Review: Pokémon XY024

Fala, galera!
Dando continuidade à série de textos diários do Sir Charizard, trago mais uma review: desta vez de um episódio adiado! Espero que gostem =DD

XY024/ Episódio 828 – O Castelo no Leito do Mar! Skrelp e Dragalge!!



Em 16 de abril de 2014, a balsa MV Sewoul afundou na Coreia do Sul, enquanto transportava 476 pessoas para Jeju (uma cidade coreana) causando a morte de 304 pessoas, a maioria destas estudantes de ensino médio (obrigado, wikipedia). Por conta do acidente no país vizinho, a TV Tokyo decidiu suspender a exibição deste episódio por tempo indeterminado, transmitindo a luta de Ginásio contra Grant no lugar. Desde então, algumas situações estranhas aconteceram, tornando tudo bem peculiar. Pra começar, essa foi a primeira vez que um desastre fora do Japão gerou uma suspensão de episódio de Pokémon dentro do país - talvez pelo fato de a balsa ter sido feita no Japão. Pouco mais de um mês depois, porém, na lista de episódios que seriam exibidos no Cartoon Network norte-americano no mês de junho, o XY024 constava na lista com título ("An Undersea Place to Call Home!") e data de exibição, indicando que o episódio ao menos já havia sido enviado para outros países para dublagem e transmissão, dando esperança de que teríamos uma chance de conferir esse capítulo antes da tevê japonesa. Todavia, no dia seguinte, a Turner mudou a lista, excluindo o título e substituindo pelo do capítulo seguinte.
Mas eis que então em 8 de agosto, um tuíte da Coreia relata a exibição do episódio no país sem absolutamente nenhuma restrição - irônico considerando que o país baniu mais episódios do anime que o próprio Estados Unidos - e inclusive traz fotos pra confirmar (todas provadas verídicas). Porém, sai absolutamente mais nada. O episódio não vaza na Internet, não sai sinopse oficial e o próprio site oficial não o incluía em sua lista. O tempo passou, Ash conquistou sua terceira Insígnia, o time dos protagonistas mudou, Serena decidiu o que fazer da vida e nada sobre a exibição do episódio foi anunciado por meses, o que levou muitos - eu incluso - a acreditar que ela, de fato, não ocorreria.
Não seria um caso sem precedentes, afinal. Em 23 de outubro de 2004, um forte terremoto de magnitude de 6,8 abalou a província de Niigata, causando grande destruição, e motivando não só o banimento permanentemente do episódio "A Batalha na Ilha do Tremor! Barboach VS Whiscash!!", como também dos golpes Terremoto, Magnitude e Fenda (Fissure) no anime - a Escavadeira (Bulldoze), outro ataque que envolve tremor nos jogos, ganhou uma animação diferenciada no anime para passar sem problemas. Enfim, depois que muita gente já nem fazia questão, o Japão decide exibi-lo e este episódio tem a sorte de sair do limbo.
Diferente do que ocorreu com "Um Especialista em Pescaria em uma Competição de Pesca!", o episódio adiado de Best Wishes!, "O Castelo no Leito do Mar! Skrelp e Dragalge!!" não sofreu nenhuma alteração para caber dentro da sua data de exibição atual. Ou seja: Ash e cia estão novamente na Rota 8, a Muralha Costeira (Muraille Coast), a caminho da Cidade de Cyllage, com nosso protagonista-mor planejando desafiar Grant e Fletchling ainda não-evoluído - o que deve causar uma certa confusão nos telespectadores mais desatentos (me faz lembrar do caso "Feriado a La Jynx" & "Perdidos na Neve!" e do meu próprio aturdimento ao ver Charmander outra vez, depois de Charizard já ter evoluído). Mas a questão é: afinal, valeu a pena? Bom, o episódio até tem um começo bastante promissor. Temos uma Serena estranhamente pró-ativa desviando Ash de um treinamento para um pouco de pescaria - com as varas que eles haviam ganhado anteriormente no XY023 em Ambrette -, na esperança de fisgar algum Pokémon (ela até se empolga com a ideia de um outro Corsola aparecer, vejam só). Porém, a partir da aparição de Skrelp e da introdução do casal Eddie e Lindsay as coisas começam a desandar.

Pra começar, a trama lembra demais "O Santuário do Relicário!", episódio de Advanced Generation (que talvez você se lembre melhor como o episódio infame em que Relicanth foi chamado de Relicário >.<'): Ash e cia conhecem um casal, que trabalha com exploração marítima e está atrás de alguma embarcação naufragada, que guarda um valioso tesouro, e está envolvida diretamente com algum ecossistema Pokémon no fundo do mar. Mas se em Hoenn, o Pokémon em questão era Relicanth, aqui temos Skrelp e a evolução Dragalge no comando. As similaridades são grandes demais e não é coincidência que ambos foram escritos por Shinzo Fujita, um roteirista que em dias melhores escreve maravilhas como "O Campus de Lembranças de Clemont! Uma Reunião Eletrizante!!". E os dois apresentam os mesmos problemas. Pra começar, mesmo num universo de amizades fáceis e gente solícita como o mundo Pokémon, é difícil engolir um casal de profissionais levando crianças para o fundo do mar tão facilmente assim. É perigoso e irresponsável - a menos que você tenha certeza de que eles conseguem respirar (e até falar!) embaixo d'água, como a Misty. Além disso, de grosso modo, muito pouco acontece no episódio.

Descobrimos que os Skrelp e Dragalge estão juntando as embarcações naufragadas para montar uma espécie de colônia submarina para os Pokémon do fundo do mar, temos mais um típico e entediante ataque da Equipe Rocket e no fim, o único momento realmente importante e bacana: a revelação de que o germe da ideia que levou ao desenvolvimento da estratégia da Escalada do Meteoro do Dragão, usada nos Ginásios de Cyllage e Shalour, foi um momento de muito heroísmo de Froakie. De fato, quando foi usado pela primeira vez, aquele movimento arquitetado por Ash havia causado uma baita surpresa, justamente pela falta de qualquer pista que algo do tipo poderia acontecer - algo atípico para essas estratégias de batalha -, então já havia certa suspeita de que algo pudesse ter ficado pra trás com esse episódio.
Há também uma cena que pode ter sido a grande responsável pela decisão de se adiar a exibição desse episódio: vemos um transatlântico de luxo chamado Cussler se chocando com um enorme iceberg, que resulta em seu naufrágio. É basicamente a versão Titanic do mundo Pokémon, mas sem mortes claro. Outra coisa que também incomoda é como Skrelp tem uma personalidade meio bipolar. No começo do episódio, quando é pescado por Ash, ele age agressivamente e ataca os nossos heróis, mesmo depois de receber um curativo de Bonnie. Depois, quando reencontra Ash e Serena no fundo do mar e seus companheiros atacam os dois, ele pede que eles parem o ataque e fica do nada miguxo deles. Aliás, por que os Pokémon não parecem se incomodar nem um pouco - nem notar, na verdade - a presença do submarino pilotado por Lindsay?

A animação e a trilha sonora são nada memoráveis - os traços inclusive parecem mais feios aqui, especialmente no que se refere aos rostos dos personagens humanos -, mas é legal ver todos aqueles Pokémon nadando no fundo do mar, especialmente porque lembram o quão legal é usar Mergulho (Dive) em Pokémon Omega Ruby & Alpha Sapphire. O episódio também nos revela que Serena sabe uma quantidade surpreendentemente grande de nomes de Pokémon de Água, algo raro para os Treinadores novatos no anime. E o mais bacana é que não fica incoerente nem forçado porque afinal de contas, ela pode ter aprendido em casa mesmo, vendo TV, ou no XY023, durante o passeio que ela e seus amigos fizeram no Aquário de Ambrette. Há também uma invenção de Clemont que funciona e serve para ajudar a tomar decisões, mas eu achei a maquininha tão sem noção que sinceramente senti falta da época que tudo era decidido na base do Cara ou Coroa (Coin Toss), o aplicativo mais útil do Pokétch no anime - algo irônico considerando que ele devia ser o mais inútil dos jogos!
Agora, fica certa incógnita no ar: como este episódio será exibido no Brasil? Será que ele veio junto no pacote da 17ª temporada e já foi dublado, podendo ser exibido tranquilamente agora que o banimento foi finalmente encerrado, ou será que esperaremos até a 18ª, como deve funcionar nos EUA? Pessoalmente acredito mais no último caso. Seja como for, por mais que esteja longe de ser um episódio bom ou memorável, é sempre bom termos episódios de Pokémon tirados do limbo e liberados para serem conferidos. Seria de muito mal gosto pedir agora que uns norte-coreanos hackeassem os computadores da TV Tokyo e liberassem pra gente aqueles episódios da Equipe Plasma VS Equipe Rocket que devem ser os melhores BW de todos os tempos?

Considerações finais:
  • Enquanto a numeração desse episódio ainda é adotada em sites de fãs como XY024 - como originalmente planejado -, no Japão ele parece que irá contar como o XY052 mesmo. Isso porque lá a série XY já começou a sair em DVD e a listagem dos episódios 22 ao 24 vieram na seguinte ordem:
XY022 - "Pokémon XY Especial: A Mega Evolução Mais Forte ~1º Ato~"
XY023 - "Pesquem o Magikarp Dourado!"
XY024 -
"A Conexão da Aurora! Amaura e Aurorus!!"
  • A mesma numeração é usada para a página do anime no Hulu japonês. A nível de curiosidade, o 2º Ato do especial da Mega Evolução consta como episódio 50. Eu realmente iria adorar se o Japão estivesse realmente enviando esses especiais junto do pacote de episódios para distribuição internacional, assim o Brasil não ficaria sem eles. Mesmo já tendo assistido e tudo, acho lamentável os especiais de Brock e Dawn pós-DP jamais terem tocado solo ocidental de forma oficial;
  • Eu não sei dizer se os Dragalge não acertaram Ash e Serena porque só queriam assustar ou se porque eram mesmo ruins de mira. Aliás, eu achei essa aparição deles aqui tão chinfrim. Eles são uns dos Pokémon mais irados da 6ª Geração e aparecem aqui nada intimidadores;
  • Aliás, também acho que tem algo muito errado com Ash dando ordens para Dragalge selvagens de dentro de um submarino;
  • Agora, vamos à audiência dos episódios: o XY050 foi assistido por 4,6% do público japonês, ficando em 9º lugar no TOP 10, uma queda de 0,6 pontos em relação ao especial das Mega Evoluções. Já este XY024 manteve o mesmo número de público, mas caiu para a 10ª posição na semana;
  • Agradeço a todos pelos votos de feliz ano novo! E, a propósito, a viagem foi ótima ^^

3 comentários:

  1. Eu concordo com você, o melhor momento do ep é quando Froakie salva o Skrelp do redemoinho. não gostei muito desse ep, nem gosto muito do Skrelep e o Dragalge, prefiro Clauncher e Clawitzer.

    ResponderExcluir
  2. Só gostei desse episódio porque Skrelp e Dragalge ficam em segundo lugar dentre meus favoritos da sexta geração, atrás apenas da linha evolutiva de Florges...

    ResponderExcluir
  3. Dragalge eu não curto muito. Como já disse um ADM do fórum da Pokémon Mythology, Dragalge é o Kingdra depois do crack.
    Esse episódio é mais ou menos. Nem curti muito.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após a aprovação.
Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

A PBN agradece a sua participação!