Conheça melhor: Cutiefly, Bruxish e Wimpod





Cutiefly, Bruxish e Wimpod. O que você sabe sobre eles? Conhece seus dados e suas inspirações? Venha dar uma olhada!

Cutiefly 


Este pequenino Pokémon é capaz de detectar a aura de coisas vivas, como plantas, pessoas e outros Pokémon. Ele coleta pólen e néctar das flores, selecionando-as e as encontrando pela cor e brilho de suas auras. Contudo, quando alguma criatura viva está muito entusiasmada, sua aura se assemelha a de uma flor em pleno desabrochar, e, como resultado, gera uma forte atração em Cutiefly, que tende a ficar próximo às criaturas com intensas emoções. Embora seja frequentemente visto em campinas e prados, este Pokémon vai para as cidades guiado pela aura "acesa" dos habitantes. 

Ao contrário do que muitos pensam, Cutiefly não é baseado em colibris (beija-flores) e nem nos famosos mosquitinhos de banheiro. Este, na verdade, foi inspirado em uma mosca-abelha, mais especificamente em um Anastoechus nitidulus, pela aparência amarelada, olhos escuros e forma do prolongamento tubular (aparelho bucal). O habitat destes animais batem bem com a descrição do Pokémon e é interessante destacar que são espécies de climas tropicais, como Havaí, região de inspiração de Alola.

Tipo: Inseto/Fada (Bug/Fairy)
Espécie: Pokémon Mosca-Abelha (Bee Fly Pokémon)
Habilidade: Honey Gather ou Shield Dust
Altura: 0.1 m
Peso: 0.2 kg
Nome em Inglês: Cutiefly (combinação das palavras cutie-pie "gracinha" e bee fly "mosca-abelha").
Nome em Japonês: Abuly (combinação das palavras tsuriabu (mosca-abelha), lovely (adorável) e fairy (fada). 


Teoria do autor da matéria: Sendo uma espécie de mosca, e já que foi nos apresentado na sua forma adulta (alada), acredito que teremos um Pokémon ainda menor que Joltik nesta geração, sendo a pré evolução de Cutiefly, uma larva minúscula em formato esférico, que brilha mais ou menos intensamente de acordo com as auras que sente e quando atingir seu ponto máximo de brilho, evolui. Nota desnecessária: eu realmente achava que era um mosquitinho de banheiro, já estava até tentado domesticar alguns Cutiefly aqui em casa. Gosei bastante do Pokémon e espero que as evoluções (se exisitirem, espero que não) não estarguem o Pokémon "gracinha". 

Bruxish

Este Pokémon enterra a si mesmo no fundo do mar, deixando apenas a membrana alongada do topo de sua cabeça para fora, para que, emitindo sinais psíquicos na água, possa detectar presas. Ocasionalmente, esta protuberância pode disparar fortes ondas psíquicas, que provoca, em quem for afetado, terríveis dores de cabeça e por isso acabam caindo inconscientes posteriormente. Ao atacar com estes sinais psíquicos, Bruxish range (fricciona) os dentes, fazendo Pokémon próximos fugirem imediatamente. Na região de Alola, os salva-vidas permitem que os Bruxish permaneçam em suas devidas áreas, para prevenir que outros Pokémon perigosos da água se aproximem. 

Aparentemente, este Pokémon foi baseado em um dos peixes-porco mais conhecido do oceano Indo-Pacífico, "humuhumunukunukuāpuaʻa". O nome é considerado uma das maiores palavras no mundo e também uma das maiores do próprio idioma havaiano. Assim como o Pokémon, o animal emite sons com o friccionamento dos dentes e além disso é quase sempre visto "cuspindo areia". A característica de se esconder no fundo do mar é atípica, sendo provavelmente inspiração de outra espécie (Monacanthidae — popularmente chamados de cangulos) , no entanto, as características podem também estar associadas a alta e rápida capacidade de mudar de cor (camuflagem) e ser um predador muito agressivo, estando (quase) sempre sozinho. A espécie em questão,  Rhinecanthus rectangulus, é considerada desde 1985 (1990 oficialmente por lei) "O Peixe Do Estado do Havaí". 

Tipo: Água/Psíquico (Water/Psychic)
Espécie: O Pokémon Rangimento (The Gnash Pokémon)
Habilidade: Dazzling ou Strong Jaw
Altura: 0.9 m
Peso: 19.0 kg
Nome em Inglês: Bruxish (combinação de bruxism "bruxismo" e fish "peixe").
Nome em Japonês: Hagigishiri (combinação de ha "dente", kawahagi "cangulo", gisshiri "hermético" e hagishiri "bruxismo").


Teoria do autor da matéria: Eu acredito que assim como Relicanth e Basculin, este Pokémon não terá evolução. O que é uma pena, pelo menos para mim, por que não fiquei satisfeito com o design deste Pokémon e adoraria ver uma evolução ou no mínimo uma forma diferente, "mais atraente", para mim. Nota desnecessária: não! Não tem nada a ver com os dentes, achei um detalhe interessante inclusive, mas estes lábios, olhos e "sobrancelhas" forçados me assustam. Fora que as cores poderiam ser outras, e assim como os animais de inspiração, os dentes poderiam ser azuis. 

Wimpod

Este Pokémon é covarde por natureza e está sempre desconfiando de qualquer barulho ou movimento repentino. Curiosamente, ele tende a se aproximar de pessoas ou Pokémon que ficam parados, e cuspirá um líquido venenoso ao se sentir ameaçado. Este líquido mal-cheiroso irá sinalizar para os outros Wimpod que o perigo está por perto. Pelo hábito de comerem e estocarem todo tipo de coisa, incluindo lixo marinho, este Pokémon tem um alto valor como "faxineiro" no ecossistema marítimo. 

Existem várias teorias entre as possíveis inspirações para Wimpod, contudo, todas concordam que ele é um artrópode. A primeira teoria é de que seja um Hibbertopterus genius, uma espécie de escorpião marinho. A segunda sugere que, assim como Kabuto, Wimpod seja um trilobita (Trilobitomorpha). A terceira, levantada principalmente pelo peso de Wimpod (12.0 kg), é a inspiração em um Caranguejo Ferradura (Limulus polyphemus). Se aproximando um pouco mais, surgiu a hipótese de ser uma tatuíra (Emerita brasiliensis), mas como o próprio nome sugere, é uma espécie endêmica praticamente. Por fim, e mais provável, estão as duas teorias que se complementam. Primeiramente, apontou-se que Wimpod é um tatuzinho-de-jardim (bicho-de-conta), pelo fato de suas características serem altamente correspondentes às dos isópodes. Aprofundando esta teoria, e tentando ainda mais se aproximar das características Animal-Pokémon, apresentou-se a espécie Ligia oceanica, que, quando analisadas outras do mesmo gênero, encontrou-se Ligia hawaiensis, logo, a preferida ao cargo de "inspiração de Wimpod". 
Tipo: Inseto/Água (Bug/Water)
Espécie: O Pokémon Fujão (Turn Tail Pokémon)
Habilidade: Wimp Out
Altura: 0.5 m
Peso: 12.0 kg
Nome em Inglês: Wimpod (combinação de wimp "fujão/pede-arrego/covarde" e pod "podo — terminologia taxonômico para pés"). 
Nome em Japonês: Kosokumushi (combinação de ko "pequeno", soku "pés" e mushi "inseto". 


Teoria do autor da matéria: Não acho que uma evolução para este Pokémon seja viável, e, sinceramente, se for pra estragar o visual, prefiro ele assim. Mas, caso evolua, transformar essa personalidade "covarde" em um Pokémon corajoso seria interessante. Ele é muito pesado para um isópode... Isso me intriga. Comentário desnecessário: A combinação de tipo é muito bacana, eu espero por isso desde o Surskit. Sério, eu fiquei muito puto quando peguei meu BubbleBeam pro Surskit, ai ele evoluiu para Masquerain e o golpe não aplicava mais STAB. Continua sendo minha escolha quando jogo em Hoenn, mas nunca vou superar o fato dele perder o tipo Water.

------------------------------------------------------------------------------------------------------

Acompanhe a PBN nas Redes Sociais! Clique:

 Pokémon Blast News Face   Pokémon Blast News Canal   Pokémon Blast News Twitter   Pokémon Blast News Insta


2 comentários:

  1. ....desnecessário abeça as notas...puto???

    ResponderExcluir
  2. Realmente, elas se chamam "Nota desnecessária do autor da matéria" por este motivo... Questão de opinião! :D

    Espero que este fator não tenha influenciado na sua leitura de forma geral da matéria, obrigado por ela, inclusive!

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após a aprovação.
Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

A PBN agradece a sua participação!