Review: Pokémon XY066

E aí, pessoal?
Depois dos reviews de Pokémon XY064 e XY065 publicados ontem e anteontem - e que vocês podem ler no Vale Charicífico, clicando aqui, trago hoje a continuação, cumprindo a promessa de três reviews para o fim de semana!
Desejo a todos uma boa leitura e não se esqueçam de voltar aqui na sexta pq teremos mais!

XY066/ Episódio 870 - Investigação Criminal na Cidade de Lumiose! Clembô VS Clembô Preto!!

CIDADE DE LUMIOSE! É extremamente reconfortante chegar aqui e realizar que o curto, mas extremamente aborrecedor intervalo entre Coumarine e a cidade das luzes acabou. É ótimo reencontrar Clemont e rever coadjuvantes queridos e há muito sumidos, como Alexa, Clembô e, claro e especialmente, Meyer. Mas talvez a sensação que me mais me agrade é de que este episódio faz lembrar bastante aquela época inicial de Pokémon XY, não há tanto tempo assim no passado, em que os roteiristas nos presenteavam com ideias de episódios bastante diferentes. Desta vez, o prestativo - mas não totalmente inocente (afinal não faz muito tempo que ele jogava pobres desafiantes pela janela do 8º andar) - robô de Clemont é preso injustamente e a culpada não poderia ser outra: a terrível Oficial Jenny!
Brincadeiras com a incompetência das competentes policiais -sqn à parte, desde a primeira vez em que vi o trailer toda a ideia da prisão do robô me pareceu absolutamente absurda, mas incrivelmente divertida por si só e é uma daquelas coisas que só a presença de Clemont na série poderia nos proporcionar. O mais legal disso tudo é que o roteirista Yukiyoshi Ohashi não tem medo de brincar com o absurdo da ideia. O androide se apresenta mais humano do que nunca - resultado de melhorias realizadas pelo jovem inventor durante seu breve retorno ao Ginásio? -, cheio de medo de ficar preso, bastante aborrecido com a injustiça e corando ao extremo ao ser provocado por Meyer a respeito de seu status de celebridade por ter aparecido no jornal (aparentemente, no mundo Pokémon, onde existem tecnologias como Pokébolas, ser um androide Líder de Ginásio não é tão impressionante assim por si só). Tudo isso servindo muito bem para nos fazer não só sentir simpatia por Clembô, mas nos importar com a história em si.
Outro ponto bacana é que, diferente do que seria o esperado num caso assim, o Clembô Preto não é uma criação da Equipe Rocket, mas de um novo vilão do dia: Professor Belmondo. Professor universitário especializado em Robótica, seu objetivo era melhorar a falha do Clembô original: a ausência de uma propensão ao mal. Enquanto sua aparência é assustadora o bastante, o vilão é extremamente mal trabalhado pelo roteiro - talvez porque não vale a pena investir muito tempo dando sentido a alguém que nunca mais aparecerá na série?
O fato de ele ser um professor universitário criando um androide para cometer crimes parece refletir a situação precária dos educadores no mundo Pokémon - o que não surpreende considerando que a realidade de a maioria das crianças é justamente não frequentar a escola. Também chama a atenção que ele é um renomado Professor de Robótica, que precisa hackear o computador de Clemont, um garoto que deve ter uns 10 anos, e roubar o modelo do Clembô, algo que pode ser lido tanto como uma grande incoerência ou só uma maneira diferente de adular o irmão limão e sua engenhosidade. Ao mesmo tempo, é estúpido pensar que ele estava treinando o robô para cometer crimes praticando vandalismo sem sentido pela cidade porque desta forma, ele claramente estava chamando atenção para algo que ainda estava em fase de testes - ainda que ele tivesse tramado para que o Clembô original fosse detido pelos crimes, ele decidiu cometer crimes mesmo depois da prisão do androide, o que demonstra não só que ele não planejou nada direito e estava só desperdiçando recursos.
De fato, a própria existência do Professor Belmondo parece um desperdício. Pokémon XY tem apresentado uma quantidade excepcional de antagonistas além do trio Rocket: já vimos contrabandista, caçador, até mesmo Pokémon malvados - a Aura das Trevas de Yveltal emanando - e tem Lysandre à espreita. É verdade que também temos a subtrama dos Malamar acontecendo, mas sinceramente não acho que seria mal algum adicionar mais um vilão à quota de inimigos que nossos heróis fazem ao longo do caminho. Investir em Belmondo como personagem recorrente, tornando-o alguém mais interessante e coerente não seria uma má ideia. Especialmente considerando que ele poderia ser um oponente específico para Clemont. Afinal, enquanto Ash tem Tierno (e, pelo que tudo indica, Shouta e talvez Alain) e Serena Shauna, Aria e Jessie, o jovem inventor não possui nenhum rival ou concorrente em potencial. Com sua batalha contra Ash logo ali na esquina, dar-lhe alguém para combater de vez em quando não seria ruim de modo algum.
Mas Belmondo não é o único vilão aqui. A Equipe Rocket também marca presença e enquanto inicialmente eu tenha temido que eles pudessem deixar o roteiro do episódio muito inchado, mas Ohashi os insere de forma completamente pertinente em apenas duas cenas: primeiro revelando sua intenção de roubar o Clembô Preto após vê-lo rapidamente em ação e depois com eles tentando o roubo e sendo impedidos pelo Blaziken Mask (eu adorei a sequência dos robôs sendo puxados pelo ímã gigante). Inserindo-os em apenas duas cenas em que são necessários, Ohashi consegue aproveitar seu tempo melhor para dar a atenção necessária às batalhas de Clembô e Clemont, permitindo que ambos brilhem e dois diferentes Pokémon do Líder de Ginásio apareçam e mostrem seu poder. Além disso, a aparição pontual dos Rockets também funciona como um bom motivo para que o Blaziken Mask apareça de forma relevante, sem contudo, interferir na briga pessoal de seu filho com o bandido.
Aliás, a forma como o mistério do crime e a eventual prisão de Belmondo ocorrem todas por mérito de Clemont é por si só outro aspecto bastante positivo deste episódio. É igualmente bacana ver como o menino se impõe diante da Oficial Jenny, pedindo que ela lhe deixe cuidar do problema e também como até Ash e Blaziken Mask fazem questão de mostrar sua confiança e apoio ao rapaz. Tanto a luta de Clembô, como a de Clemont são bem simples e não possuem nada marcante - eu diria que até os golpes escolhidos foram bem infelizes considerando a variada gama de movimentos Elétricos legais introduzidos em Pokémon XY -, porém é legal ver como Ohashi confere ao professor do mal ao menos uma característica de batalha consistente em suas continuadas investidas que não levam em conta o dano recebido por seus Pokémon (embora eu deva confessar que é bastante hipócrita que Ash peça a um Treinador para desistir quando ele mesmo impulsiona seus Pokémon além de seus limites - embora eu reconheça que há diferenças entre as abordagens, é claro).
Não há nada excepcionalmente grandioso ou empolgante em "Investigação Criminal na Cidade de Lumiose! Clembô VS Clembô Preto!!", mas ele ainda consegue ser um episódio divertido. Talvez porque ainda que com diversas falhas, ele consegue acertar a mão ao lidar de forma divertida com seus personagens. Momentos como Meyer se esforçando para manter sua indiferença e desconhecimento do Blaziken Mask diante dos questionamentos de Alexa - e a dinâmica meio Lois & Clark que eles parecem levemente emular, com ela sendo a repórter perseguindo os mistérios que cercam o misterioso herói -, Bonnie falando das suas conquistas durante a ausência do irmão (muitos s'il-vous-plaîts e a "nova" habilidade de dormir sem o irmão, na companhia de Serena) ou até mesmo Clembô todo envaidecido com a matéria do jornal nos lembram que afinal esta é uma série com personagens legais, pelos quais ainda vale a pena voltar toda semana para saber o que vai acontecer.
Considerações finais:
  • Logo que se reencontram, Ash e Serena decidem exibir suas novas conquistas para Clemont: ela o seu novo dignamente evoluído Braixen (melhor desenhado aqui do que em qualquer cena de seu episódio de estreia) e ele o seu indignamente evoluído Goodra;
  • A propósito, continuando o hate do Goodra: que voz asquerosa deram pro bicho e eu definitivamente não consigo simpatizar com a cara sonsa;
  • O Clembô Preto ataca diversos pontos turísticos da gigantesca Lumiose dos jogos: a boutique chiquetona, o Museu de Lumiose…
  • A trama do episódio me lembrou um pouco (beeeem de leve) a trama pós-game de Pokémon X & Y, envolvendo Looker e Emma. Em ambas as histórias temos um cientista do mal manipulando algum tipo de tecnologia para provocar o caos na cidade;
  • Os episódios de Pokémon X & Y têm geralmente um diretor de animação. Este, contudo, teve três!
  • "Investigação Criminal na Cidade de Lumiose! Clembô VS Clembô Preto!!" conseguiu seu lugar ao sol no TOP 10 de animes em sua estreia no Japão. Ficando em 8º lugar no ranking, ele obteve 5% de audiência;
  • Para soltar o Clembô, Clemont apela com Jenny que o robô seria o único capaz de pegar o falso. Porém, o episódio nunca explica o porquê o androide seria tão indispensável assim para a captura do criminoso, afinal era só tacar Lança-Chamas no androide pra desmontá-lo - embora pra mim isso era só conversinha do inventor pra tirar seu robozinho de trás das grades mais cedo;
  • Detalhe de continuidade legal que a diferença entre o Clembô do Clemont e o criminoso era a marca na cabeça;
  • A propósito, só neste episódio que eu fui reparar que o Clembô tem um cabelinho amarelo no topo que nem o Clemont xD
  • Não fui o único a achar que o lance com as manequins da boutique foi meio assustador né?

  • Gente, Meyer é o melhor personagem recorrente desta temporada por favor ♥
 

5 comentários:

  1. Três review seguidos!!!! Que tudooooo
    Amoooo

    ResponderExcluir
  2. Ow, eu não sei se vocês perceberam mas o Robô Clembô do Clemont acertou um Rider-Kick no Clembô-Preto daquele cara mau. Outra coisa, eu também não sei se vocês perceberam mas esse Clembô possui um X-Buster no braço esquerdo e outra coisa, a posição que ele faz para jogar a pokebola é a mesma posição que o X faz quando ele esta derrotando algum inimigo. Por exemplo: Quando o X prepara para dar um tiro carregado ele põe uma das mãos em cima do X-Buster e depois da um tiro carregado mais forte. Ai esse Clembô faz tipo a mesma coisa mas só que nesse caso ai ele esta é atirando pokebola. Flw então.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que interessante!!! Adorei saber essas informações!

      Excluir
  3. cara, esses reviews são muito bem escritos, mas acho que vcs forçam um pouco as emoções. quando eu assisto pokemon, eu não sinto tantas "emoções" quanto quem escreve as reviews, pq pkm é um anime meio bobo, mesmo tendo melhorando na temporada do xy. conclui então que quem escreve as reviews escreve de um jeito um pouco mais poetico e forçado.
    mesmo assim, parabéns! continue sempre assim, pq é melhor do que se escrevessem errado! (vcs ñ escrevem ruim, mas um pouco "poético" demais0.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após a aprovação.
Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

A PBN agradece a sua participação!