Pokémon: Shōnen ou Kodomo


Discussões entre os fãs de Pokémon são coisas muito frequentes. Seja por quais são os melhores jogos, a melhor fase do anime ou o melhor treinador. Alguns anos atrás, uma discussão que tomou conta de muitos fóruns de Pokémon foi sobre a classificação de público: Kodomo ou Shōnen.




A esquerda Doraemon, um exemplo de Kodomo. A direita, Hajime no Ippo, exemplo de Shōnen.
Antes de continuarmos vamos dar uma revisada sobre o que são Kodomo e ShōnenKodomo são mangás/animes voltados para o público infantilShōnen são mangás/animes voltados para o público adolescente/jovem. Por serem estilos voltados para o determinado público, os dois apresentam muitas diferenças em relação um ao outro. Também quero deixar claro que não estou aqui para dizer que um gênero é melhor que o outro, nem nada do tipo. Também vou falar sobre outros animes que acompanho como exemplo.

Agora podemos continuar.


Muitos fãs defendiam que Pokémon é um Shōnen, outros diziam que é um Kodomo. Outros diziam que Pokémon é um híbrido dos dois estilos. Mas mesmos entre esses havia uma divisão. Uns diziam que Pokémon era um Shōnen com características de Kodomo, enquanto outros diziam que era exatamente o contrário. E também há os que diziam que Pokémon era um Shōnen mas que virou um Kodomo.


Não há como afirmar logo de cara se Pokémon é Shōnen ou Kodomo. A única forma de dizer isso é analisando as principais características de cada estilo de forma a obter uma resposta.  É exatamente o que vamos fazer aqui.



Público Alvo

Os produtores do anime afirmam que seu alvo são as
crianças pequenas

O público alvo de um mangá/anime Kodomo são as crianças pequenas de 3-10, enquanto o Shōnen tem como público garotos de 12-21 anos. Essa diferença de público se dá devido a forma como os temas são apresentados ao leitor. Por várias vezes os produtores de Pokémon foram bem claros ao dizer que o anime era feito para crianças pequenas, e por isso alguns temas eram evitados. Ao afirmar isso, Pokémon automaticamente seria considerado um Kodomo, mas ainda é cedo demais para dar um veredito.


Para crianças pequenas
Posso usar Hamtaro como exemplo de anime Kodomo, pois é feito para crianças pequenas (mais especificamente para meninas, mas ninguém ligava pra isso na época).






História

Um anime Kodomo possui uma história simples de entender e acompanhar, além do clássico humor infantil. Costumam se ater a essa história, sem sub-tramas e sem um desenvolvimento profundo. Por outro lado, um Shōnen possui uma história mais complexa de se entender e acompanhar. É recheado de tramas paralelas e reviravoltas e evoluções na história. Pokémon possui uma história simples de entender mas é recheado de tramas paralelas, principalmente na geração Diamante e Pérola. Por outro lado, a história não evolui. 
Do campeonato colegial para uma invasão alienígena
e o mundial

Vou citar aqui o anime Super Onze. Apesar de sua história relativamente simples de entender, é recheado de dramas pessoais com os protagonistas. Além disso a história evolui entre a primeira e a quarta temporada.







Temas abordados

Não há muito o que se falar sobre temas em relação ao Kodomo. Kodomo aborda temas simples como imaginação e aventuras. Do outro lado, um Shōnen aborda temas complexos e dinâmicos (como romance, intrigas, mistérios) além de pessoais. Pokémon costuma focar na aventura de Ash sem dar muita atenção para muitos temas. Apenas agora começaram a focar no romance de forma leve. Na fase Diamante e Pérola, tivemos outros temas melhores explorados que nas fases mais atuais.

Favor, manter a educação nos comentários

Dos mangás/animes que eu acompanho posso citar o melhor exemplo é Digimon treta a caminho. Além da história principal, temos os problemas pessoais de seus personagens, que são tratados ao longo das temporadas. Sora e sua dificuldade de se relacionar com sua mãe, os irmãos TK e Matt com seus pais divorciados, Ken e seu sentimento de culpa pela morte do irmão e tantas outras situações, além de cada temporada se focar em um tema.



Personagens


É quase uma regra que os Shōnen tenham uma vasta quantia de personagens com as mais variadas personalidades. Protagonistas, rivais, vilões, secundários, os que aparecem raramente ou só uma vez. É provável que você possa citar um personagem de cada tipo desses no seu mangá/anime preferido. Por outro lado, um Kodomo não possui tantos personagens assim. Costuma ter um protagonista, vilão, secundários mas todos costumam ter um lado cômico. É inegável que Pokémon possui muitos personagens que preenchem cada requisito que um Shōnen precise ter, especialmente se olharmos para a fase Diamante e Pérola.

Personagens a perder de vista

Como exemplo de Shōnen que possui muitos personagens eu vou colocar Hajime no Ippo, que talvez muitos não conheçam. Temos um protagonista, um quarteto de personagens coprotagonistas, personagens secundários e mais um pouco.






Traço

Uma grande diferença dos dois gêneros é o traço. Kodomo possui um traço simples e redondo enquanto Shōnen possui um traço detalhado. E aqui temos um impasse. O traço de Pokémon era bem simples no começo e foi evoluindo e ficando mais detalhado ao longo dos anos. Ainda sim, comparado ao traço de outros animes da mesma época, o traço de Pokémon é muito mais simplificado.

Desenvolvimento


É sempre complicado falar em desenvolvimento em mangá/anime. Por um lado parte da história parece se desenvolver muito bem enquanto outra mal se desenvolve. Num anime Kodomo não há um desenvolvimento da história pois ela não é o foco, além disso, alguns Kodomos não possuem bem uma história. Um Shōnen SEMPRE mostra desenvolvimento nas historias. E é aqui que chega Pokémon para complicar as coisas. Temos o desenvolvimento na parte da insígnias e em alguns arcos menores, além de um pequeno desenvolvimento na personalidade dos protagonistas. Por outro lado, ao chegar a Liga regional, temos a derrota de Ash e sua viajem para outra região, onde começa tudo de novo. A história avança e sofre um retrocesso, em todas as fases. Principalmente em relação ao retrocesso de Ash de Diamante e Pérola para Preto e Branco.

O tempo passa, e a história se desenvolve

Acho que posso citar Hajime no Ippo novamente como exemplo de desenvolvimento. O que era apenas uma história de um garoto se tornando um boxeador, virou uma espécie de corrida até o topo do ranking mundial de boxe.








Se formos enumerar todas as características que diferem os dois gêneros, mostrar como Pokémon se comporta com cada um e citar um exemplo pra cada caso, esse texto ficaria enorme. Vamos nos ater a apenas essas. 


Todas as fases de Pokémon
O fato dos mangás/animes acompanharem a idade do público, a forma como temas pessoais são abordados, o traço da animação, a forma como a história é apresentada e desenvolvida. Tudo isso é o suficiente para deixar a balança equilibrada. Pessoalmente, sempre enxergo Pokémon como um híbrido de Kodomo e Shōnen, pendendo mais para o lado Kodomo da balança nas fases mais atuais. Até mesmo nas primeiras fases. Simplificando, acho que as fases Indígo, Liga Laranja, Johto e Branco e Preto pendem para o lado Kodomo enquanto as fases Avançado e Diamante e Pérola pendem para o lado Shōnen e a fase XY mantém um equilíbrio. Não sei dizer como vão ser as próximas fases, mas acho que seguirão o exemplo de progressão de Branco e Preto para XY e penderão a balança para o lado Shōnen.


O que acha, leitor? Deixe seu comentário.

16 comentários:

  1. Pokémon é mais Kodomo, principalmente por causa da história do Ash, que evolui durante uma saga e se reseta no final da liga...Por outro lado vc percebe que os outros personagens evoluem e permanecem assim: Vide Brock que já virou médico, Misty se mostrou uma mestre em water type domando seu Gyarados, assim como Iris e seu Dragonite, Serena muito mais confiante, etc...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, os outros protagonista evoluem, mas só dá pra notar isso depois que param de andar com o Ash e aparecem depois

      Excluir
  2. Ótimo texto.Acredito que quem faz o anime,mistura os dois,para dar mais audiência.Ou para deixar agente confuso!

    ResponderExcluir
  3. Acho que é os dois, mas tem mais Shonen do que Kodomo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende, DP é claramente mais Shonen, mas BW é mais Kodomo

      Excluir
  4. Amo digimon e Pokemon os dois no mesmo tanto não entendo essa confusão que tem os dois, pra mim são dois mangas/animes maravilhosos, cheio de espectativa e tudo mais, eu acho que é um pouco dos dois shonen e kodomo!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que na época de estréia de Digimon por aqui, a Record falou que Digimon era uma cópia barata de Pokémon, que era ruim e que deviam assistir Pokémon. Além é claro, de ser satânico. O pessoal foi repetindo e muitos acreditaram, e acreditam até hoje. Dá uma olhada http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u1692.shtml

      Excluir
  5. Pokémon é sim anime de Kodomo. Porém, com o passar dos anos, os até então kodomos/crianças q cresceram assistindo e vivenciando Pokémon deixaram a faixa etária de infantil para jovem adulto. O questionamento seria: será q não está na hora de a produtora de Pokémon dar mais atenção aos seus "verdadeiros" fans ??! Tá certo q o carro chefe do anime são as incansáveis jornadas infinitas do garoto carismático de pallet, mas acontece q o público alvo das crianças de hoje, isso no Brasil e no Japão, a quem eles querem atingir está muito longe de considerar Pokémon como seu anime favorito. Lá é apenas mais um dentre tantos outros que tem o mesmo gênero. Embora esteja entre os q mais dão ibope por lá. Pokémon é mais q anime, jogo ou mangá, é life style e deve ser melhor estudado pelos produtores. Não acho ruim essa nova temporada não, muito pelo contrário, estou adorando e me impresisono cada vez mais com a qualidade de XY!
    É só uma opinião minha, sei lá, q pode ser descartada ou nem ao menos lida..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas aí entra a questão de não renovar o público. Fazendo o anime acompanhar a idade dos fãs faz com que fique difícil de novas crianças pequenas acompanharem. Aí se os fãs mais velhos param de acompanhar e os pequenos não conseguem, Pokémon fica sem público. Lembrando que isso vale para o Japão.

      Excluir
    2. Vc esta certo Cable, mas fã q eh fã não larga seus principios. Como exemplo dado pela propria BLAST, Digimon evoluiu com seus espectadores, e ainda continua evoluindo. Já tem uma temporada nova até chegando no Japão, deles lá todos adolescentes.
      Mas enfim, fazer o Ash (pelo menos) crescer era algo q agradaria a todos. Não tá mudando o enredo, só esta amadurecendo. Todo mundo cresce e fica expecialista em algo, soh ele q nao.

      Excluir
  6. Ótimo texto, muito elucidado, mas Kodomo e Shounen não são gêneros como Romance, Terror, Ação, Suspense... São públicos alvos para qual são designados os animes e mangás no Japão (demografias), baseando-se no que seria a demanda que alguns grupos de pessoas teriam.
    Pokémon é um anime infantil, voltado ao público infantil, isso é fato, mas essas separações são muito difíceis de serem feitas porque diferente do que se espera não existe um regra de fato. Um exemplo é o anime de Evangelion que aborda temas bem complexos, mas teve seu mangá serializado numa revista Shounen, o que por consequência o fez ser tido como tal. Esta revista também serializa Mirai Nikki e DeadmanWonderland com a mesma pegada "sombria" pros seus mangás, assim como Jojo's Bizarre Adventure, Bastard, Death Note e outros que foram serializados na Shounen Jump a grande revista dos mangás shounen no Japão.
    Enquanto nós temos Berserk como um exemplo de mangá seinen, temos ao mesmo tempo K-on que é também é serializado numa revista do mesmo público alvo.
    E essa lista se estende por vários outros exemplos como Love Hina, Nisekoi, Shigatsu Wa kimi ga no Uso que são romances Shoujo, mas são Shounen. Shingeki no Kyoujin que tem características de seinen, mas é shounen. Chihayafuru que é um Josei, mas tem características de shoujo. Digimon que é sim um Kodomo, mas é tido como shonen.
    Esses são apenas alguns exemplos do porquê ser tão difícil classificar algo como shounen ou kodomo quando na verdade não tem uma definição precisa para o que são.
    E reiterando o que foi dito no texto, não é porque uma dessas demografias tem mais sangue ou é voltada a um publico mais velho que é superior a outro, são apenas públicos diferentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse, é difícil olhar e dizer. Há muitos fatores para serem analisados. Kodomos tendem a ser mais engraçados e Shonens tendem a ser mais sérios sem perder o humor. Acho que é por isso que não consigo ver Digimon como Kodomo. Não entendi desses mangás que você falou que são romances Shoujo mas são Shonen, já que um é o contrário do outro.

      Excluir
    2. Nisekoi, Shigatsu wa kimi ga no uso e Love Hina são todos mangás de romance e tem todas as características e clichês de um mangá shoujo, mas todos esses foram serializados em revistas Shonen.
      Nisekoi é da mesma revista que Naruto, Bleach, One Piece e DragonBall. Love Hina era da mesma revista de Hajime no ippo, ou seja, eles são shonen.
      Tudo o que faz um mangá ser shonen ou shojo é a revista na qual é publicada, o que os editores japoneses em um tempo muito antigo separaram pensando o que seria "adequado" ao publico leitor, ou seja, meninos querem ver porrada, vamos focar numa revista só de mangás de luta, meninas querem ver romance, vamos focar numa revista com um traço mais romântico, adultos homens querem ver uma história mais séria, vamos fazer uma revista que não tenha "limites" para a criação, crianças querem ver algo divertido, vamos focar em histórias simples e coloridas.
      Pokémon especificamente é um anime que não veio do mangá, veio de jogos, que na teoria eram para o publico infanto-juvenil, ainda que muitas pessoas de diversas idades jogassem, o enredo era bem simplista, o anime focou nesse mesmo publico, até porque o anime foi feito pra alavancar os jogos, e por causa disso Pokémon não tem um demografia especifica, até porque nem teria o porquê de ter, já que isso não é uma regra.
      Shoujo e Shonen não são um o contrário do outro, uma revista shoujo pode ter mangás que abrangem muitos públicos.
      Essas classificações por demografias cada vez mais se mostram falhas e cada vez mais estão sendo abandonadas conforme as fugas das regras vão surgindo.
      Por fim se for pra classificar definitivamente Pokémon como Shonen ou Kodomo o mais certo seria pela origem da palavra Kodomo, já que é voltado ao público infantil, mas se alguém quiser classificar como Shonen, ótimo, não tem uma regra que diga que ele não pode ser.

      Excluir
  7. Concordo que era um Shõnen mas virou Kodomo com o tempo, sei lá, parece que foi ficando infantil com o tempo.
    NOSTALGIAAA SUPER ONZE <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade não. Como os fãs acompanham desde pequenos parece que o anime ficou mais infantil, mas o que acontece é que os fãs cresceram. O anime é o mesmo de sempre, o que não é lá uma coisa muito boa.

      Excluir

Seu comentário será publicado após a aprovação.
Comentários pejorativos e desviados do assunto abordado no post serão automaticamente excluídos.

A PBN agradece a sua participação!