Tutorial Cosplay: Pokébolas



Saudações treinadores! Alguém aí ficou com vontade de fazer cosplay depois da matéria? Não se preocupem, nós iremos dar algumas dicas!

Caríssimos e caríssimas, sejam bem-vindos ao Tutorial Cosplay! Ou Tutorial Cospobre. Sério, não vou me ofender se vocês chamarem assim. Voltando ao tema do tutorial...

As Pokébolas são um dos símbolos mais fortes da franquia. São itens indispensáveis para os treinadores em suas jornadas, seja no anime, nos jogos, no mangá, e também no TCG. Na vida real, não há limites para materiais usados na confecção de Pokébolas: isopor, plástico, acrílico, pelúcia revestida por tecido, resina, cristal, metal, o céu é o limite. Há modelos "fixos", sempre fechados, e outros que permitem que a Pokébola se abra, além de modelos no tamanho compacto (Pokébolas que ficam no cinto) e no tamanho normal (Pokébolas prontas para serem usadas numa captura).

Nesse tutorial iremos construir um modelo fixo de tamanho compacto, ideal para ser usado como acessório em cintos, bolsas e bolsos de treinadores!

Leiam todo o tutorial antes de começar, ok?


Materiais necessários: bolinhas de pingue-pongue (R$ 5,90 conjunto com seis), tinta acrílica nas cores e no acabamento desejados (R$ 4,00 37 ml brilhante/fosca, R$ 6,50 60 ml metálica), massa de biscuit (R$ 2,50 90g), fita crepe (R$ 4,50 18 mm x 50m), adesivo instantâneo (R$ 7,20 20 g), papel contact preto (R$ 3,75 80 cm x 50 cm), velcro (R$ 2,00 150 mm x 50 cm).

Ferramentas necessárias: pincel cerda chanfrado nº 6 (R$ 3,00 cada), rolinho de espuma pequeno (R$ 3,00 cada) ou pedaço de esponja, tesoura, filme PVC, tampinha de refrigerante/leite/suco de caixinha.

Materiais/ferramentas recomendados: folhas de jornal ou folha de papel panamá para evitar sujeira na superfície de trabalho, avental ou outra proteção para não sujar a roupa.

Custo total: cerca de R$ 44,00

Custo unitário: cerca de R$ 2,50 reais por Pokébola (modelo de duas cores)



AVISO: Peça ajuda a um adulto ou pessoa responsável ao lidar com adesivo instantâneo.



Lembram do que foi abordado na matéria sobre cosplay, quanto a escolha do personagem? Bem, a depender do personagem escolhido, você poderá optar por outros tipos de Pokébola sem ser a Pokébola padrão.


Aquele momento triste em que você tem mais Pokébolas no cosplay do que no Pokémon GO...

Para dar uma variada e para o cosplay ficar alinhado com deck, decidi fazer uma Bola Ninho para esse tutorial. O procedimento para outros tipos de Pokébola é o mesmo, só mudará as cores usadas na pintura.


A Bola Ninho foi um pouco mais difícil de fazer devido à variação de cor entre cada mídia e também pelo detalhe/padrão do desenho na esfera. É possível notar que os tons de verde mudam, sendo um pouco mais acinzentado na arte oficial, amarelado na arte do Dream World e no anime, e verde verde no TCG. Escolhi fazer uma Bola Ninho baseada na versão do TCG.

Nessa versão do TCG

O primeiro passo é pegar as bolinhas de pingue-pongue. O ideal é que todas elas sejam brancas, não precisa ser as melhores esferas para jogar tênis de mesa.


Protegi a parte da superfície da bolinha com filme PVC (aquele usado para proteger alimentos e etc) e peguei uma pequena porção de biscuit, modelando em bolinhas. O filme PVC evita que o biscuit grude na bolinha de pingue-pongue, já que a massa "crua" de biscuit tem uma pequena aderência.


Achatei a porção maior de biscuit na bolinha, de forma a criar a parte principal do botão da Pokébola. Fiz o mesmo com a porção menor, achatando-a em cima da porção maior, para finalizar o fecho da Pokébola.



Recomendo deixar o fecho secar em cima da bola de pingue-pongue para não perder o formato. Um biscuit nesse tamanho demora cerca de um dia para secar, estando ao ar livre, numa área coberta e sem incidência de chuva.

Caso tenha escolhido Pokébolas como Grande Bola, Bola Tempo, Bola Pesada e Bola Mestra, que possuem detalhes em relevo, agora é a hora de elaborá-las com o biscuit. As duas primeiras você pode fazer os detalhes com porções de biscuit na forma de rolinhos; já as últimas podem ter os detalhes elaborados com porções no formato esférico, ou ligeiramente triangular no caso da Bola Mestra.

Enquanto o biscuit secava, fui adiantando a pintura. Peguei uma tampinha lavada e bem seca e usei a fita crepe para imobilizar a bolinha de pingue-pongue. Tente deixar a linha da bolinha paralela à borda da tampa.



A tinta a ser usada dependerá do efeito desejado e da mídia escolhida para o cosplay. Se sua referência é o anime ou jogos mais antigos, você poderá usar tinta acrílica brilhante ou até mesmo fosca. Mas se você está seguindo os jogos mais recentes ou o TCG, sugiro uma mistura de tinta acrílica brilhante com tinta acrílica metálica.

Clássico x moderno
A maioria das tintas acrílicas para artesanato são miscíveis entre si, solúveis em água, atóxicas e geralmente secam rápido. As marcas mais comuns de serem encontradas são as da Acrilex e da Decofix, podendo ser compradas em lojas voltadas para artesanato ou em papelarias.

Quanto aos pincéis e rolinhos, uso os da Tigre, mas pode ser de qualquer marca que não solte as cerdas. Prefiro os pincéis chanfrados pois eles cobrem uma área maior e de forma mais uniforme do que os pincéis de ponta redonda.


Antes de pintar, usei a fita crepe para proteger a metade de baixo da bolinha, colando a fita rente à linha divisória presente na própria bola de pingue-pongue. Caso sua bolinha possua algum logotipo impresso, deixe-o virado para baixo, no lado protegido pela fita crepe.


Uma dica para aumentar a vida útil de seu pincel: não o atole no pote de tinta. Mergulhe o pincel na tinta no máximo até a metade da cerda. Se possível, "molhe" o pincel na tinta que fica na tampa ou nas paredes, assim você pega uma quantidade mais precisa de tinta, apenas o suficiente.

Para pintar a parte branca da Pokébola, usei uma mistura de tinta acrílica branca com um pouco de tinta metálica prata, para criar um efeito semimetálico. Passei o pincel de forma bem desleixada mesmo, pois os rastros das cerdas serão eliminados quando for passar o rolinho ou bater com a esponja. Isso cria uma textura uniforme para a Pokébola.


Agora é só esperar secar para aplicar uma segunda demão de tinta. E depois, uma terceira. Isso garante que a cor fique forte e uniforme (além de destacar o efeito brilhante das tintas com esse acabamento, pois as primeiras aplicações com o rolinho deixam a superfície ligeiramente porosa/áspera).

Se o biscuit já secou, você pode já pintar o fecho da Pokébola. Recomendo colar o fecho com fita crepe em alguma outra superfície (a lateral da tampinha, por exemplo), pois sendo pequeno e leve, ele irá se mover com o vento ou com a aplicação do pincel.

Costumo esperar umas 24 horas para que a tinta fixe no material pintado (o ideal seriam 72 horas). Se a tinta secou mas ainda não aderiu por completo ao material, você corre o risco de removê-la quando for limpar um respingo de uma outra camada de tinta, ou quando for colocar/retirar a fita crepe.

Lembre-se de limpar os pincéis (e qualquer coisa que eventualmente tenha sujado de tinta) com água fria e sabão assim que terminar de pintar. Não deixe a tinta secar no pincel porque dá um trabalho danado para removê-la depois (isso se der para remover a tinta).

Depois de terminar de pintar a parte inferior (branca na maioria das Pokébolas), passei para a parte superior. Para criar o desenho da Bola Ninho, colei fita crepe num pedaço de papel contact sem o filme do contact, e desenhei uma coroa circular. Depois a recortei, removi com cuidado o papel e colei no topo da bolinha de pingue-pongue.


Para criar o desenho próximo do fecho foi mais simples, bastou cortar uma tira estreita de fita crepe e aplicá-la na bolinha de pingue-pongue.



Já que as áreas que não devem ser pintadas estão protegidas com fita crepe, é só aplicar a tinta e depois passar o rolinho/esponja. Tal como na parte inferior, serão três camadas de tinta. Para chegar nesse tom misturei verde brilhante com azul metálico.


Depois que a tinta secou, retirei cuidadosamente a fita crepe. Mesmo com a fita crepe, a tinta vazou um pouco para a área protegida, e acabou criando grumos. Acontece. Removi esses grumos delicadamente, raspando com a unha.


Para chegar ao tom indefinido do detalhe da Bola Ninho, misturei tinta dourada metálica com um pouquinho de tinta vermelho brilhante.


Aqui, por uma questão de textura, eu não usei o rolinho, passei com calma e cuidado o pincel, limpando os respingos/borrões que ocorreram.


Terminada a pintura, falta só colar o fecho e o velcro. Prefiro usar velcro para colar as Pokébolas nos acessórios desejados (como bolsa e cintos) porque dá para remover facilmente a Pokébola para fotos ou apresentações, e depois devolvê-la a seu lugar sem muito problema. Caso eu possa modificar permanentemente o acessório em questão, eu colo a parte mais macia/felpuda do velcro direto no acessório, caso contrário eu faço uma costura temporária. A parte "áspera" do velcro é a que colo na Pokébola, bastando uma tira estreita.


Para colar o fecho e a parte áspera do velcro uso adesivo instantâneo (à base de cianoacrilato), também chamado de super cola ou Super Bonder (a marca mais conhecida do adesivo). Essa cola pode ser encontrada em lojas para artesanato, lojas de material de construção e alguns armarinhos e mercados; precisando de determinados cuidados em sua aplicação.

Além do meu aviso inicial (Peça ajuda a um adulto ou pessoa responsável) há algumas observações a serem feitas sobre a super cola:

  • Apesar do nome, nem todos os materiais podem ser colados com adesivo instantâneo. Ele corrói isopor e alguns plásticos e metais não colam muito bem.
  • As superfícies a serem coladas devem estar limpas de poeira, sujeira e oleosidade.
  • Não encoste o dedo no bico, o resíduo de cola ali presente pode colar seu dedo.
  • Aperte o tubo devagar, pressionar com força libera mais cola, e o excesso pode acabar no seu dedo.
  • Aplique cola na peça e ponha logo o outro objeto que você vai colar, pressionando de leve por trinta segundos, pois esse adesivo seca muito rápido.
  • Evite tocar na área colada, porque pode colar seu dedo junto.
  • Caso a cola pegue no seu dedo ou na pele, tente terminar de colar o que tiver que colar na peça primeiro. Você não vai querer retirar a cola duas vezes.

Caso a cola pegue no seu dedo, ponha um copo cheio d’água por 30 segundos no micro-ondas, em potência alta. Mergulhe o dedo na água quente e retire logo (a água estará QUENTE), o contato vai fazer com que a cola se solidifique/cristalize, tornando possível raspá-la/ puxá-la.

Acho que não precisa falar que tudo que eu sublinhei já aconteceu comigo...

Com todas as observações seguidas, é possível colar o fecho e o velcro sem grandes incidentes. A posição do fecho e do velcro deve ser bem centralizada na Pokébola, entre a parte superior e inferior. O velcro deverá ficar do lado oposto ao do fecho.


Falta só mais um detalhe, a da linha divisória da Pokébola! Na maioria dos modelos a linha que separa as duas metades da Pokébola é na cor preta. Para elaborá-la, recortei duas tiras estreitas de papel contact, e depois as colei no meio da Pokébola.


Pronto, a Bola Ninho está terminada!


Caríssimos e caríssimas, esperam que tenham gostado desse Tutorial Cosplay! Acharam muito difícil? Ou é tranquilo de fazer? Um tanto caro no total, ou se fizer junto com os amigos, sai em conta para todo mundo? Deixem sua opinião nos comentários!

Nós vemos em nossos próximos destinos!

0 Comentários:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado após a aprovação.
Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

A PBN agradece a sua participação!