5 Mitos Sobre Pokémon – Nos Quais Você Acreditava


           Falaaaaaaaa aê, pessoas que votaram na Dilma (mentira, vocês nem voltam HUEHEUEH). Hoje vamos falar sobre alguns mitos sobre Pokémon que você, possivelmente, já tenha ouvido falar. Vamos nessa, moçada? Simbora porque quero ir dormir e já são fucking 03:30 da madrugada (boatos de que é nesse horário que as almas assombram, será? Bem, acabei de ouvir um barulho no quarto ao lado, mas é só meu tio roncando que nem uma porca tendo filhote, enfim...).

1. O Jardim secreto do Bill


           Uma coisa que eu percebi foi que por mais que Bill tenha apenas um pequeno papel nos jogos, ele é um dos personagens mais favoritos dos fãs. Por que será, hein? Hummm... Ele aparece no jogo como um BFF do professor Carvalho. Num certo ponto, quando jogamos Fire Red e pá chea em um momento em que vamos visitar o senhor Bill em sua casa em Cerulean, a fim de obter informações sobre o sistema de armazenamento de Pokémon e, de quebra, como brinde de um combo qualquer do Burguer King, ganhamos um bilhete para o SS Anne (a fim de matar o Raticate do Gary, né, assassino).

           Alguns jogadores atentos (BEEEM ATENTOS) perceberam que havia um caminho estranho acima do jardim de Bill para uma área escondida, o que gerou mitos do "Bill's Secret Garden". As teorias variam, mas a maioria concluiu que a área deve conter um ou mais Pokémon lendários para os jogadores capturarem (aposto mil dimas como o Tobias capturou o Darkrai dele lá "mais hal tobias só apareceu muitas gerações depois", fod*-se, mesmo assim acho que ele capturou lá. Caraca, vei, Pokémon não tem sentido, esqueceu?).

           Na verdade, entrar no jardim mostrou-se problemático, embora alguns jurarem que você poderia acessá-lo depois de completar a Pokédex, ou conversando com Bill depois de capturar Mew. A busca foi infrutífera e usar fraudes pra acessar a área escondida revelaram um espaço inexpressivo completamente vazio.

2. Você pode aumentar a efetividade das pokébolas


           QUEM NUNCA? QUEM NUNCA? HJEEHEUHEEUH. Aparecer lá aquele Pokémon foda com um nível de experiência considerável e você só tem uma Pokébola. Ai tem que usar o hack, brother, o famoso hack dos botões. Depois da Pokébola ser lançada, isso levando em consideração o padrão usado pelo jogo na captura do Pokémon, o resultado é totalmente fora das mãos do jogador, calculados com bause na saúde restante da criatura, justamente com todas as condições especiais do momento.

           Apesar disso, muitos jogadores têm o seu próprio "método" especial de garantir a captura. Alguns seguram o botão "B", outros fuzilam o "A", alguns apertam para baixo no momento certo, todos parecem ter a sua própria maneira criativa de tentar distorcer as chances. Infelizmente, não há absolutamente nenhum botão que irá alterar o resultado – não que isso vá nos impedir de tentar! Pois como eu jogava muuuito pelo celular, eu cheguei a quebrar o botão do bicho só tentando apertar os botões para capturar o Pokémon lá. É, acredito que esse seja o "mito" mais conhecido de todos.

3. Você não pode se livrar do Pikachu


           Pois devo dizer a vocês que a Pokémon Company de burra só tem o Psyduck mesmo. "Pokémon Yellow" foi uma tentativa enormeeeeeee de ganhar dinheiro com o Pokémon mais popular de todos, o Maractus. Mentira, o Pikachu mesmo.

           Entre umas e outras pequenas alterações estéticas e de jogabilidade, o que mais chamou e atraiu todos foi o fato de que você só pode ganhar um Pikachu no início do jogo. Além disso, esse Pikachu vai seguir você para todo canto fora da Pokébola e nem adianta querer se livrar do infeliz.

            ainda por cima essa coisa não podia ser evoluído para Raichu assim como o de Ash (Ash, cretino, deixe de influenciar os jogos). Isso levou a rumores de que o Pikachu simplesmente não poderia ser trocado com outras cópias de jogos de Pokémon. Infelizmente – ou felizmente, dependendo do quanto você era ligado ao bicho amarelo -, era mais do que possível trocar Pikachu. Uma vez trocado, você perderia seu companheiro especial pra sempre, pois ele passava a agir como qualquer outro Pokémon, permanecendo firme em sua pokébola e nunca te seguindo novamente.

           Cara, lembro que eu começava com ele e SEMPRE perdia pro Brock ¬¬'

4. Missingno. pode apagar a memória do jogo


           Missingno foi a coisa mais esquisita e famosos dos jogos originais de Pokémon. A "coisa", "peste", "demonho", "dilma", poderia ser obtida por navegar para cima e para baixo do lado oriental da Cinnabar Island depois de seguir uma série de passos específicos em Kanto.

           A função mais famosa de capturar um Missingno. era o seu uso na duplicação de itens em seu inventário. No entanto, ele também faria muitas telas se misturarem, principalmente se for introduzido no Hall of Fame. Isso levou a rumores de que Missingno. era capaz de apagar um Pokémon do seu time, ou mesmo apagar toda a memória do cartucho. Até agora não há casos conhecidos de que isso realmente acontecia, mas a declaração da Nintendo sobre o assunto sugere que você pode precisar reiniciar o seu jogo, se os glitchs saírem do controle:

           “Missingno. é uma falha de programação e não uma parte real do jogo. Quando você capturá-lo, o jogo pode ficar estranho e os gráficos, muitas vezes, ficam embaralhados. Para corrigir os gráficos alterados, tente liberar o Missingno. Se o problema persistir, a única solução é reiniciar o jogo. Isto significa apagar seu jogo atual e começar uma nova partida.”

5. Mew está escondendo debaixo de um caminhão


           Olhe, digo mesmo: Mew sempre foi o Pokémon mais procurado. Até hoje ele é, né? Maaaas... Já que Mewtwo foi disponível para captura como parte da história principal, faz sentido que a criatura da qual ele foi clonado estivesse escondido em algum lugar, né?

           Um dos rumores mais persistentes em relação a Mew foi de que ele poderia ser encontrado debaixo de um caminhão, gente, estacionado perto do Navio SS Anne. Para chegar lá, você precisa jogar o jogo de uma forma muito limitada, ignorando certas insígnias e evento, a fim de ganhar a capacidade de Surf antes de embarcar no SS Anne. Os corações dos jogadores paralisavam quando eles alcançavam o caminhão místico que eles trabalharam tanto tempo pra encontrar. Tudo o que precisava ser feito agora era usar Strength no caminhão e… Nada. Acontece que ele era uma farsa o tempo todo e o caminhão estava lá apenas pra decoração. Anos mais tarde, os jogadores descobriram que havia uma maneira de capturar Mew no jogo, usando uma série monótona de truques de menu e voando pra locais específicos.

Créditos da pesquisa: Ei, Nerd! 

Enfim, éramos trouxas. E aposto mais cem dilmas (assim vou ficar pobre. Já sou, né? O que mais tiraria de mim? E ainda por cima sou de humanas...) que você acreditou em alguma dessas teorias e que ainda hoje existem seres (tipo eu, prazer) que aperta os botões para capturar os Pokémon. E gente, isso funciona, tá? Xêro para você que não acredita. Espero que tenham gostado da matéria. Lembrem-se sempre: paz no corê que depois eu dou um Nintendo 3DS a vocês. Sem mimimi, gente, por favor... Até a próxima, pessoas/E.T/etc... Ah, outra coisa, vou postar uma matéria bem exclusiva mesmo, algo que você nunca viu no ar e falo muito sério. E vou postar na minha página primeiro, para acessá-la (clique aqui). Até mais!

18 comentários:

  1. HEY POKEMON SHUFFLE PRA ANDROID ACORDA!!

    ResponderExcluir
  2. E a fanfic que é bom? Nada né?

    ResponderExcluir
  3. bem interesante isso a maioria eu não sabia........

    ResponderExcluir
  4. eu não sabia essa do pikachu '-'

    ResponderExcluir
  5. Gostei da matéria, mas não gosto do jeito que voce escreve. É só uma opinião, calma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que tipo de jeito, sério? As risadas? Os "vei", a maneira como tento ao máximo postar algo como se eu tivesse conversando com vocês? De verdade, eu não sei qual maneira devo fazer para agradar a vocês. Quando escrevo algo normal, uma matéria normal, vocês reclamam porque ficou chato. Quando escrevo algo mais descontraído, porque afinal isso aqui não é um site do G1, é algo sobre Pokémon, e lidamos com crianças também (e elas não gostam de ler matérias chatas). Sim, eu não deveria usar palavras de baixo calão, mas ainda assim, cara... Mas eu te compreendo, claro, nunca vou agradar a todos. Mas quero agradar pelo menos a maioria e percebi que alguns estão comentando sobre a maneira que escrevo. Então, para me ajudar a trazer algo melhor, por favor, pode me falar o que você não gostou na matéria para eu rever meus conceitos na próxima? Ficaria muito agradecido se você me ajudasse!

      Excluir
    2. Claro, fico feliz em voce ter me respondido. O que eu quis dizer com não gostar da maneira que voce escreve é voce utilizar palavras de baixo calão mesmo, umas palavras nem são, mas ainda acho inapropriadas, pois perde-se o ritmo do que se está lendo sacas? Entendo que voce gosta de fazer piadas para descontrair, mas as vezes sinto que voce peca pelo excesso. Resumindo, gosto de ter piadas, mas são muitas e perde-se o ritmo, sacas? É apenas isso que não gosto, mas essa é a minha opinião apenas xD

      Excluir
    3. E também gostaria de dizer que gosto do assunto de suas matérias e trazer algo novo como curiosidades e tals é algo que gosto muito. Espero pelas curiosidades sobre a origens dos pokemon que se me lembro foi a opção que ganhou xD (era a opção 2, eu acho) . Em mais, ótimo trabalho ^^

      Excluir
  6. Quando vc vai me dar meu 3DS?

    ResponderExcluir
  7. Bem, eu concordo com o anônimo das onze (FIC FIC FIC CADÊ A FANFIC)... E tenho uma crítica a fazer. Achei a matéria interessante (lembro que eu usava B+ seta para baixo), fundamentada e honesta ao mencionar os créditos e a fonte da pesquisa. Mas a forma, a linguagem deixa a desejar. Está um tanto... vulgar, muito informal. No Facebook tudo bem, mas no site...

    Claro que ninguém quer uma reportagem numa linguagem como uma tese de Direito, mas o uso da língua informal, sem abreviações, gírias, palavras de baixo calão e etc dá um ar de maior credibilidade ao texto. Veja as outras matérias da PBN, elas se esforçam para manter a linguagem leve, mas com essa credibilidade, como num jornal ou site de notícias (Pokémon Blast *News*).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba, até o jeito de eu escrever vocês implicam? '-' Sério, nossa... Acho que a maioria que me segue só faz isso porque eu trago algo novo, ninguém merece ler matéria chata. Mas okay, entendi muito bem sua crítica e claro que vou levá-la em consideração, só acho que vocês estão indo longe demais com tanto mimimi. Quando escrevo formal vocês reclamam, quando escrevo mais descontraído vocês reclamam. Melhor parar de postar!

      Excluir
    2. Mas, por favor, poderia me dizer no que, exatamente, você não gostou na matéria? Em quais partes da escrita? Preciso melhorar, porque pelo que estou vendo a maioria não está gostando da maneira, que coisa :/ Me ajuda ai, pelo amor, porque não sei mais o que fazer kkkkkk e a fanfic jaja sai, guenta ai XD

      Excluir
    3. Hal não ligue muito para as pessoas que te criticam, pois elas não falam os pontos positivos como por exemplo: vc sempre traz novidades e ja mostrou que é um ótimo escritor na fic, então continue sendo vc mesmo.
      POR FAVOR!

      Excluir
  8. Quem é que nunca jogou Pokémon sem usar A + B + botão pra baixo ao lançar um pokébola? Eu sempre torcia pra dar certo ao tentar capturar os lendários.

    ResponderExcluir
  9. O jeito com que você escreve os textos é muito legal! É uma pena eu ter perdido a Gen 41 e suas superstições e lendas...

    ResponderExcluir
  10. concordo com o povinho que ta escrevendo aqui,vc sempre foi desse jeito hal mas nessa materia vc foi muito informal 'o'

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após a aprovação.
Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

A PBN agradece a sua participação!