Pokémon GO banido no Irã e mais banimentos!

Bom dia treinadores! Tudo bem? Espero que estejam!



Hoje vamos falar sobre uma coisa séria! Trata-se do banimento de Pokémon GO no Irã.

O Conselho Superior de Espaços Virtuais do Irã baniu, neste último sábado, o jogo da Niantic em seu território. O motivo alegado foi de que o jogo causa "preocupações de segurança", mas não especificou quais seriam estas preocupações!

No último mês, autoridades iranianas já consideravam um banimento do aplicativo, só que resolveu esperar-se que as autoridades e a Niantic trabalhassem conjuntamente para criarem certos tipos de restrições para os jogadores em seu território (não se sabe também quais seriam estas restrições). A atitude não deu certo e, neste mês, finalmente o aplicativo foi banido do país.

Outros banimentos também ocorreram (até mesmo antes desse banimento no Irã), só que em menor escala. Um exemplo destes banimentos é o banimento feito pelo Departamento Correcional do Estado de Nova Iorque, nos EUA, que proibiu, somente para criminosos sexuais em liberdade condicional, o download, acesso ou outra forma de uso de quaisquer atividades de Internet, incluindo nisso, o jogo da Niantic. A medida foi tomada para previnir novos crimes sexuais que possam vir à acontecer, e o não cumprimento, levará o preso de volta para a prisão.

Outro exemplo é o Kuwait, que proibiu o jogo em locais e instalações governamentais. Já as Forças de Defesa de Israel, proibiu o jogo para seus militares e também proibiu o uso do aplicativo em suas bases militares. A Indonésia proibiu o jogo para seus policiais em horário de serviço, e isso desde antes do lançamento oficial no país.

Outros países ainda consideram o banimento do jogo, como Singapura, que, segundo o ministro das comunicações Yaacob Ibrahim, será analisada a maneira que o jogo será jogado e se oferece riscos para a sociedade, e disse que a aprovação da censura estará (ou não) nas mãos da MDA (Autoridade de Desenvolvimento de Mídia de Singapura).

Há também países que querem banir o jogo por motivos religiosos, como a Arábia Saudita, onde o Conselho Sênior de Eruditos decretou proibido o uso do aplicativo, isso tomando como base uma fatwa (decreto islâmico) que decretou Pokémon uma franquia anti-islâmica no ano de 2001. Porém, a decisão será revista e analisada com mais cuidado. Usando a mesma fatwa, líderes islâmicos da Malásia e na Índia, recomendaram aos islâmicos de seus países a não jogarem o jogo.

Já na Rússia, que ainda não teve o jogo lançado, líderes e religiosos temem o seu lançamento por considerarem que o jogo seja usado para espionagem. A mesma alegação de ameaça da Segurança Nacional foi dado no Egito e na Indonésia. 

Fora isso, ainda há alegações religiosas em todo mundo, tratando o jogo como "demoníaco" e que há nele o "odor de satanismo".

Fontes: Pcmag, O Dia, USA Today, NYT, Idaho Statements, 
BBC, Times of India, The Japan Times e The Moscow Times.

Não deixem de comentar pessoal, o que acham sobre estas censuras todas. Eu acho que algumas delas são pesadas demais, mas outras servem como medidas coercitivas, como a do Estado de Nova Iorque. E vocês, o que acham?

Não deixem de acompanhar a PBN para mais notícias de Pokémon!

Até mais!

Acompanhe a PBN nas Redes Sociais! Clique:

 Pokémon Blast News Face   Pokémon Blast News Canal   Pokémon Blast News Twitter   Pokémon Blast News Insta

5 comentários:

  1. Acho que isso que aconteceu no EUA é muito certo, agora, banir o jogo pq ele possui o odor do demônio é sem comentários né...

    ResponderExcluir
  2. Talvez se as nidoran femeas usassem burca os islamicos aceitassem o jogo. Não vejo nada contra muçulmanos no jogo acho exagero. Quanto a proibição para militares e presos mais que justo, assim como em paises que nao tem condiçoes de oferecer segurança. Uma coisa que serve para todos os jogadores é que tudo tem seu lugar ne nada de jogar dentro de igrejas ou locais proibidos. Já o fato de Pokemon ser do demônio é o comentário mais estupido que já li e ouvi sobre o jogo. O demonio está no coração das pessoas e elas nem percebem.Tudo vicia se não souber usar, inclusive relegião não é atoa que vemos casos de intolerãncia religiosa e fanatismo em pleno nosso seculo. Amo Pokemon e o jogo me traz nostalgia de uma das melhores epocas de minha vida. Eu colecionava tazos kkkk

    ResponderExcluir
  3. Uou eu respeito religiosos mas tem limite pra tudo, né nasci assistindo e jogando pokemon mas até hoje minha avó fala (é o jogo do mal mininu :v)

    ResponderExcluir
  4. Tudo pra esses caras é coisa do demônio. Respeito religiões, mas tem gente q extrapola. Pokémon é foda e não vejo mal nenhum nisso.

    ResponderExcluir
  5. Ainda bem que eu não convivo com essas pessoas ignorante q ficam falando que pokemon é do capeta.
    Meu nada a ver, tem igreja falando pras pessoas não jogarem isso, q eu saiba o objetivos das religiões é tornar as pessoas melhores e não proibirem de jogar um jogo. E o pior q isso não se trata apenas da ignorância dos mais velhos, tem Muita gente nova falando besteira. Minha vó mesmo pediu pra mim baixar no celular dela pra ela caçar Pokémon. Kkk

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após a aprovação.
Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

A PBN agradece a sua participação!