7 coisas que você talvez não saiba sobre a May

May, melhor pessoa
Foi uma boa companheira para Ash



1. Quando estreou no anime, May não gostava de Pokémon. Ela só se interessava em se tornar uma treinadora Pokémon para ter a oportunidade de viajar por regiões diferentes. May não aparentava sua repulsa com Pokémon para a sua família, ao contrário, ela se mostrava experiente e sábia e isso fez com que sua família em peso acreditasse que ela seguiria os passos do seu pai, Norman, que é um líder de ginásio especialista em Pokémon normais. No entanto, depois de presenciar um Concurso Pokémon no episódio "All Things Bright and Beautifly!", ela decidiu se tornar uma Coordenadora Pokémon. Inicialmente, May não sabia quase nada sobre Pokémon, ataques ou tipos, Ash assumiu o papel de seu mentir. E por essa razão May o admira muito. De todas as companheiras de Ash até o momento, May é a que mais o admira como pessoa e treinador. Legal, né?

Sério, essa foto é muito bonita
2. May é uma menina muito doce e otimista. Ela gosta de coisas femininas, fofas e bonitas (ela é a contra parte da sua personagem no mangá, que é selvagem e não gosta nada de maquiagens). May se preocupa MUITO com a sua aparência, por vezes, passava tanto tempo na frente do espelho para se arrumar, que seus companheiros de viagem se frustravam com ela, e não estou falando só de Brock, Ash ou seu irmão. May também gosta de ajudar outras pessoas com seus problemas românticos. Que menina mais meiga, Brasil.

3. May é a única companheira de Ash que não teve um Pokémon que a desobedecesse. Misty teve Psyduck, Dawn teve Piloswine/Mamoswine e Iris teve seu Dragonite.


Fanart de Pokémon OR/AS

4. Ao contrário de outros rivais (exceto para Brendan), May desistiu de ser uma treinadora nos jogos, tornando-se a única rival indisponível para batalha depois que o personagem derrotar a Elite dos Quatros. Isso aconteceu, pois May preferiu ajudar seu pai a finalizar sua Pokédex e se tornar um Professor Pokémon (ela é filha do Professor Birch).

5. Sapphire, no mangá, sempre foi muito amiga de Ruby. Os dois gostavam de duelar um contra o outro, até que um dia um Salamence os atacou na floresta. Ruby foi capaz de afrontar o Pokémon, enquanto Sapphire, aterrorizada, só fazia chorar. Mais tarde ela começou a achar que havia arruinado a dignidade de Ruby e nos dias seguintes não saía mais com ele e mal se falavam. Ela prometeu a si mesmo que iria se tornar mais forte para compensar seu erro.


Ruby e Sapphire

6. Anos depois, Sapphire salvou Ruby de dois Mightyena selvagens. Ela foi confundida por Ruby com um animal selvagem, pois ela usava folhas e começou a atacá-lo. Eles concordaram em resolver suas rivalidades com um pacto de 80 dias, em que Sapphire iria conquistar todas as oito Insígnias de Hoenn, enquanto Ruby venceria todos os concursos.

Eles se amam, resta aceitar
7. No mangá, Sapphire possuí os seguintes Pokémon: Aggron, Blaziken/Mega Blaziken, Tropius, Donphan, Gallade e ela tem uma FORTE amizade com Rayquaza, do tipo de conseguir chamá-lo caso ela esteja em apuros. E aí, vai encarar? Segura essa marimba aí, monamu!

3 comentários:

  1. Alguma novidade sobre o lançamento do mangá por aqui? (Eu parei de ler o mangá online ajudar a publicação nacional, mas tá difícil essa espera...)

    ResponderExcluir
  2. Discordo do tópico número 3. Pois a Serena também não possui nenhum pokemon desobediente.

    ResponderExcluir
  3. Ei você esqueçeu que ela é a primeira, pois Serena tbm não teve pokemon que desobedece, eu amo a May mais Dawn estará sempre com sua vaga garantida no meu coração adoro essa menina! xD

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após a aprovação.
Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

A PBN agradece a sua participação!