e Bunnelby a vê… e faz absolutamente nada, só sorri gentilmente. Tal gesto simples e íntimo acabou mostrando à Pokémon que ela podia confiar no coelhinho - talvez o fato de ele mesmo ter sido um Pokémon selvagem assustado faça com que ele a entenda - e ele tem funcionado como uma ponte entre Eevee e o mundo exterior desde então.
O tratamento dado ao Pokémon durante esses três episódios também deve ser elogiado pela sua consistência. A Eevee de Serena parece um dos Pokémon menos antropomorfizados pelo anime, seu comportamento lembra muito o de animais domésticos ariscos, como gatos ou cachorros. Até mesmo seu pavor de fogos de artifício lembra como muitos animais se sentem em situações assim. É provável que seu comportamento tímido seja a grande dificuldade que Serena terá que superar com ela e que perdure por ainda muitos episódios. Não me surpreenderia se um flashback explicando seus medos e de onde vem seu talento para a dança veio, considerando que ela habitava uma parte bem isolada da floresta.

Na batalha da amizade, Ash e Serena só ficam de vacilação
A chegada à Cidade de Anistar traz de volta os rivais Tierno e Shauna, aproveitando-se do fato de que o local da próxima Exibição Pokémon de Serena também é o local do próximo desafio de Ginásio de Ash, portanto um território perfeito para a reunião dos Treinadores e Performers. A ideia de trazer Tierno em particular também é ótima porque, afinal, ele é um dançarino que gosta de implementar movimentos de dança em suas estratégias de batalha, logo é o personagem que casa perfeitamente com o surgimento de Eevee. Omode consegue extrair o melhor daí em sua ideia de realizar uma batalha de duplas entre os personagens e até me faz acreditar que, sinceramente, Shauna e Tierno seriam uma dupla de protagonistas mais interessante que Ash e Serena.
Primeiro, vamos à Performer Pokémon. Diferente da filha de Grace, Shauna demonstra uma determinação implacável e mais do que isso, a forma como ela age em relação à Serena é muito bonita. Ela não apenas apoia sua rival como também procura ajudá-la em todos os aspectos, é uma amiga mais do que uma rival. É especialmente legal a forma como ela usa seu Ivysaur para proteger o Eevee da amiga na batalha, por exemplo. Shauna também demonstra saber sua lutar bem e essa não é a primeira vez que temos a oportunidade de ver isso. A forma como ela parte pra cima do Pikachu de Ash corajosamente apenas reforça o quão confiante e destemida ela é. A única coisa que ela talvez não faça tão bem quanto sua rival são mesmo as apresentações das Exibições Pokémon.
Já Tierno é o tipo de personagem que eu definitivamente gostaria de ver à frente do anime caso a troca de protagonistas fosse algo possível. Tipos como Jimmy, Red ou Alain, que são exemplos de outros personagens que exerceram esse papel em especiais, são muito clichês e pouco interessantes justamente por serem apenas versões mais sérias ou mais maduras de Ash. O dançarino, por outro lado, é um sujeito divertido, carismático e que possui um estilo de batalha tão competente quanto fluido e cheio de possibilidades divertidas. Além disso, é ótimo o fato de que Tierno é um personagem que não cai dentro do arquétipo do gordo como dispositivo de humor, tão comum em diversas animações. Tierno é gordo e cheio de gingado que arrebenta na dança e é um Treinador forte, além de ser super aberto sobre seus sentimentos, de uma forma rara em produções japonesas, tão cheias de rapazes indiferentes ao amor ou só tapados mesmo.
Fica ainda mais fácil preferir Shauna e Tierno a Ash e Serena depois dessa batalha de duplas. É extremamente insensível da parte do Palletiano usar seu Pikachu no combate e AINDA MIRAR O CHOQUE DO TROVÃO EM EEVEE! Impossível não lembrar de como Iris se recusava a treinar com ele justamente por sua imatura incapacidade de respeitar o nível fraco de um Pokémon em treinamento. Pokémon XY vende tanto a ideia de um Ash herói maduro que soa completamente fora da personagem Omode escrevê-lo assim e parece uma decisão mais preguiçosa do que sábia de colocar o Pokémon Camundongo na batalha (a mesma que explica a reciclagem de Flabébé na apresentação de Shauna), especialmente quando ele também possui um Pokémon que precisa de treinamento e amadurecimento e que continua sendo lamentavelmente esquecido pelos roteiristas.
Apenas compare isso com a forma como Tierno age em batalha: enquanto ele e Shauna também vão com seus Pokémon mais fortes - e aqui vale ressaltar que nesse caso é mais compreensível já que foi a estreia de suas evoluções -, o Treinador dançarino tem a sensibilidade de usar ataques mais fracos contra suas oponentes. Ele ordena que Blastoise use Giro Rápido e Jato d'Água, mesmo seu Pokémon já tendo demonstrado saber golpes mais fortes, como Hidro Bomba.
Porém, a cuzice de Ash ainda tem um lado positivo: a cena supracitada de Ivysaur protegendo Eevee e a reação que isso gera. É lindinha a cena em que Eevee percebe como as pessoas estão do lado dela e se sente motivada a lutar e a parte em que ela e Blastoise entram numa disputa de dança dá um ritmo completamente diferente e único para a batalha. E aí, quando você começa a empolgar e já achar que essa é a melhor batalha de Serena… ELA PEDE PRA PARAR. PELAMOR, SERENA! A Performer tem um histórico horrível de batalhas e Omode simplesmente NÃO AJUDA! Já é a segunda vez que ela termina um combate da garota assim sem mais nem menos (talvez ela simplesmente queira poupar de mostrar a aspirante a Rainha de Kalos perdendo? =P). Nesse momento, Serena superagiu como uma daquelas crianças que começam a perder o jogo, aí pegam a bola e vão embora. Espírito esportivo 0. E não justifica que ela quis parar para ir treinar porque dava pra esperar um pouquinho sim.

Exibição de Drama Pokémon
Um dos problemas de se ter uma Exibição Pokémon no mesmo local da batalha de Ginásio e posicionar o evento da Performer antes do de Ash, é que vemos um Palletiano estranhamente não ligando para o fato de que já está na cidade onde pode obter sua sétima Insígnia. Isso se torna ainda mais absurdo levando em conta que Tierno fala que enfrentou a Líder e não encontra palavras para descrever o Ginásio de tão peculiar que é, incitando ainda mais a curiosidade de Ash e ainda assim, o Palletiano permanece estranhamento inativo. É o seu segundo dia na cidade e ele não demonstra a menor ansiedade pelo desafio, nem mesmo faz um treinozinho pra disfarçar - sua batalha contra Tierno depois da saída de Serena no episódio anterior não conta como algo.
Mas parece que o relapso não é exclusividade do Palletiano. Omode amarra os episódios com um gancho de os Treinadores correndo desesperados para o local da inscrição porque perderam a hora e aí parece prova do Enem, com a diferença de que ninguém fica pra trás (e não tem memes também). É meio forçado a Equipe Rocket também se atrasar, mas é Pokémon né.
Como que para rebater minhas críticas sobre as Exibições Pokémon valorizarem somente aspectos estéticos superficiais das suas participantes, a performance temática é - como o próprio título do episódio entrega - um quiz, afinal não basta a Rainha de Kalos ter beleza: também é preciso ser inteligente (apesar de que, se for olhar pelo Quiz Pokémon dos intervalos comerciais, os produtores da série parecem ter uma visão de dificuldade um tanto estúpida para os questionários). Mas ainda assim é uma oportunidade a ser aproveitada, afinal não é todo dia que você tem a chance de vestir uma beca no mundo Pokémon.
No entanto, admito que gostei dessa Exibição Pokémon bem mais do que minha ironia deixa transparecer. As apresentações temáticas dessa competição demandam um trabalho extra por parte dos roteiristas já que estes precisam ter ideias cada vez mais diferentes para cada torneio, uma vez que não seria bacana ficar repetindo fórmulas (quem aguentaria outra rodada de culinária colorida?) e das três Exibições Pokémon das quais Serena participou, essa sem dúvida teve a temática mais legal! O quiz contou com perguntas que testam realmente o conhecimento que se esperaria de Treinadores Pokémon caso eles existissem no mundo real e até mesmo os erros dos Treinadores parecem bastante plausíveis.
Merece atenção de modo particular o fato de que Nini - aquela amiguinha sem graça de Serena que tem sérios problemas de design que retorna aqui com sua Smoochum adorável e seu Ferfetch'd que ama exibir o alho-poró em riste - diz que a evolução do tipo Fada de Eevee é Espeon. Um erro muitíssimo plausível se considerar que as evoluções de Eevee têm justamente as cores mais associadas a seus respectivos tipos e Espeon é rosa, uma cor comumente ligada ao tipo Fada.
As perguntas direcionadas à Serena também são boas porque duas delas são sobre Pokémon com os quais ela já se encontrou no anime - e foram devidamente escaneados com a Pokédex. É verdade que ela não encontrou Bellossom, mas a Performer Pokémon tem um histórico muito positivo de não ser a típica Treinadora novata que adora os monstros de bolso, mas não sabe nada sobre eles - me incomodava muito em Diamond & Pearl como Dawn não conhecia uma penca de Pokémon, sendo que ela provavelmente devia assistir a vários Concursos pela televisão com sua mãe (apesar de que, analisando bem, Ash sofria do mesmo mal em Kanto e a gente sabe que ele via competições da Liga na tevê e no tempo dele eram só 150!).
Os quizes também contaram com a genial implementação de provas para os Pokémon superarem para adquirirem o direito de resposta para suas Treinadoras. É ótimo ver as Exibições dando aos Pokémon esse espaço particular para um pouco de ação e o fato de as provas serem diferentes as torna, senão mais democráticas, - já que dão chances aleatórias de vitória para todos - ao menos nos permitem especular que são feitas sob medida levando em conta os Pokémon inscritos, tornando assim o nível de dificuldade igual para todos.
Quanto às performances livres, há um pouco de repetição tanto nas apresentações de Shauna quanto na de Serena. Ao mesmo tempo que isso pode ser considerado uma falta de criatividade, também pode ser uma tentativa consciente de Omode de estabelecer e destacar os estilos únicos de cada Performer. No caso de Shauna, ela repete o uso de Vento Encantado (Fairy Wind) que já havia usado na Exibição de Coumarine, com o diferencial sendo que em vez ela de correr com a Fita, ela usa os Chicotes de seu Ivysaur para fazê-la voar pelo palco, gerando um efeito visual admirável.
Por outro lado, Seren explora mais uma vez a flexibilidade dos movimentos de Pancham e Braixen e novamente os coloca interagindo com os ataques um do outro - até repete o lance da Pokémon Raposa saltar sobre os Gumes de Pedra (Stone Edge) coloridos de seu parceiro para desmanchá-los. O diferencial da vez foi definitivamente os passivos de dança de Eevee que o trio executa belamente no palco. A dança é bastante sincronizada e ilustrada de forma magnífica, acompanhada do tema de Serena para dar aquele toque especial. E eles conseguem: a apresentação é linda!
A propósito, foi um grande alívio a animação de "A Dança Feliz Vem Depois de um Quiz!? O Torneio de Exibição de Anistar!!" ter qualidade tão boa depois dos anteriores apresentarem problemas sérios tanto na forma como os personagens eram animados, como nos traços: constantemente tortos, desproporcionais ou simplesmente mal desenhados. Porém, uma coisa que eu realmente não entendi foi a presença de Jessie: ela dançou e fez uns fogos de artifício com Bombas de Semente porque, claro, em Pokémon qualquer ataque vira purpurina ou explosão ou fogos de artifício. Mas e o Meowth? Qual era a da roupa de arlequim que nunca tem função? Parece que a função da personagem aqui foi nada mais do que preparar o cenário do drama que antecedeu a performance de Serena. Porque claro que o drama de Serena não pode faltar numa Exibição Pokémon!
É até compreensível que Omode recorra a esse artifício de novo - e tenha grandes chances de fazê-lo uma terceira vez na estreia de Eevee: por si só, não tem nada de muito desafiador em responder umas perguntas e fazer seu Pokémon exibir sua beleza. Batalhas Pokémon sempre foram o recurso dramático maior tanto nos Ginásios Pokémon quanto nos Concursos Pokémon. A ausência desse elemento tão fácil de se lidar força os roteiristas a procurarem outros meios de aumentar a tensão antes dos momentos finais. Dessa forma, os dramas das Exibições Pokémon são até justificados e necessários. O segredo é fazer bem feito!
Se na Exibição anterior, a insegurança de Serena com o vestido parecia um pouco superficial, aqui o medo é bastante real: Eevee foge assustada depois dos fogos de artifício de Gourgeist, para desespero de Ash e dos demais Treinadores. Como tantos cachorros, gatos e ouros bichinhos de estimação da vida real, a pequena Pokémon Evolução se assusta com o estrondo e foge desesperada. Afastada de Bunnelby e dos demais e cercada de estranhos por todos os lados, o medo da Pokémon não parece nada surreal ou exagerado, mas bastante real e compreensivo.
É também muito legal ver a forma determinada com a qual Serena arrisca perder sua apresentação final para procurar por sua Pokémon. Ash se oferece para ajudar, mas a Performer decide ir ela mesma atrás da pequenina porque está legitimamente preocupada. É uma decisão esperta mostrar que Eevee podia ir a qualquer momento de encontro à sua Treinadora, mas se encontra paralisada pelo medo - reforçando que se trata de um problema psicológico realmente mais sério do que mera timidez. Os animadores conseguem expressar de forma muito competente as várias emoções experimentadas pela Pokémon neste momento: seu pavor das pessoas, sua vontade de retornar para sua Treinadora, a forma como ela luta contra si mesma e até como, apesar de encontrar a coragem de sair do esconderijo e ir, ela ainda está aterrorizada.
Não é todo dia que os roteiristas decidem focar três episódios seguidos em torno de um Pokémon só - não acontecia desde Diamond & Pearl! No caso de Eevee, a decisão provou-se mais que esperta e Akemi Omode fez um trabalho que, enquanto esbarra em inconsistências, ainda consegue ser bastante sólido e apresenta uma qualidade de se admirar. A segunda Chave da Princesa de Serena foi conquistada com dignidade e Eevee chegou na hora certa, da maneira certa. Agora, o que o futuro guarda para Serena? A pequena Eevee certamente ainda tem muitos problemas a superar e um palco num auditório cheio de estranhos lhe olhando pode ser o maior deles. Por outro lado, o episódio da Exibição reserva um espaço para realçar como Jessie ficou em terceiro lugar (com sua performance ruim) e promete ganhar! Será que já temos o caminho para a primeira vitória de Jessilee pavimentado sobre uma possível derrota de Eevee?

Considerações finais:


  • Eu adoro quando a dublagem faz decisões que fazem sentido dentro do contexto dos episódios: enquanto observa Eevee de longe, Mayuki Makiguchi interpreta Serena sussurrando, para não atrair a atenção do Pokémon. Um ótimo detalhe;



  • Quando Shauna fala das inúmeras possibilidades de Eevee em performances, ela só fala das evoluções hue :v Lembrei, na hora desta, imagem!


"Por que todo mundo quer que eu mude?"



  • Este arco também voltou com a Estrela Cadente como golpe de beleza. Qual vai ser o próximo golpe de Eevee? Bola das Sombras?

    • Shauna super não desconfiando… ou eu devia dizer isso do Ash?

    • Os roteiristas fazem o Chespin um estraga-prazeres com tanta frequência que fica difícil de saber se eles o amam ou odeiam;


    • Falando em Chespin, que prova de amor imensa ele resistindo à tentação de comer um Poké Puff só para dá-lo à Eevee;


    • Aposto que nem vocês sabiam que Sylveon podia voar;

     

    • Pancham e Smoochum: eu shippo;


    • Monsieur chamou Jessie de uma "adulta linda e sexy". Hmmm
    • A nova Chave da Princesa de Serena tem patente alta;


    • Quando Tierno questiona por que Eevee não tem problema em ficar perto de Bunnelby, Clemont diz que é uma longa história e isso não faz o menor sentido. Primeiro que ele não devia saber o motivo já que o momento foi compartilhado somente entre os dois Pokémon e segundo por que se ele soubesse, não precisava nem de três frases pra explicar.
    • HÁ! PASSEI DOS EUA FINALMENTE! ~apelando~, mas passei! Assim, faltam apenas três episódios para eu ver o final de Pokémon XY! Eu também anunciarei mudanças em relação aos Charithoughts em breve, afinal se o anime atualizou para a fase nova, eu também vou seguir o modelo. Aguardem;
    • Na pista de dança, Meowth me representa;


    • O título em japonês do episódio de captura de Eevee é uma referência ao romance O Apanhador no Campo de Centeio (The Catcher in the Rye), um dos meus livros favoritos de todos os tempos e cujo protagonista foi objeto de estudo do meu TCC na universidade. É claro que eu amei isso ♥
    • As audiências dos três episódios e seus respectivos rankings no TOP 10 da tevê japonesa foram as seguintes: "Eevee é Tímida com Estranhos!? A Apanhadora no Campo de Flores!!" marcou 3,9 pontos e ficou em 10º lugar. Já "Uma Batalha de Duplas é uma Batalha de Amizade! Eevee Luta Pela Primeira Vez!!" gozou de um aumento excelente, alcançando 4,2 pontos e ficando na 7ª posição, até passando Yo-kai Watch! Porém, "A Dança Feliz Vem Depois de um Quiz!? O Torneio de Exibição de Anistar!!", a terceira Exibição Pokémon de Serena e o episódio mais importante da trilogia, não entrou no ranking. O curioso é que nesta semana a maioria dos outros desenhos obteve uma audiência maior. O 9º lugar, por exemplo, The File of Young Kindaichi Returns conquistou 5,1 pontos, uma diferença acentuada em relação à 10ª colocada Go! Princess Precure e seus 3,7 pontos;

    8 comentários:

    1. Muito boa essa análise. Espero que essa Eevee brilhe bastante.
      Uma pergunta: pq vc não introduz os Disqus pra comentários aqui na PBN igual seu blog? Acho que iria melhor bastante a interação entre os leitores e a quantidade de comentários hehe

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Infelizmente esse setor não é comigo, mas obrigado pela sugestão ^^

        Excluir
    2. O que é isso, Sir. Trocaria o Ash pelo Tierno? Eu dropava o anime na mesma hora, não acho ele personagem pra mais que coadjuvante. =P

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Ah poxa! Imagina só um protagonista arrasando nos passinhos?

        Excluir
    3. evee senpre ta na moda kk

      ResponderExcluir
    4. Sir. onde você pega esses gifs?

      ResponderExcluir
    5. "É extremamente insensível da parte do Palletiano usar seu Pikachu no combate e AINDA MIRAR O CHOQUE DO TROVÃO EM EEVEE! Impossível não lembrar de como Iris se recusava a treinar com ele justamente por sua imatura incapacidade de respeitar o nível fraco de um Pokémon em treinamento."

      Sério isso? Não poder treinar no nível de sempre foi uma das coisas que ferraram Ash em BW. Axew era uma droga criada a leite com berry pela Iris e arrastou o scraggy junto, que acabou não se desenvolvendo bem. Pro diabo com os níveis, nunca importaram no anime. Deixa a eevee tomar thunderbolt, hydro pump e o escambau, vai criar marra pelo menos e vai aguentar umas porradas quando virar sylveon.

      ResponderExcluir

    Seu comentário será publicado após a aprovação.
    Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

    A PBN agradece a sua participação!